Menu
Busca quinta, 17 de janeiro de 2019
(67) 9860-3221
DOURADOS

Sindicom recebe empresários para discussão da nova CCT 2017/2018

26 setembro 2017 - 19h20

Com a proximidade da data-base relativa a Convenção Coletiva do Trabalho do Comércio em geral, que coincide com o período em que entrará em vigor a Reforma Trabalhista, empresários e entidade ligadas ao setor estão preocupados com alguns pontos considerados polêmicos. Diante disso, aconteceu nesta segunda-feira (25), às 15h, no Sindicom (Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista de Dourados), uma reunião entre o presidente da entidade Valter de Castro e alguns empresários e representantes da classe patronal.

Durante a conversa foram apontados os pontos que geram controvérsias entre os empresários e que serão discutidos e negociados com o sindicato laboral, de acordo com a legalidade.

Para o Advogado e professor José Carlos Parpinelli Júnior "a pretensão é consolidar um texto equilibrado que absorva as inovações trazidas pela reforma trabalhista".

Ainda sobre as mudanças que já estão previstas pela Reforma Trabalhista, o presidente do Sindicom Valter Castro, "estamos estudando com afinco a reforma para nos prepararmos para a negociação coletiva, pois não podemos esquecer que o intuito desta mudança é justamente flexibilizar essa relação, para que possamos gerar um ambiente mais favorável ao setores produtivos, aumentando a produtividade e a geração de emprego e renda na cidade. Mas é claro, sem esquecer, do equilíbrio necessário nesta negociação a fim de que possa atender aos anseios dos trabalhadores e não os prejudicar, o que não é o interesse de nenhum empregador".

Entenda o que é a Convenção Coletiva

A Convenção Coletiva do Trabalho é o instrumento regulatório das relações do trabalho entre patrões e empregados do comércio atacadista e varejista da cidade de Dourados. Para isso, os sindicatos patronais (empregadores) e laborais (empregados) se reúnem anualmente e negociam este documento. No documento estão contidos pontos como reajuste e piso salarial, horário de funcionamento, licenças e etc. A data base para o documento é 1º de novembro, sendo sua vigência até dia 31 de outubro de 2017. Para ter acesso ao documento na íntegra, [clique aqui](http://www.sindicom-dourados.org.br/servicos/convencao-coletiva-de-trabalho).


Deixe seu Comentário

Leia Também

CRIATIVIDADE
Conheça a casa flutuante dobrável desenvolvida para vítimas de terremotos
ATENÇÃO
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana em MS
BALANÇO
Guarda apreendeu quase 2t de drogas na rodoviária de Dourados em 2018
EMBOSCADA
Dupla morta em atentado foi executada a tiros de pistola 9mm
BRASIL
Brasil bate recorde de mortes violentas em 2017
NOVELA
Nova personagem de Letícia Persiles aparece no presente em ‘Espelho da Vida’
TOMA LÁ, DA CÁ!
Comitiva do PSL com dois parlamentares de MS na China é chamada de "semianalfabeta" por "guru" de Bolsonaro
VINGANÇA
Após execução, fronteira entra em alerta para “guerra sangrenta” por domínio do tráfico
ATAQUE
Jornalista sofre 3º atentado em três anos e tem carro incendiado
ESTADO
16 cidades de MS fecham 2018 sem nenhum homicídio

Mais Lidas

DOURADOS
Rapaz assassinado em emboscada foi preso por tentativa de furto a caixa eletrônico
NOVA LEI
Multa mínima para quem capturar Dourado na próxima temporada de pesca será de R$ 2,7 mil
INQUÉRITO CIVIL
Denúncia leva MP investigar recursos destinados à Saúde de Dourados
DOURADOS
Seis são apontados por participação em emboscada que matou interno do Semiaberto