Menu
Busca quarta, 26 de setembro de 2018
(67) 9860-3221
SAÚDE

Dietas com poucas calorias e baixa gordura podem retardar envelhecimento do cérebro, diz estudo

12 março 2018 - 13h18Por Da redação

Dietas que combinam restrição de calorias com pouco consumo de gordura podem conter o envelhecimento cerebral e ajudar na prevenção de doenças associadas, como Alzheimer e outras demências, diz estudo publicado nesta segunda-feira (12) na "Frontiers in Molecular Neuroscience".

Os pesquisadores também demonstraram que essas dietas são relativamente mais eficazes na prevenção do envelhecimento que a prática de atividade física.

Cientistas testaram a ação da restrição calórica no cérebro de cobaias e descobriram que a dieta desativa a ação da microglia, um tipo de célula do sistema imune.

Quando ativada, essa célula contribui para inflamações no cérebro que levam ao envelhecimento e a problemas no pleno funcionamento neurológico.

Para chegar a esse resultado, cientistas investigaram o impacto das dietas no cérebro de ratos de 6 meses de idade. A análise foi feita em células da microglia em uma região específica do órgão: o hipotálamo, associado à memória.

Em uma outra etapa, eles também testaram as células de ratos de 2 anos de idade que passaram por um regime de exercícios. Por fim, foram feitos testes em cobaias da mesma idade que passaram por dietas restritivas (redução de 40%).

Com os testes, eles fizeram duas descobertas principais:

Para ter possível efeito protetor, as dietas pobres em gordura precisam ser combinadas com restrição calórica. Não basta seguir só uma delas;
Nesses testes específicos, o exercício foi significativamente menos eficaz que a restrição calórica. No entanto, outros trabalhos demonstraram que a prática de atividade física ajuda a reduzir o risco para doenças neurodegenerativas.
Desse modo, cientistas alertam que mais estudos são necessários para avaliar o impacto dessas descobertas diretamente na prevenção dessas doenças.

Uma questão é que esses ratos tiveram basicamente essas dietas ao longo da vida: outros estudos seriam necessários para avaliar se a adoção dessas dietas mais tarde na idade adulta, por exemplo, poderiam reverter os efeitos de hábitos alimentares anteriores.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESPORTE
Delegação do MS inicia hoje participação nos Jogos Escolares em SC
CAMPO GRANDE
Idoso que foi filmado estuprando criança é condenado a oito anos de prisão
FUTEBOL
Flamengo e Corinthians decidem vaga na Copa do Brasil
SETEMBRO AMARELO
Caminhada pela Vida acontece sábado em Dourados
NOVELA
"Espelho da Vida" apresenta história forte e cativante no primeiro capítulo
DOURADOS
Terceira rodada da Copa Abevê teve início ontem
BRASIL
Após procedimento na próstata, Ciro Gomes passará por reavaliação
MIDAS
Nova fase de operação mira suspeitos de roubo e latrocínio em MS
ELEIÇÕES 2018
Confira as diferenças entre os sistemas majoritário e proporcional
JUSTIÇA
TSE faz sequência de julgamentos às vésperas das eleições

Mais Lidas

DOURADOS
Polícia encontra bilhete com “mula” e fecha entreposto de drogas no Estrela Porã
OPERAÇÃO REMAKE
Gaeco cumpre mandados e apura desvio de R$ 670 mil em sindicato
BR-163
Gol carregado com maconha é apreendido em Dourados
ÁGUA BOA
Homem armado invade casa e leva dinheiro da vítima