Menu
Busca terça, 18 de junho de 2019
(67) 9860-3221
DOURADOS

Sindicom recebe empresários para discussão da nova CCT 2017/2018

26 setembro 2017 - 19h20

Com a proximidade da data-base relativa a Convenção Coletiva do Trabalho do Comércio em geral, que coincide com o período em que entrará em vigor a Reforma Trabalhista, empresários e entidade ligadas ao setor estão preocupados com alguns pontos considerados polêmicos. Diante disso, aconteceu nesta segunda-feira (25), às 15h, no Sindicom (Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista de Dourados), uma reunião entre o presidente da entidade Valter de Castro e alguns empresários e representantes da classe patronal.

Durante a conversa foram apontados os pontos que geram controvérsias entre os empresários e que serão discutidos e negociados com o sindicato laboral, de acordo com a legalidade.

Para o Advogado e professor José Carlos Parpinelli Júnior "a pretensão é consolidar um texto equilibrado que absorva as inovações trazidas pela reforma trabalhista".

Ainda sobre as mudanças que já estão previstas pela Reforma Trabalhista, o presidente do Sindicom Valter Castro, "estamos estudando com afinco a reforma para nos prepararmos para a negociação coletiva, pois não podemos esquecer que o intuito desta mudança é justamente flexibilizar essa relação, para que possamos gerar um ambiente mais favorável ao setores produtivos, aumentando a produtividade e a geração de emprego e renda na cidade. Mas é claro, sem esquecer, do equilíbrio necessário nesta negociação a fim de que possa atender aos anseios dos trabalhadores e não os prejudicar, o que não é o interesse de nenhum empregador".

Entenda o que é a Convenção Coletiva

A Convenção Coletiva do Trabalho é o instrumento regulatório das relações do trabalho entre patrões e empregados do comércio atacadista e varejista da cidade de Dourados. Para isso, os sindicatos patronais (empregadores) e laborais (empregados) se reúnem anualmente e negociam este documento. No documento estão contidos pontos como reajuste e piso salarial, horário de funcionamento, licenças e etc. A data base para o documento é 1º de novembro, sendo sua vigência até dia 31 de outubro de 2017. Para ter acesso ao documento na íntegra, [clique aqui](http://www.sindicom-dourados.org.br/servicos/convencao-coletiva-de-trabalho).


Deixe seu Comentário

Leia Também

FUTEBOL FEMININO
Com gol de Marta, Brasil vence Itália e garante vaga nas oitavas da Copa do Mundo
DECOLA MS
Azambuja assina decreto de incentivo a ampliação de voos em MS
RESERVA INDÍGENA
Dois são presos suspeitos pelas mortes de tio e sobrinho em Dourados
ATLETISMO
Douradense vence duas provas do Estadual Caixa na Capital
CAMPO DOURADO
Menor que pedia carona é detida com maconha em Dourados
TV EDUCATIVA
Fertel e Funesp reforçam parcerias para transmissão e divulgação de competições
BRASIL
Resultado da primeira chamada do ProUni está disponível
PARANAÍBA
Quadrilha sequestra piloto para roubar aeronave em MS
EDUCAÇÃO
Baixo desempenho da rede de ensino em cidade de MS será debatido
BRASIL
CCJ aprova convite para Dallagnol explicar troca de mensagens com Moro

Mais Lidas

AQUIDAUANA
Douradense desaparece nas águas do rio Aquidauana durante banho
PARAGUAI
Motim termina com 10 mortos e presos queimados e decapitados
DOURADOS
Perseguição na Coronel Ponciano termina com homem preso e apreensão de mais de 700kg de maconha
MASSACRE EM SAN PEDRO
Ministro paraguaio promete expulsar membros do PCC após motim com 10 mortos