Menu
Busca sábado, 25 de maio de 2019
(67) 9860-3221

"O polêmico aniversário de Fátima do Sul", por José Tibiriçá

10 dezembro 2012 - 12h29

Fátima do Sul, chamada de Vila Brasil pertenceu ao Município de Dourados, elevada no dia 12 de novembro de 1958 à categoria de Distrito. Em 11 de dezembro de 1963, desmembrou-se de Dourados, através de Ato assinado pelo Governador Fernando Corrêa da Costa que promulgou a Lei no 2057 passando a chamar-se FÁTIMA DO SUL. O seu primeiro nome foi Porto Ubatuba, nome que tem origem no tupi e antes de Fátima do Sul receber o nome atual, o então prefeito Reinaldo dos Santos Morais, vendo a necessidade de trocar o nome do município, nomeou em 1965 uma comissão para coletar nomes para o local.

Foram sugeridos os nomes de Porto Vitória, Marechal Rondon, Campinas do Sul, Novo Planalto, Rio Brasil, Brasiporã, Novo Brasil, Fátima do Sul e Culturama.
Sempre tenho conversado com pessoas que nasceram nesta cidade, algumas delas vêm a Dourados para trabalhar, diariamente, muitas residem atualmente em Dourados, outras ali chegaram, oriundas de outros rincões, ficam surpresas quando é relatado que sua emancipação aconteceu no dia 11 de dezembro de 1963 e acham ser estranho o aniversário da cidade ser comemorado no dia 9 de Julho.

A resposta que tenho ouvido sobre a data de sua comemoração ser nesse dia, porque foi nesta data que contrariando ordens da direção da colônia agrícola de Dourados um grupo de pessoas no dia 9 de julho de 1953, entraram numa balsa que fazia a travessia do Rio Dourados com a intenção de se apossarem de lotes do outro lado. Evaristo era o dono da balsa do porto Vitória, o qual permitiu a travessia dos aventureiros para fazer as marcações dos lotes e construção de ranchos para receber seus primeiros habitantes. Numa dessas travessias, Evaristo, o balseiro, colocou carga demasiada sobre a balsa, tanto de pessoas como de sacarias e animais, ocasionando a quebra do cabo de aço e com isso ocasionou o afundamento da balsa, morrendo de uma só vez mais de 15 (quinze) pessoas, entre adultos e crianças.

Por causa desse fato, passou-se a comemorar a emancipação em data diferente, um ato unilateral que não justifica a comemoração. A avenida principal da cidade já leva o nome de 9 de julho, homenageando a rebeldia daquelas pessoas que naufragaram na travessia do Rio Dourados.

Fátima do Sul é o único ex-distrito de Dourados que comemora sua emancipação em data diferente, sendo um caso sui generis.

Encontrei-me com o candidato a prefeito de Fátima do Sul, Júnior Vasconcelos, durante sua campanha, comentei com ele o presente caso e percebi que como outros, também desconhecia este fato.

Como douradense, nascido antes da sua emancipação, sugeri a ele que sendo eleito, fizesse um debate junto à população, com a classe política, visto que a data correta para comemoração do aniversário da cidade seria o da emancipação, ou seja: 11 de dezembro.

É um erro histórico que deve ser corrigido e que a comemoração passasse a ser festejada por ocasião do seu cinquentenário de emancipação na data correta, afinal o prefeito eleito representa um resgate para que a cidade volte a ser chamada novamente de favo de mel




(*) José Tibiriçá Martins Ferreira

(*) Advogado, licenciado em Letras com Inglês, produtor rural, Secretário Geral do PSD em Dourados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LOTERIA
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 3 milhões neste sábado
UEMS
Curso de Pedagogia promove encontro brincante hoje em Dourados
ECONOMIA
Petrobras reduz preço da gasolina na refinaria em 4,4% a partir deste sábado
AMAMBAI
Jovem é preso após abandonar veículo com 353 quilos de maconha
TEMPO
Sábado de sol e com temperatura baixa em Dourados
UAU
Giovanna Ewbank encanta de topless nas Maldivas
REGRAS FLEXÍVEIS
Órgão do MPF diz que novo decreto sobre armas pode favorecer milícias
CAMPO GRANDE
Homem aceita se encontrar com marido de colega e é agredido a pauladas
INVESTIGAÇÃO
Queiroz pagou R$ 133 mil em dinheiro por cirurgia em hospital de SP
LADÁRIO
Com motorista refém no MT, casal é preso tentando levar carreta para Bolívia

Mais Lidas

APÓS INVESTIGAÇÃO
Polícia conclui que atentado registrado por vereadora foi acidente de trânsito
VILA CACHOEIRINHA
“Boca” é fechada, mulher é presa e diz traficar pelo baixo valor do salário mínimo
TRÁFICO
Motorhome com destino a São Paulo é apreendido com mais de 4 toneladas de maconha
MS-156
Dupla é presa pela PF com pistolas entre Dourados e Itaporã