Menu
Busca domingo, 23 de setembro de 2018
(67) 9860-3221
PROJETO DE LEI

Sob protesto dos educadores, PME é aprovado por vereadores

23 junho 2015 - 08h36

Sob protesto de dezenas de educadores que estiveram na Câmara de Dourados, os vereadores aprovaram na noite de segunda-feira (22) em segunda votação, o projeto de lei 60/2015, que trata do PME (Plano Municipal de Educação).

Pela manhã, eles já haviam discutido o projeto encaminhado pelo Executivo durante sessão extraordinária. Foram 14 votos favoráveis. De acordo com o Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação), vários pontos tratados em reuniões entre a classe e a administração para o cumprimento de metas foram modificados.

Durante a tarde, na intenção de evitar a votação com as mudanças, o vereador Elias Ishy (PT) chegou a protocolar na Casa de Leis, 118 emendas modificativas e 76 emendas aditivas, porque segundo ele, após a apresentação do projeto com as alterações, não houve diálogo com o município.

“Estamos apresentando essas emendas porque depois de diversas tentativas de diálogo, desde a semana passada, a prefeitura se recusou a debater e apresentar justificativas para tantas alterações e supressões ao texto original do Plano, que foi construído ao logo de dezoito meses de debates envolvendo toda a Rede Municipal de Educação e a sociedade douradense”, afirmou Ishy, que em seguida alegou ‘retrocesso’ nos avanços conseguidos pela classe.

“Com as supressões e alterações, todas as 20 metas do PME ficarão gravemente prejudicadas, permitindo que a prefeitura se exima de cumprir as estratégias dentro dos prazos aprovados na Conferência Final do PME”, apontou. O projeto foi enviado para a Câmara no dia 16 de junho.

PROTESTOS

Com gritos e palavras de ordem, os educadores levantaram cartazes contra o projeto durante toda a sessão. No total, 14 vereadores foram favoráveis ao Plano que tinha prazo máximo a ser entregue aprovado até o dia 24 de junho.

Foram contrários ao projeto de lei os vereadores Elias Ishy (PT), Virgínia Magrini (PP), Délia Razuk (PMDB) e Dirceu Longhi (PT).

O Dourados News tentou contato por telefone com a secretária de Educação de Dourados, Marinisa Mizoguchi, para esclarecer as situações apontadas pelos educadores, porém, não foi atendido. Em seguida, a assessoria de imprensa do município também foi contatada, mas até o fechamento do material não havia retornado.

Criado pelo MEC (Ministério da Educação) para seguir o PNE (Plano Nacional de Educação), o PME é elaborado visando metas a serem cumpridas num período de 10 anos, ou seja, entre 2015 e 2024, o município deverá seguir os padrões apontados nesse projeto.

Segundo o Ministério, o Plano Municipal terá a responsabilidade de traduzir e conciliar os desejos, as necessidades e as capacidades educacionais do município para a oferta da educação básica (em todas as suas etapas e modalidades) e também de ensino superior. Precisa levar em consideração a trajetória histórica, as características socioculturais e ambientais, a vocação e a perspectiva de futuro do município.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSOS
Luisa Sonza relata críticas após procedimento: 'Acharam feio'
MEDIDA
ANP vai fazer consulta para substituir GNL importado por gás doméstico
TEMPORAL
Chuva e ventos fortes derrubam árvores em Dourados
LADÁRIO
Três pessoas ficam feridas em capotagem de carro
INVESTIGAÇÃO
Polícia Federal reforça versão de que agressor de Bolsonaro atuou sozinho
CAPITAL
Carreta tomba com 27 toneladas de agrotóxico
POLÍTICA
Temer viaja a Nova York para participar da Assembleia Geral da ONU; Toffoli assume Presidência
PONTA PORÃ
PM recebe solicitação por desentendimento familiar e captura foragido
CAPITAL
Homem é encontrado morto com tiro na cabeça
TRÁFICO DE DROGAS
PRF apreende 42kg de maconha e skank após fuga de condutor

Mais Lidas

DOURADOS
Amiga de jovem encontrada morta é presa acusada por tráfico e por alterar a cena do crime
DOURADOS
Jovem foi espancada até a morte no Pelicano
DOURADOS
Jovem é encontrada morta no Jardim Pelicano
OPERAÇÃO NEPSIS
Ação conjunta prende cinco Policiais Rodoviários Federais em MS