24/01/2014 08h21 -

Unigran renova convênio com Tribunal Regional do Trabalho

 

Decom
 
A reitora durante a assinatura de renovação do convênio com o presidente do TRT/MS, desembargador Francisco Lima Filho

A reitora durante a assinatura de renovação do convênio com o presidente do TRT/MS, desembargador Francisco Lima Filho

Nesta semana a Unigran renovou com o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 24ª Região o convênio para o projeto Educação, Justiça e Trabalho. A parceria foi renovada por mais dois anos e a finalidade é estabelecer um canal de interação entre as duas instituições. Durante o projeto os acadêmicos do curso de Direto da Unigran participarão de audiências simuladas com a participação de juízes do TRT/MS.

Joe Graeff Filho, coordenador do Curso de Direito da Unigran, afirma que o projeto possibilita por um lado uma aproximação maior dos acadêmicos com a realidade. “Eles verão realmente como funciona a prática jurídica na esfera trabalhista, na reconstrução de processos já julgados e finalizados, que são as audiências simuladas. Por outro lado o projeto cumpre o propósito do TRT da 24º Região em participar ativamente do processo de educação jurídica desenvolvendo ainda mais seu papel social”, destaca.

Para a reitora da Unigran, Rosa Maria D'Amato De Déa, a renovação do convênio firmada esta semana é, “mais uma ação importante do TRT e da Instituição de Ensino para aperfeiçoar a atividade prática dos acadêmicos, fazendo jus a nota máximo atribuída pelo Ministério da Educação (MEC) ao curso de Direito da Unigran no último Enade, que atingiu o CPC 5 (Conceito Preliminar de Curso)” .

O coordenador explica que os acadêmicos trabalharão reconstruindo e realizando todas as fases processuais desde o ingresso da ação, como a realização de audiências com a presidência do Magistrado até a fase recursal. “A oportunidade de participação nesse projeto de extensão em convênio com o TRT 24º Região é uma oportunidade ímpar para qualquer acadêmico de Direito, até mesmo pela natureza especial do processo do trabalho, o que trará a possibilidade de exercício prático real dos conhecimentos adquiridos nos bancos escolares em experimento idêntico ao que acontecerá no exercício da profissão”, conclui Joe Graeff.