Menu
Busca sexta, 03 de julho de 2020
(67) 99659-5905

Leia: 'Vencer ou Perder: o desafio de valorizar o trabalho em equipe'

25 maio 2011 - 15h36

Já fazia algum tempo, que eu não assistia a um jogo de futebol ao vivo. Chegando ao estádio, a agitação da torcida, os gritos e aplausos transmitiam intensas emoções. Sentado na arquibancada, antes de iniciar o jogo, por alguns momentos imaginei a relação existente entre um time de futebol e o ambiente corporativo. Perceba nos itens abaixo, algumas considerações para contribuir com o clima organizacional e valorizar o trabalho em equipe.



A entrada dos atletas no campo - Muita comemoração na entrada dos jogadores ao campo, com faixas, papel picado, aplausos, buzina e festa. Pare durante alguns segundos para refletir, como seus funcionários são recebidos na segunda-feira. O que você está fazendo para inspirar e motivar um novo integrante da equipe? O que você faz para comemorar o aniversário de um funcionário? Com base na minha experiência na área comportamental, convido você a fazer um teste que consiste em preparar uma recepção para quem está voltando de férias. Transforme o retorno ao trabalho em algo gratificante e estimulante. Vamos tentar?



O momento do gol - Realmente é algo indescritível sentir a torcida no estádio levantar eufórica ao comemorar um gol. O atleta pula e grita com a torcida, celebrando sua competência. Um sinal de vitória que na vivência operacional, muitas vezes é esquecida. Um vendedor conquista uma meta e o gerente diz: "Não fez mais que a obrigação". Mas qual era a obrigação da gerência? Quantas vezes você reuniu a equipe para comemorar uma vitória? Lembre que a ausência de reconhecimento pode ser capaz de gerar desmotivação e a falta de comprometimento.



Ataque e defesa permanente - Quando sua equipe conquista um triunfo, você também é uma pessoa vitoriosa. O individualismo cede espaço ao trabalho coletivo. De que adianta contar com uma equipe de vendas excelentes, se o setor de logística apresenta resultados insatisfatórios? Em uma escola não adianta dispor de excelentes professores, se na secretaria o aluno recebe um péssimo atendimento. O ataque é importante para marcar gol, mas deve existir uma defesa permanente para coibir a derrota.



Nenhuma torcida vai ao estádio para assistir o time perder. Próximo ou distante, há alguém torcendo para você conquistar o melhor posicionamento, receber o passe, dominar a bola e marcar o gol da vitória. Transformar o suor em troféu não é uma tarefa fácil. Muitas pessoas pensam que é somente jogar e, esquecem a relevância do treinamento. Ao término do jogo, os atletas precisam rever seus pontos negativos e aprimorar os pontos positivos. Isso somente é possível com treinamento, diálogo e troca de experiências. Quando apresento palestra para empresários, gosto de enfatizar que "vencer não é sorte. Vencer é se comprometer com o sucesso que você quer alcançar". Qual é o resultado que você deseja para você e sua equipe?





*Dalmir Sant'Anna - Palestrante comportamental, Mestrando em Administração de Empresas, Pós-graduado em Gestão de Pessoas, Bacharel em Comunicação Social e Mágico profissional. Autor dos livros "Menos pode ser Mais", "Oportunidades" e do DVD com o tema "Comprometimento como fator de Diferenciação". Visite o site: www.dalmir.com.br

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Entre as 10 com mais casos de coronavírus em MS, cidade retomará aulas presenciais
ARTIGO
Desincompatibilização de servidores e nova data das eleições
MS
Pescadores são autuados em R$ 2,4 mil por irregularidades
COMER BEM
Coma saudável em Dourados e ainda ganhe 40% de cashback
COTAÇÃO
Dólar recua nesta sexta e fecha a R$ 5,31
TRAGÉDIA
Policial mata cinco da própria família e comete suicídio no Paraguai
BRASIL
IBGE mostra 83,5 milhões de ocupados na segunda semana de junho
PANDEMIA
Mulher morre de covid-19 logo após dar à luz em Dourados
PÓS-GRADUAÇÃO
CAPES incentiva cursos emergentes e em consolidação nos estados
JAPORÃ
Dois são presos por supeita de série de roubos no Sul de MS

Mais Lidas

DOURADOS
Decretos sobre aglomerações, igrejas e comércio terão mais 10 dias de vigência
PANDEMIA
Dourados tem quatro mortes por Covid em 24 horas, uma das vítimas médico
DOURADOS
Comerciante encontra homem morto ao chegar para abrir estabelecimento
20 VEÍCULOS
"Bonde do contrabando" é apreendido abarrotado de produtos do Paraguai