Menu
Busca sexta, 22 de março de 2019
(67) 9860-3221
VOCÊ SABIA?

Excesso de treinamento físico diminui imunidade e facilita desenvolvimento de viroses

03 dezembro 2018 - 11h26Por Eu Atleta.com

Faz alguns anos que a Medicina do Esporte alerta sobre fatos que aparentemente não tinha detalhadas explicações, porém agora os imunologistas e hematologistas conseguiram encontrar os elementos que esclarecem essa antiga dificuldade. Quanto mais o atleta se esforça e treina intensamente, maior o risco de acabar sendo “premiado” com uma infecção e até mesmo uma arritmia cardíaca.

A característica clínica dessa verdadeira doença do esporte inclui aspectos psicológicos típicos, como: cobrança de resultados exagerada e inusitada sem nexo, mesmo quando o atleta consegue boas marcas, insônia, irritabilidade com todos, cansaço físico inexplicável, palpitações frequentes e a temida queda da performance.

As quantidades das cargas de exercício podem causar alterações na imunidade se o exercício for mais intenso e prolongado (ou seja >65% do VO2 máx.). Os exercícios com intensidades excessivas parecem enfraquecer a imunidade geral. Quando examinamos maratonistas veteranos, encontramos seus glóbulos brancos (leucócitos) em muito baixa quantidade, em níveis de 2000/mm3. Vários casos que a mídia explorou como causados pela poluição ou intoxicação externa, eram claramente baixa imunidade.

Essa queda da imunidade ocorre por diminuição dos níveis da glutamina nos músculos, um aminoácido não essencial que tem um fluxo direto e contínuo dos músculos para o fígado, intestino, rins e sistema imunológico.

Como o sistema imunológico necessita de muita glutamina para a manutenção de suas funções, e o exercício físico induz o aumento da atividade dessas células, ocorreria a redução da disponibilidade de glutamina imediatamente após exercícios intensos e prolongados, e no final das contas facilitaria o aparecimento de certas doenças, em especial, as viroses principalmente respiratórias.

Esse verdadeiro fenômeno imunológico negativo, tem aumentado hoje em dia, e seu tratamento inicial deve ser iniciado pela correção dos hábitos de treinamento, ou seja devem diminuir ou em alguns casos suspender os treinamentos e recomeçar de modo gradual e lento.

O alerta médico é para não acreditar nunca em medicamentos ou certas substâncias que aumentariam a imunidade, isso ainda não foi conseguido de modo simples, como o famoso, porém, inútil por ser inativado no estômago, oxido nítrico em comprimidos orais. Ainda a fórmula de sucesso deve se basear numa programação feita pelo profissional de educação física, depois da conveniente avaliação médica especializada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Trio que matou e roubou cabeleireiro é condenado a 62 anos de cadeia
SIDROLÂNDIA
Quadrilha que planejava crimes pelo whatsapp é desarticulada
DOURADOS
Vigilância volta a reforçar apelo no combate ao Aedes após primeira morte por dengue
PRÊMIOS
Loterias sorteiam R$ 16 milhões até amanhã
BR-463
Polícia apreende relógios, roupas e até cadeados contrabandeados
JUSTIÇA
Loja é condenada a indenizar mulher fraturada após queda de toldo
FISCALIZAÇÃO
Sistema eletrônico da Ouvidoria da Agepan é simplificado para facilitar utilização
BRASIL
Em nova visita, Marun diz que Temer está inconformado com prisão
CAARAPÓ
Abordagem termina com homem flagrado com armas e munições
MARIA DA PENHA
Viva Mulher atende, em média, 2 casos de violência por dia em Dourados

Mais Lidas

HU
Dengue hemorrágica causa morte de menino de 11 anos em Dourados
DOURADOS
Tripla colisão deixa dois feridos em cruzamento movimentado
DOURADOS
Universitária morre no HV quatro dias após acidente de moto
RIO BRILHANTE
Dono de oficina baleado pela manhã morre no Hospital da Vida