Menu
Busca sábado, 22 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221
SEU BOLSO

"Tag" de parquímetro sobe 500% em menos de três anos em Dourados

17 abril 2019 - 08h04Por Gizele Almeida

O custo para adquirir uma Tag do estacionamento rotativo em Dourados é R$ 100. O valor tem sido motivo de críticas por parte da população. A empresa EXP Parking administra o serviço em Dourados desde 2016 e, de acordo com o apurado pelo Dourados News, quando as cobranças foram iniciadas, era possível encontrar o dispositivo carregado no valor de R$ 20.

Se comparado os valores, o aumento em dois anos é 500% para adquirir o item.

Tag é o dispositivo recarregável instalado no para-brisa do veículo. A cada vez que o usuário estaciona em vaga pré-determinada pela concessão, o valor do estacionamento é debitado de forma automática. 

Quem opta por comprar o produto não tem opção de parcelamento, sendo as formas de pagamento no débito ou crédito à vista ou no dinheiro. O valor pago é revertido em “crédito” para uso das vagas. 

O Dourados News levantou que o valor está em R$ 100 há cerca de três meses. Antes disso havia “passado” dos R$ 20 iniciais por R$ 40, R$ 50 e R$ 70. 

Na página oficial da EXP Parking na internet, consta que “para adquirir a Tag EXP, basta realizar recarga mínima de R$ 70”, no entanto, junto aos colaboradores da empresa, isso não procede, já que o mínimo é R$ 100.

O mesmo custo é apontado no item para outras cidades que a empresa atua como São Vicente-SP, Catalão-GO e Atibaia-SP. 

Quanto ao valor da hora de estacionamento, o custo atual é de R$ 2. Com a TAG existe a opção de pagar por frações de cinco minutos. Com os monitores e pontos de venda, existe a opção de pagar por frações de 10 minutos. 

O outro lado 

O Dourados News entrou em contato com representantes da empresa EXP para esclarecimentos quanto a elevação de valor na TAG, mas até a publicação do material, não houve retorno. 

O Dourados News também entrou em contato com a  Agetran (Agência de Trânsito e Transporte) de Dourados por meio do diretor Carlos Fábio Selhrost e a informação é que a o aumento no valor do dispositivo é motivo de avaliação atualmente. 

“A Agetran solicitou uma avaliação do contrato feito entre o município e a empresa para verificar a questão do aumento ocorrido na TAG. O pedido foi feito a Procuradoria do Município e aguardamos um parecer”, disse. 

Ele ressaltou que os valores cobrados por hora não sofreram modificações. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOAÇÃO DE SANGUE
Confira o cronograma do Hemosul para atendimento de carnaval
INTERNACIONAL
China já tem mais de 2.300 casos do novo coronavírus
TJMS
Expediente no Judiciário retorna apenas na quinta-feira
CAMPO GRANDE
Justiça manda município reformar escola rural pioneira
CAMPO GRANDE
Bandidos invadem condomínio de luxo e levam joias, dinheiro e armas
CAMPEONATO CARIOCA
Flamengo e Boavista decidem primeiro turno neste sábado
SEGURANÇA PÚBLICA
Operação Fronteira Segura é deflagrada no Sul do Estado
CORUMBÁ
Homem morre ao ser esfaqueado e assassino é preso
GAUCHÃO
Grêmio encara decisão contra o Caxias
DESACATO
Filha de vereador é presa após xingar policiais em blitz

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher ameaça se jogar de torre no Jardim Guaicurus
DOURADOS
Fechamento e promoções levam multidão a fazer fila em hipermercado
DOURADOS
Após negociação, mulher é resgatada de torre no Guaicurus
DOURADOS
Bombeiro usou técnica de rapel para resgatar mulher em torre