Menu
Busca terça, 17 de julho de 2018
(67) 9860-3221
DOURADOS

Sindicom recebe empresários para discussão da nova CCT 2017/2018

26 setembro 2017 - 19h20

Com a proximidade da data-base relativa a Convenção Coletiva do Trabalho do Comércio em geral, que coincide com o período em que entrará em vigor a Reforma Trabalhista, empresários e entidade ligadas ao setor estão preocupados com alguns pontos considerados polêmicos. Diante disso, aconteceu nesta segunda-feira (25), às 15h, no Sindicom (Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista de Dourados), uma reunião entre o presidente da entidade Valter de Castro e alguns empresários e representantes da classe patronal.

Durante a conversa foram apontados os pontos que geram controvérsias entre os empresários e que serão discutidos e negociados com o sindicato laboral, de acordo com a legalidade.

Para o Advogado e professor José Carlos Parpinelli Júnior "a pretensão é consolidar um texto equilibrado que absorva as inovações trazidas pela reforma trabalhista".

Ainda sobre as mudanças que já estão previstas pela Reforma Trabalhista, o presidente do Sindicom Valter Castro, "estamos estudando com afinco a reforma para nos prepararmos para a negociação coletiva, pois não podemos esquecer que o intuito desta mudança é justamente flexibilizar essa relação, para que possamos gerar um ambiente mais favorável ao setores produtivos, aumentando a produtividade e a geração de emprego e renda na cidade. Mas é claro, sem esquecer, do equilíbrio necessário nesta negociação a fim de que possa atender aos anseios dos trabalhadores e não os prejudicar, o que não é o interesse de nenhum empregador".

Entenda o que é a Convenção Coletiva

A Convenção Coletiva do Trabalho é o instrumento regulatório das relações do trabalho entre patrões e empregados do comércio atacadista e varejista da cidade de Dourados. Para isso, os sindicatos patronais (empregadores) e laborais (empregados) se reúnem anualmente e negociam este documento. No documento estão contidos pontos como reajuste e piso salarial, horário de funcionamento, licenças e etc. A data base para o documento é 1º de novembro, sendo sua vigência até dia 31 de outubro de 2017. Para ter acesso ao documento na íntegra, [clique aqui](http://www.sindicom-dourados.org.br/servicos/convencao-coletiva-de-trabalho).


Deixe seu Comentário

Leia Também

GATA
Atriz Taís Araújo exibe corpão em clique de biquíni na praia
LIMINAR
Justiça proíbe Crivella de usar máquina para beneficiar grupos religiosos
4ª FASE
Copa Assomasul fecha rodada em Itaquiraí com 10 equipes classificadas
QUADRILHA
Motorista cai no golpe do falso frete, é feito refém e perde caminhão
TECNOLOGIA
Tribunal de Justiça aprimora a proteção contra ameaças digitais
CAMPO GRANDE
Caminhoneiro é preso por desviar carga de carne para revender
SIDROLÂNDIA
Prefeitura abre concurso com 207 vagas e salários de até R$ 11 mil
BATAGUASSU
Motorista perde o controle e abandona carro carregado com maconha
UFGD
Chamada Pública seleciona Cases de Sucesso de Empresas Juniores
MARACAJU
Ladrões invadem fazenda e furtam soja avaliada em R$ 70 mil

Mais Lidas

ACIDENTE
Douradense morre horas depois de cair do cavalo em fazenda
BUSCAS
Pai busca notícias sobre filho adolescente desaparecido em Dourados
DOURADOS
Homem é assassinado na porta da própria casa
DOURADOS
Polícia prende assassino de mecânico morto a pauladas