Menu
Busca domingo, 31 de maio de 2020
(67) 99659-5905
Educação

Memórias de um tempo

29 novembro 2019 - 08h18Por CEART

Há quem diga que poesia é aquele texto com versos composto por métricas e rimas. Mas tem quem acredite que é mais do que isso. É a forma mais concreta, ou não, que o ser humano pode se expressar através das palavras.

A poesia pode estar em um poema, uma carta, uma crônica ou conto. Ela denuncia, se rebela, se revela, expõe emoções que muitas vezes estão escondidas nos nossos corações. 

Por achar que poesia é mais que um simples ato de escrever, o colégio CEART vem através desse trabalho, deixar que a liberdade através das palavras, se apresente em diversos gêneros textuais e, que expresse, o pensamento e sentimento vivido em determinado momento das vidas dos alunos.

Intitulado Memórias de um tempo, este livro tem por objetivo eternizar dores, alegrias e emoções diversas que acreditamos fazer parte do crescimento e amadurecimento de cada um dos alunos.

O CEART tem orgulho e gratidão infinita por concretizar esse projeto e, deseja que todos os autores, apesar das adversidades da vida, sejam sempre gratos, pois cada obstáculo nos ensina a tolerância, a empatia, o auto controle e a perseverança. Qualidades que só podem ser aperfeiçoadas com a superação de momentos difíceis. 

Somos o que somos, exatamente pela forma que encaramos e enxergamos a vida. Que cada versos, estrofes e rimas encham nossas vidas de alegria, amor paz e também muita reflexão. Gratidão sempre

Carta premiada em 3° lugar no concurso Internacional de cartas dos Correios – 2019 , etapa MS.    Tema: “Escreva uma carta sobre seu herói”

Prezados leitores,

Como vocês devem saber há vários tipos de heróis, tem o seu pai ou sua mãe, que sempre se sacrificam dia após dia para dar o melhor à seus filhos, que sim, têm defeitos e igual a todos os seres humanos também erram, mas pode ter certeza que erraram com o propósito de acertar. Mas o herói de hoje, não será o amor de pai e mãe.

Seu herói pode ser um jogador de futebol ou alguma celebridade que, certamente, batalharam para chegar onde estão. Poderíamos também considerar a noite a nossa heroína, porque podemos nos deitar em nossos travesseiros e esquecer nossos problemas por algumas horas, ou talvez seja o dia e o sol, pois quando olhamos para aquele astro brilhando tão forte, inspiramos profundamente porque sabemos que mais um dia começou. Um dia para ser uma pessoa melhor, para recomeçar, um dia com novas chances.

Há inúmeras coisas que podemos considerar nossos “heróis”, porque tudo depende de como você é, caráter, o que você vê e sente sobre o mundo.

Eu simplesmente poderia considerar os livros os meus heróis, pois eles realmente são uma das minhas melhores companhias e provavelmente são por causa deles que eu tenho a oportunidade de escrever essa carta, porém o meu verdadeiro e original herói é meu irmão mais novo. Ele tem uma deficiência chamada Síndrome de Down, poderíamos afirmar facilmente, que eu deveria ser a heroína dele, mas digo com toda certeza que não, e não sinto vergonha em afirmar isso.

Meu irmão tem 10 anos e seu nome é Caio. Sempre fico admirada ao ver como ele não tem nenhum tipo de preconceito e, por mais que afirmamos que nós também não temos, acredito que temos sim, porque enquanto não conseguirmos ver todas as pessoas, independente de sexo, cor ou religião como iguais e dignas de respeito, estaremos praticando preconceito.

Sim, meu irmão com Síndrome de Down é meu herói, mas não por causa de nosso grau de parentesco e laço sanguíneo, mas por sua deficiência, que o torna ainda mais especial. Porque sempre que penso em desistir de algo, por mais simples que seja, eu penso no meu irmão. Penso e lembro de como foi difícil para ele andar, de quantas vezes caiu, chorou, mas se levantou e tentou novamente.

Depois que “dominou” o andar, precisava “dominar” o correr, também o se comunicar e assim por diante, mas no tempo dele ele conseguiu aprender todas essas coisas e ainda está, diante de suas possibilidades, caminhando e caindo e continuando em direção a mais obstáculos e aprendizagens.
Sempre que penso nisso acabo refletindo de que, se ele consegue mesmo com dificuldades, eu também consigo. Então, de certa forma, ele já me “salvou” diversas vezes, mesmo ele não sabendo e mesmo não a “estilo Superman”.

Outra qualidade que Caio tem, que eu admiro muito é o fato de ele não guardar rancor nem mágoa. Às vezes acontecem situações complicadas, ruins de preconceito contra ele e no momento seguinte ele trata a pessoa com mais gentileza do que ela realmente merece. Eu considero esse ato bonito e, confesso que, não tenho a capacidade de perdoar tão facilmente assim. Acredito que as pessoas atualmente, tem deixado de perdoar umas às outras.

Os leitores podem achar que estou apenas “mimando” meu irmão e que ele não é tudo isso. Que considerá-lo um herói é um exagero e que ele não é perfeito. Com toda certeza ele tem seus defeitos e comete erros, igual a todo ser humano que habita nessa terra, mas apesar de tudo, quero que saibam o quanto os portadores de Síndrome de Down são incríveis.

Escrevo essas linhas, pois de alguma forma desejo que todo preconceito, seja qual for, seja combatido e que, no futuro, quem sabe, espero que Caio leia essa carta e saiba que ele é e sempre será o meu herói.

Atenciosamente,

Julia Eyco 

Rua Monte Alegre, 3030 - Dourados - MS

Fone: (67) 3422-6881

Acesse: Facebook ou Instagran

Leia Também

PANDEMIA
Pan-Pacífico de natação é adiado de 2022 para 2026
TRÁFICO
Jovem contrata motorista de aplicativo para transportar droga e é flagrada pela polícia
NAVIRAÍ
Polícia prende agricultor com espingarda de caça
PANDEMIA
Servidora da Câmara Municipal de Dourados testa positivo para coronavírus
TRÁFICO
Homem é preso com droga em compartimento falso da caminhonete
PANDEMIA
Coronavírus gera 20ª morte em Mato Grosso do Sul
DOURADOS
Jovem é preso com arma com numeração raspada
TRÁFICO
Casal é preso na tentativa de levar mais de 150 kg de droga para MG
DOURADOS
Temperatura permanece amena neste domingo
LOTERIA
Mega-Sena, concurso 2.266: ninguém acerta as seis dezenas, e prêmio vai a R$ 45 milhões

Mais Lidas

DOURADOS
Protocolo é seguido e mulher vítima do coronavírus é enterrada sem despedida de familiares
PANDEMIA
Estado alerta que Dourados deve ser cidade com mais casos de Covid-19 na próxima semana
MAIORIA JOVENS
Vítima fatal da Covid-19 faz parte da faixa etária com mais casos da doença em Dourados
POLÍCIA
Homem encontrado morto sob a ponte do Calarge tinha 38 anos