Menu
Busca domingo, 08 de dezembro de 2019
(67) 9860-3221
DOURADOS

Mortos na aldeia eram tio e sobrinho e foram assassinados a golpes de facão

15 junho 2019 - 08h15Por Gizele Almeida e Osvaldo Duarte

Os dois homens encontrados mortos na Reserva Indígena de Dourados foram mortos com golpes de facão. A polícia informou há pouco que Pedro Avila Morales Filho,19, e Josias da Silva Machado,48, devem ter sido assassinados na noite desta sexta-feira (14) e tinham parantesco, eram tio e sobrinho. 

Pedro Avila era conhecido como “Pedrinho” e foi morto com golpes de facão, sendo que um desses atingiu seu rosto que ficou desfigurado. 

Josias conhecido como "Dudão" foi morto pelos mesmos meios, com golpes que atingiram principalmente cabeça e pescoço. 

Conforme mostrado pelo Dourados News, os corpos foram encontrados por populares que avisaram lideranças indígenas da região que entraram em contato com a polícia. 

Os corpos estavam em um ponto conhecido como estrada do “Brejinho”, próximo a Missão Caiuás. 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FUTEBOL DE MS
MPE notifica federação e clubes da Capital ficam sem estádio para jogar
ECONOMIA
Mapa identifica recuo no preço da carne bovina na primeira semana de dezembro
CAMPO GRANDE
Identificado assaltante morto após confronto com a polícia
FUTEBOL
Prêmio Brasileirão 2019 reunirá craques na próxima segunda
CAMPO GRANDE
Projeto de ciêcias leva escola a economiza 2 mil litros de água por mês
DOURADOS
Previsão climática aponta possibilidade de chuva a partir de domingo
DOURADOS
Cantata de Natal convida a seguir ensinamentos de Jesus Cristo
AQUIDAUANA
Mulher acaba ferida após briga entre irmãos
COMER BEM
Restaurante Senhoritta oferece espaço climatizado para confraternizações
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 3 milhões

Mais Lidas

POSSE
Delegado de MS assume comando de associação nacional
CONCESSÃO
MS 306: melhoria da logística gera desenvolvimento econômico para Mato Grosso do Sul
AGENDA LEGISLATIVO
Última reunião do Parlamento Jovem e Cantata de Natal marcam a semana
BRASIL
Prêmio Capes vai distribuir R$ 5 mil para os primeiros mil colocados