Menu
Busca sexta, 17 de agosto de 2018
(67) 9860-3221

TJ nega liminar para soltar ex-vereadores

17 maio 2011 - 15h32

O TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) negou liminar em habeas corpus aos ex-vereadores de Dourados, Humberto Teixeira Júnior e Sidlei Alves. A liminar foi negada ontem pelo desembargador Carlos Eduardo Contar, mas o mérito do pedido ainda será analisado pela justiça.

Eles estão presos desde 29 de abril. O ex-vereadores, que enfrentam a terceira prisão em dois anos, foram alvos da operação Câmara Secreta. Realizada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), a ação denunciou esquema envolvendo fraudes por meio de empréstimos consignados de servidores da Câmara de Dourados.

Além dos ex-vereadores, foram presos Rodrigo Terra (assessor de Humberto) e Amilton Salina (ex-diretor financeiro).

Os holerites dos servidores eram falsificados pelo então diretor financeiro da Câmara, a mando dos dois vereadores. Os valores eram aumentados em até cinco vezes, para conseguir emprestar grandes somas. Dos denunciantes, dois eram servidores fantasmas.

Salina foi solto um dia depois da prisão. Os ex-vereadores estão na Phac (Penitenciária de Segurança Máxima Harry Amorim Costa).

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSOS
Gracyanne Barbosa ousa em posição e deixa bumbum em evidência
ASSEMBLEIA
Projeto aprovado eleva Comarca de Rio Verde à categoria de segunda entrância
TECNOLOGIA
Anatel abre consulta pública sobre uso de faixa de frequência para 5G
JUCEMS
MS abriu mais de 500 empresas em julho
FLAGRANTE
Polícia prende em Corumbá foragido da Justiça do Maranhão
ELEIÇÕES 2018
TSE nega participação de Lula em debate na TV amanhã
ESPECIALIZAÇÃO
IFMS abre matrícula para especialização em Docência para Educação Profissional
ENSINO SUPERIOR
Estudantes que vão concluir graduação já podem se cadastrar no Enade 2018
REAJUSTE SALARIAL
Frentistas de MS tentam reajuste salarial desde 1º de março
COTAÇÕES
Dólar tem leve alta e volta ao patamar de R$ 3,90 com incerteza eleitoral

Mais Lidas

DOURADOS
Madrasta de criança morta é autuada por homicídio
DOURADOS
Além da madrasta, delegado autua o pai e ambos responderão pela morte de criança
DOURADOS
Criança de 1 ano teve trauma no tórax e laceração hepática
DOURADOS
Criança possuía lesões na cabeça e pescoço e polícia investiga o caso