Menu
Busca quinta, 23 de maio de 2019
(67) 9860-3221
PANTANAL

Parque Nacional do Pantanal Mato-grossense preserva rica fauna e flora

08 novembro 2017 - 08h37Por Da redação

Localizado entre as regiões sudoeste do Mato Grosso e oeste do Mato Grosso do Sul, o Pantanal Mato-grossense é uma das maiores planícies inundáveis do planeta. O local foi reconhecido em 2001 pela Unesco como patrimônio natural da humanidade, tendo mais de 180 rios em toda a sua extensão, o que também influi na variedade da flora. 

As paisagens são diversas, a amazônica, cerrado e o chaco que de forma indireta recebem influência das chuvas e também da geografia. São três variações de paisagens: amazônica, cerrado e chaco, que sofrem influência direta de sua localização geográfica e das chuvas.

O Pantanal abriga inúmeras espécies de mamíferos, aves, peixes e répteis, porém muitos desses animais estão em perigo de extinção. 

Como ir ao Pantanal Mato-grossense

De avião

Os aeroportos de Cuiabá e Campo Grande recebem voos das principais capitais. Em ambos os aeroportos há ônibus e táxis até cada cidade, locadoras de automóveis e ônibus até as cidades do Pantanal Mato-grossense.

De ônibus

As viações Gontijo e Andorinha, ligam São Paulo a Cuiabá e Corumbá.

De carro

A viagem é longa: são, pelo menos, 15 horas, saindo de São Paulo até Campo Grande, pelas rodovias BR-374 e 267. De lá, seguir pela BR-262 que liga Campo Grande a Corumbá. Você pode também ir de avião até Cuiabá ou Corumbá e alugar um carro por lá. Em ambos aeroportos há locadoras de automóveis. Carros podem também ser reservados no hotel ou pousada onde você ficará alojado. Muitas agências de viagem locais alugam veículos.

Melhor época

Dependendo do que se quer, há épocas diferentes para ir até o Parque. De maio a setembro é a época da seca, com chuvas fracas e baixa das águas. De janeiro a março, muita chuva, e os rios e lagos ficam cheios, ideal para passeios de barco.

Atrações

Estrada Parque

Uma estrada liga as cidades de Corumbá a Miranda. Se for época de chuva, é prudente pegar um veículo 4×4. No caminho, você verá diversas espécies de animais, como jacarés, capivaras, macacos e muitos outros. Além do percurso por conta própria, dá para fazer um tour com um guia, que lhe passará informações curiosas sobre os costumes dos animais. A viagem toma aproximadamente 4 horas. Se bater a fome, algumas pousadas contam com restaurantes ao longo do caminho.

Passeio de barco

Indispensável para os visitantes do Pantanal, as opções são para todos os gostos e bolsos, desde barcos luxuosos até os românticos, a remo, para poucas pessoas. A água calma e lisa, reflete o céu e proporciona uma linda paisagem. Um passeio em barcos menores com os barqueiros da região pode ser interessante, porque eles têm prática em encontrar animais escondidos.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Casos de Influenza estabilizam em MS; campanha vacinal se encerra dia 31
BRASIL
Morre menina queimada por gasolina de duto da Transpetro
DOURADOS
Vereadora vai à delegacia e diz ser vítima de atentado
SAÚDE
4 tipos de dor de cabeça e seus tratamentos
CAPACITAÇÃO
MS recebe congresso internacional de direito eleitoral amanhã
BRASIL
Câmara conclui votação de medida provisória da reforma administrativa
ARQUITETURA E DESIGN
Dicas para quem quer ter parede de tijolos em casa
POLÍCIA
Douradense é preso ao tentar transportar 1,7 t de maconha em caminhão
ESFRIOU!
Receita do tradicional quentão
DOURADOS
Representante da Cruzada dos Militares Espíritas participará da 5ª Semana Espírita

Mais Lidas

POLÍCIA
Após pescaria, marido encontra desconhecido na frente de casa e ameaça mulher com arma em Dourados
DOURADOS
Preso em operação estava sob monitoramento por assalto
PEDRO JUAN
Três suspeitos de chacina na fronteira são presos pela polícia paraguaia
PEDRO JUAN
Seis morrem e uma criança fica ferida após ataque de pistoleiros na fronteira