Menu
Busca sexta, 22 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
DOURADOS

Vereadores “faltosos” assinam nota conjunta e tentam explicar manobra

07 dezembro 2018 - 16h35Por Adriano Moretto

Os oito vereadores da base aliada da prefeita Délia Razuk (PR) que submeteram à manobra de se ausentar da sessão que elegeria a Mesa Diretora da Câmara de Dourados na tarde desta sexta-feira (7/12), emitiram nota tentando se justificar a respeito do fato. 

O documento foi assinado por todos os integrantes do grupo: Cido Medeiros (DEM), Júnior Rodrigues (PR), Silas Zanata (PPS), Bebeto (PR), Jânio Miguel (PR), Juarez de Oliveira (MDB), Carlito do Gás (Patriota) e Romualdo Ramim (PDT).

Como argumento, os parlamentares disseram ter ficado ‘assombrados’ com a direção da Casa, que, segundo eles, "simplesmente retardou a resposta ao requerimento de substituição dos membros da chapa Legislativo Forte como instrumento de manipulação oblíqua e ostensiva do processo eleitoral em questão”, diz, referindo-se a tentativa do grupo de trocar os nomes dos vereadores Pedro Pepa (DEM) e Cirilo Ramão (MDB), candidatos a presidente e segundo secretário, presos na quarta-feira acusados de participação de esquema de corrupção na Câmara, por Bebeto (PR) e Jânio Miguel (PR), respectivamente. 

A respeito do caso, o departamento jurídico da Casa ainda analisa a situação, conforme citou a presidente Daniela Hall (PSD) durante a sessão com ausência de quórum desta sexta. 

O prazo para os registros de chapa, conforme o regimento interno, é de até 48h antes do pleito, o que ocorreu. 

A questão agora é saber se existe a possibilidade de realizar a troca de nomes após o período. O novo pedido foi protocolado às 8h55 de quinta-feira, horas após a prisão dos três vereadores, portanto, fora do prazo. 

Em outro posicionamento, o grupo cita a não convocação de Maurício Lemes (PSB) para a posse como suplente de Idenor Machado (PSDB), outro legislador preso na quarta-feira, que ontem teria pedido afastamento do cargo por 32 dias. 

Como argumentação eles alegam o fato da vereadora Lia Nogueira (PR) ter sido empossada horas após o pedido de afastamento de Denize Portollan (PR), no Presídio Feminino de Rio Brilhante desde a Operação Pregão, desencadeada em 31 de outubro.

Maurício seria mais um nome da base aliada da prefeita Délia Razuk (PR) e poderia dar o voto 'salvador' a Pedro Pepa num possível empate entre as duas chapas.  

Sessão

A sessão que escolheria o novo presidente da Câmara de Dourados durou poucos minutos e foi encerrada por falta de quórum. 

Como justificativa da não realização do pleito, a presidente da Casa, Daniela Hall (PSD), citou o artigo 13 do regimento interno, de que, para ser realizada a eleição é necessário quórum de maioria absoluta, ou seja, a presença de 10, dos 19 vereadores da atual composição. 

Sem quantidade necessária, a presidente ainda solicitou a uma servidora e ao vereador Olavo Sul, que fossem até o gabinete dos faltosos para ver se estavam na Câmara. 

No andar onde ficam os vereadores, ninguém foi encontrado e os nomes devem ser encaminhados para uma comissão disciplinar por sugestão de Marçal Filho. 

Antes do encerramento, uma nova data da sessão foi definida e ocorrerá neste sábado (8/12), às 14h. 

Quem é quem?

Estiveram presentes na Casa os vereadores Alan Guedes (DEM), Daniela Hall (PSD), Sérgio Nogueira (PSDB), Marçal Filho (PSDB), Madson Valente (DEM), Lia Nogueira (PR), Elias Ishy (PT) e Olavo Sul (PEN). 

Já os ausentes foram Júnior Rodrigues (PR), Silas Zanata (PPS), Bebeto (PR), Jânio Miguel (PR), Juarez de Oliveira (MDB), Carlito do Gás (Patriota), Cido Medeiros (DEM) e Romualdo Ramim (PDT). 

Idenor Machado (PSDB), Cirilo Ramão (MDB) e Pedro Pepa (DEM), foram presos na quarta-feira na Operação Cifra Negra, investigados em fazer parte de esquema de corrupção dentro da Câmara, também estão ausentes. 

Pepa e Cirilo concorreriam nas eleições da Mesa Diretora nesta sexta-feira. O primeiro, como presidente e o emedebista no cargo de segundo suplente. 

A outra chapa é composta por Alan Guedes (DEM), Elias Ishy (PT) como vice, Sérgio Nogueira (PSDB) primeiro suplente e Daniela Hall (PSD) como segunda suplente. 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

COSTA RICA
Polícia procura mototaxista que sumiu ao aceitar levar passageiro em chácara
ELEIÇÕES
Candidatos à Reitoria da UFGD ainda participarão de três debates
RURAL
Ministério da Agricultura prepara MP que muda inspeção sanitária
UEMS
Palestra sobre meditação será nesta sexta-feira em Dourados
LEÃO
Entrega da declaração do Imposto de Renda 2019 começa dia 7 de março
IGUATEMI
Homem é preso após simular suicídio da namorada que matou enforcada
TEMPO
Sexta-feira de sol com aumento de nebulosidade em Dourados
UAU
Bruna Griphao deixa tanquinho à mostra durante passeio na cachoeira
RORAIMA
Venezuela fecha fronteira com o Brasil no horário determinado por Maduro
BR-060
Perseguição acaba com 3 presos e caminhonete com maconha apreendida

Mais Lidas

OPORTUNIDADE
Prorrogadas inscrições em processo seletivo para contratação de Assistentes de Atividades Educacionais
MAIS UM
Délia exonera secretário de Saúde e adjunta assume o posto
TURISMO
Deputado "mata" trabalho para passar nove dias em peregrinação
AMAMBAI
Homem mata a ex-mulher a facadas na frente dos sete filhos