Menu
Busca segunda, 21 de maio de 2018
(67) 9860-3221
SEVILHA ODONTOLOGIA

Leia: 'Vencer ou Perder: o desafio de valorizar o trabalho em equipe'

25 maio 2011 - 15h36

Já fazia algum tempo, que eu não assistia a um jogo de futebol ao vivo. Chegando ao estádio, a agitação da torcida, os gritos e aplausos transmitiam intensas emoções. Sentado na arquibancada, antes de iniciar o jogo, por alguns momentos imaginei a relação existente entre um time de futebol e o ambiente corporativo. Perceba nos itens abaixo, algumas considerações para contribuir com o clima organizacional e valorizar o trabalho em equipe.



A entrada dos atletas no campo - Muita comemoração na entrada dos jogadores ao campo, com faixas, papel picado, aplausos, buzina e festa. Pare durante alguns segundos para refletir, como seus funcionários são recebidos na segunda-feira. O que você está fazendo para inspirar e motivar um novo integrante da equipe? O que você faz para comemorar o aniversário de um funcionário? Com base na minha experiência na área comportamental, convido você a fazer um teste que consiste em preparar uma recepção para quem está voltando de férias. Transforme o retorno ao trabalho em algo gratificante e estimulante. Vamos tentar?



O momento do gol - Realmente é algo indescritível sentir a torcida no estádio levantar eufórica ao comemorar um gol. O atleta pula e grita com a torcida, celebrando sua competência. Um sinal de vitória que na vivência operacional, muitas vezes é esquecida. Um vendedor conquista uma meta e o gerente diz: "Não fez mais que a obrigação". Mas qual era a obrigação da gerência? Quantas vezes você reuniu a equipe para comemorar uma vitória? Lembre que a ausência de reconhecimento pode ser capaz de gerar desmotivação e a falta de comprometimento.



Ataque e defesa permanente - Quando sua equipe conquista um triunfo, você também é uma pessoa vitoriosa. O individualismo cede espaço ao trabalho coletivo. De que adianta contar com uma equipe de vendas excelentes, se o setor de logística apresenta resultados insatisfatórios? Em uma escola não adianta dispor de excelentes professores, se na secretaria o aluno recebe um péssimo atendimento. O ataque é importante para marcar gol, mas deve existir uma defesa permanente para coibir a derrota.



Nenhuma torcida vai ao estádio para assistir o time perder. Próximo ou distante, há alguém torcendo para você conquistar o melhor posicionamento, receber o passe, dominar a bola e marcar o gol da vitória. Transformar o suor em troféu não é uma tarefa fácil. Muitas pessoas pensam que é somente jogar e, esquecem a relevância do treinamento. Ao término do jogo, os atletas precisam rever seus pontos negativos e aprimorar os pontos positivos. Isso somente é possível com treinamento, diálogo e troca de experiências. Quando apresento palestra para empresários, gosto de enfatizar que "vencer não é sorte. Vencer é se comprometer com o sucesso que você quer alcançar". Qual é o resultado que você deseja para você e sua equipe?





*Dalmir Sant'Anna - Palestrante comportamental, Mestrando em Administração de Empresas, Pós-graduado em Gestão de Pessoas, Bacharel em Comunicação Social e Mágico profissional. Autor dos livros "Menos pode ser Mais", "Oportunidades" e do DVD com o tema "Comprometimento como fator de Diferenciação". Visite o site: www.dalmir.com.br

Deixe seu Comentário

Leia Também

ELEIÇÕES
Maduro é reeleito na Venezuela em votação contestada por opositores
SELEÇÃO
UFGD encerra inscrições para técnicos especializados em Libras
FUTEBOL
Novo vence Sinop por 2 a 1 e continua vivo na Série D
INSS
Pedidos de aposentadoria por telefone e internet começam hoje
COSTA RICA
Gerente de fazenda morre ao bater de frente em caminhão na MS-306
TEMPO
Segunda-feira de sol com algumas nuvens em Dourados; não chove
AOS 57 ANOS
Luiza Tomé ostenta corpão em rede social
AGENDA
Assembleia homenageia Força Expedicionária e debate Escola sem Partido
PREOCUPAÇÃO
Defesa Civil do Estado avalia impactos da cheia do Pantanal nas áreas ribeirinhas
FUTEBOL DE BASE
Definidos confrontos da segunda fase da Copa Mirim “João Ângelo Rocha”

Mais Lidas

BR-163
Caminhonete carregada com maconha é encontrada abandonada em posto de Dourados
CAMPO GRANDE
Chefe de quadrilha investigada pela PF foge de presídio
PEDRO JUAN
Mulher é executada a tiros na fronteira
DOURADOS
Mão cortada denuncia homem que quebrou porta de vidro para furtar loja no Centro