Menu
Busca quarta, 21 de agosto de 2019
(67) 9860-3221
JULHO AMARELO

Saúde desenvolve campanha sobre IST e Hepatites Virais em Dourados

17 julho 2019 - 12h35Por Da Redação

Com o objetivo de conscientizar e mobilizar a sociedade sobre o aumento do número de casos das IST e Hepatites Virais no município, e a vulnerabilidade a que as pessoas se colocam com a prática do sexo sem proteção o Departamento de Vigilância em Saúde e Programa Municipal de IST/Aids e Hepatites Virais, irá realizar ações de prevenção durante todo o sábado, dia 27, em razão do Julho Amarelo.

“Embora o Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais seja em 28 de julho, a campanha será realizada no dia 27, sábado, com intuito de obter maior alcance de público”, explica o diretor do Departamento de Vigilância em Saúde, Emerson Eduardo Correa. 

As orientações prestadas por profissionais da equipe ocorrerão na Praça Antônio João, além de pontos estratégicos da Avenida Marcelino Pires, no horário entre 7h e 17h. Durante a ação haverá distribuição de preservativos, folders informativos e oferta de testagem rápida para Hepatites B e C.

Além da testagem rápida, que será realizada no prédio de Serviço Especializado - SAE/CTA, na Rua dos Missionários, 420, serão distribuídos panfletos e informativos, bem como ocorrerá o sorteio de camisetas.

A secretária municipal de Saúde, Berenice de Oliveira Machado, diz que a ação busca reduzir o número de casos e promover qualidade de vida e tratamento aos que já convivem com o diagnóstico, por meio de orientações das demais formas de prevenção e cuidado. 

“O uso do preservativo ainda é a alternativa mais eficaz e segura na prevenção das IST. Por isso, a estratégia de distribuição de camisinhas em pontos de grande concentração de pessoas nesta época do ano é fundamental para sensibilizar a população sexualmente ativa para a prática de sexo seguro”, diz.

Aurenita Barbosa, do Programa Municipal de IST/Aids e Hepatites Virais explica ainda que a ampliação do acesso aos diagnósticos costuma ser um desafio aos programas de saúde pública. “Com intuito se facilitar esse acesso, os testes rápidos, que podem ser realizados durante atendimento ou consulta em qualquer local, aumentam a resolutividade do SUS ao facilitar, ao indivíduo, o conhecimento de sua situação imunológica em pouco tempo”, observa.

No Brasil, as hepatites virais mais comuns são as causadas pelos vírus A, B e C. Existem, ainda, os vírus D e E, sendo este último mais comum na África e na Ásia. Milhões de pessoas no Brasil são portadoras dos vírus B ou C e não sabem. O risco de evolução da doença é a consequência de danos mais graves ao fígado: cirrose e câncer. Por isso, é importância da testagem.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SETEMBRO
Grupo traz terapias diversas a preço acessível em Dourados, no dia 07
DOURADOS
Vigilância Sanitária notifica Funsaud e pode interditar setores do HV por mofo em paredes
BRASIL
Banco Central vende dólares das reservas pela primeira vez em dez anos
IVINHEMA
Motorista fura dois bloqueios policiais, foge e abandona carro com mais de 700kg de maconha
59 ÓBITOS
Saúde confirma mais uma morte por gripe em MS
LEGISLATIVO
ALMS derruba veto e projeto que beneficia mesários vai à promulgação
EDUCAÇÃO
Prova do Encceja será no dia 25 de agosto; veja passo a passo para consultar locais
OPORTUNIDADE
TVE Cultura reúne setor audiovisual de MS e anuncia edital de R$ 6 milhões para produções
BRASIL
União pode bloquear repasses voluntários a estados, decide STF
DOURADOS
Denúncia contra vereadores é por tráfico de influência em projetos habitacionais

Mais Lidas

ESTUPRO
Homem é preso após dormir com a namorada de 11 anos
DOURADOS
Ladrão é preso acusado no furto de carro, R$ 30 mil em joias e eletrônicos
CAARAPÓ
Colisão frontal entre carretas deixa um morto na BR-163
POLÍCIA
Integrante de quadrilha especializada em roubo à famílias é apresentado pelo SIG