Menu
Busca segunda, 27 de maio de 2019
(67) 9860-3221
ECONOMIA

Sem sobras da Páscoa, comércios descartam promoções de liquidação em Dourados

23 abril 2019 - 11h21Por Vinicios Araújo

A Páscoa passou e como todo ano sempre surge aquela expectativa com as promoções de liquidação. Mas, pelo visto, desta vez o douradense não terá muitas possibilidades de garantir os principais produtos da época com preços reduzidos. O fato é que os supermercados e lojas de chocolate não registraram sobras expressivas, descartando as ofertas para queima de estoque. 

Nesta manhã a reportagem visitou alguns estabelecimentos e constatou a ausência daqueles famosos mostruários de ovos e também dos grandes cartazes chamativos para ofertas em peixes. 

Em uma loja supermercadista localizada próximo ao Centro da cidade, o gerente Marcos Padovan garantiu venda completa nesta Páscoa. Ele detalhou neste ano a loja da rede em que ele gerencia, optou por reduzir a compra dos ovos em 10%. A preocupação foi com a baixa saída, mas no final das contas o que se viu foi um show de vendas. 

Ele acredita que com a alta do dólar, que teve cotação média de R$ 3,84 em março, os consumidores optaram por comprar chocolates no lado brasileiro da fronteira. Ele garante que o impacto positivo foi expressivo em toda rede de lojas ao qual ele atua. 

“Às vezes em um supermercado ou outro sobra alguma coisinha, aí mandam pra cá, a gente coloca pra venda. Mas num modo geral, todas as lojas saíram com saldo positivo neste ano”, disse.

Na venda dos peixes, Padovan também destacou vantagens, principalmente no Bacalhau. “Tivemos um resultado de 30% a mais na venda do Bacalhau comparado ao passado. Os peixes num geral saíram muito bem aqui. Não teve rescaldo de estoque”, disse.

Em outro comércio, desta vez na região do Jardim Novo Horizonte, o gerente Antônio Souza de Oliveira comentou que especificamente em ovos de chocolate e peixe, não houve registro além do esperado.

Ele confirma que no comércio não há uma cultura de investimento massivo sobre esses produtos, o que não resultou em um levantamento expressivo, porém ressaltou que setores como açougue e bebidas tiveram saída bem maior do que no ano passado.

“Temos uma cultura diferenciada aqui na loja, não investimos além do que já havíamos programado. Dessa forma conseguimos suprir o esperado nesses produtos específicos. Mas no geral o supermercado registrou um saldo bem vantajoso comparado à Páscoa passada, principalmente no açougue e bebidas”, disse.

Ainda falando de chocolate, a empresária Mara Trew, dona de uma franquia de chocolaterias em Dourados, disse que essa foi a melhor Páscoa nos últimos dois anos. Ela comentou que ampliou o estoque em mais de 3 mil ovos, comparado a 2018.

Na análise da empresária, competitividade e força da marca auxiliaram nos resultados positivos. “Não tivemos sobras, até os quebrados estão saindo. Acredito que a marca e os preços muito competitivos com outros fornecedores promoveram esse resultado”, comentou

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAUUUUU!!
Ellen Roche faz clique só de lingerie e é elogiada por internautas
RIO NEGRO
Ambiental fecha segunda olaria ilegal e autua proprietário em R$ 5 mil
MATO GROSSO DO SUL
Campanha Estadual de Combate ao Feminicídio será lançada amanhã
MS-164
Mulheres são flagradas transportando maconha em ônibus
DOURADOS
Douradenses vão às ruas apoiar medidas de Bolsonaro
MUNDO
Tremor de magnitude de 8,1 graus abala noroeste do Peru
EVENTOS
Semana do Leite terá palestras, doações e discussão sobre a conjuntura da atividade em MS
BRASIL
Projeto garante defesa de animais em casos de desastres ambientais
MÚSICA
Almir Sater faz show gratuito hoje em Dourados
AINDA DÁ TEMPO
Concurso público da PM e Bombeiros: candidatos têm até hoje para preencher ficha da Investigação Social

Mais Lidas

ITAQUIRAÍ
Empresário é executado no Sul do Estado
TRÁFICO
Ação conjunta apreende 556 quilos de cocaína em ônibus de turismo religioso
FLAGRANTE
Polícia prende grupo caçando com 19 cães e lanças para abate
ITAQUIRAÍ
Comerciante foi executado com cinco tiros enquanto lavava residência