Menu
Busca terça, 21 de maio de 2019
(67) 9860-3221

Simted passa a atender em meio expediente a partir de amanhã

06 janeiro 2013 - 16h38

O Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação – Simted de Dourados informa que no período de final de ano e começo de 2013 atenderá em horário diferenciado.

O sindicato esteve em recesso do dia 19 de dezembro de 2012 até a última sexta-feira, dia 04 de janeiro de 2013, quando não foi oferecido expediente. Já a partir de amanhã, dia 07 de janeiro até 06 de fevereiro, o atendimento ocorrerá na parte da manhã, das 07h30 às 11h30.

Depois o atendimento será normalizado, das 07 às 12 e das 13 horas às 17h30. O horário diferenciado foi adotado para que haja um revezamento no período de descanso dos funcionários que diariamente prestam serviço à professores e servidores das escolas da cidade e também porque coincide com as férias escolares dos filiados do sindicato, gerando menos demandas de atendimento e economia de despesas na sede sindical.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Sabrina Sato posa em ensaio de moda praia: "de boa já com o biquíni"
NOVA ANDRADINA
Polícia fecha "boca de fumo" chefiada por adolescente de 17 anos
PGR
Procurador de Mato Grosso do Sul disputa sucessão de Raquel Dodge
ENERGIA ELÉTRICA
Aneel reajusta valor das bandeiras tarifárias; maior é de 50% na amarela
PANTANAL
Empresários realizam encontro da pesca em apoio a cota zero
BRASIL
Senado aprova regulamentação da profissão de cuidador de idosos
CRIME AMBIENTAL
Paranaense é autuado em R$ 12 mil por armazenamento de madeira ilegal
CONCURSO
IBGE lança edital com 209 vagas de recenseador e agente censitário
CAPITAL
Travesti é suspeita de matar vendedor de 48 anos com 14 facadas
SELEÇÃO
UEMS abre inscrições para processo seletivo de professores temporários

Mais Lidas

ITAPORÃ
PM da reserva morre em acidente próximo a ponte do Rio Santa Maria
DOURADOS
Comissão vota contra o próprio parecer e Idenor se salva de cassação
EDUCAÇÃO
Inscrições do Encceja 2019 começam nesta segunda-feira
DOURADOS
Ex-líder da prefeita Délia Razuk é alvo de pedido de cassação