Menu
Busca quarta, 19 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Três foram presos por embriaguez neste domingo

07 janeiro 2013 - 09h17

Eduarda Rosa e Osvaldo Duarte

Neste final de semana foram quatro os flagrantes por embriaguez, só ontem (06/01) três foram presos:

I

Na Rua José Roberto Teixeira Assis Rasslem foi preso Peterson Enequino Palhano, 32 anos, que pilotava uma motocicleta Honda CB 300, com placa de Dourados. Ele atravessou o semáforo vermelho e chamou a atenção da Guarda Municipal, às 11 horas deste domingo.

Ao ser abordado ele não portava Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). Negou-se a fazer o bafômetro, contudo confessou ter ingerido bebida alcoólica, foi atuado em flagrante e a fiança arbitrada em R$1356.

II

Na BR 463, às 9 horas da manhã de ontem, foi preso pela Polícia Rodoviária Federal, José Valmir Faria Leite, 44 anos. Ele pilotava uma moto Honda CG 150, com placa de Dourados. Ao soprar o bafômetro o índice alcançado foi 0.56, por isso foi atuado em flagrante, a fiança foi arbitrada em R$ 1356. Continua preso, por ainda não ter pago.

III

Também foi atuado pela Polícia Rodoviária Federal, Bruno Luiz de Souza, 24 anos, morador no Jardim Maracanã, às 17h50 deste domingo (06/01), na BR 163, km 258.

Ele dirigia um veículo Fiat/Uno Mile e ao soprar o bafômetro foi constado o índice de 0.65. Ele disse que estava em uma festa em uma chácara e havia acabado a bebida, então ele saiu para comprar mais.

Foi abordado, pagou fiança de R$ 2712.


#O QUE MUDA NO CÓDIGO DE TRÂNSITO COM A NOVA LEI SECA

Art. 306 - Parte principal foi alterada:

ANTES

Conduzir veículo automotor, na via pública, estando com concentração de álcool por litro de sangue igual ou superior a 6 decigramas, ou sob a influência de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência


DEPOIS

Conduzir veículo automotor com capacidade
psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra
substância psicoativa que determine dependência


Novas formas de comprovação:

1 - concentração igual ou acima de 6 dg/L de álcool no sangue ou de 0,3 mg/L no ar alveolar (medido por bafômetro)

2 - sinais que indiquem, segundo o Contran, alteração da capacidade psicomotora

3 - imagem, vídeo, testemunhas e outras provas lícitas

Pena continua igual: detenção, de seis meses a 3 anos, multa e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo


Art. 165 - Pena administrativa: Infração gravíssima - 7 pontos na carteira

Multa: R$ R$ 957,70 e suspensão do direito de dirigir por 1 ano - R$ 1.915,40 e suspensão do direito de dirigir por 1 ano



Medida administrativa: retenção do veículo até a apresentação de condutor habilitado e recolhimento da habilitação - Recolhimento da habilitação e retenção do veículo


Se houver reincidência em até 1 ano, a multa é o dobro

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Câmara dos Deputados aprova MP do Agro; texto segue para Senado
UEMS
Inscrições abertas para Exame de Proficiência em Línguas Estrangeiras
ECONOMIA
BC anuncia amanhã marca para pagamento instantâneo no Brasil
PARANÁ
Desembargadora suspende demissões que motivaram greve na Petrobras
UFGD
Revista Videre realiza a primeira chamada de artigos do ano de 2020
BATAYPORÃ
Corpo de homem é encontrado por funcionários durante colheita de soja
SAÚDE
Governo Entrega Estação De Tratamento De Água Em Sete Quedas
INVESTIGAÇÃO
CNJ manda tribunal apurar ida do juiz Bretas a atos com Bolsonaro
NOVA ANDRADINA
Mulher é presa após furtar produtos do interior de supermercado
POLÍTICA
Senadores e deputados reagem à ofensa de Bolsonaro a repórter da Folha

Mais Lidas

DOURADOS
Ferido com tiro no peito, entregador chega pilotando moto na UPA
DOURADOS
Líderes de motim que causou estragos na Unei são levados à delegacia
DOURADOS
VÍDEO: Internos 'batem grade' e queimam colchões em princípio de rebelião na Unei
FRONTEIRA
Festa termina com aniversariante e convidado assassinados por pistoleiros