Menu
Busca segunda, 21 de maio de 2018
(67) 9860-3221
SICREDI
APERTO FINANCEIRO

Salários serão parcelados pela prefeitura de Dourados

03 outubro 2017 - 15h20Por Da Redação

Uma reunião na manhã desta terça-feira, entre agentes e técnicos da administração municipal, vereadores e representantes de sindicatos de várias categorias de servidores municipais de Dourados foi mais uma tentativa do executivo de esclarecer ao funcionalismo a real situação financeira do município e o impedimento, neste momento, de atender à pauta de reivindicações, especialmente no que se refere a reajuste salarial.


Por sugestão dos próprios sindicalistas, na reunião não foi discutido sobre o PCCR (Plano de Cargos, Carreira e Remuneração) e apenas abordagens a respeito situação financeira do município. Todavia, dúvidas foram levantadas e esclarecimentos foram feitos a respeito, pelos representantes do município.

O contador geral do município, Rosenildo da Silva França, mostrou aos representantes dos servidores, mais uma vez, os números da contabilidade da prefeitura, o impacto que o plano de cargos aprovado no ano passado causou na folha salarial atual, o que, aliado à queda de receita, impede à administração qualquer concessão de benefício ao funcionalismo.

Questionado pelo sindicado dos educadores (Simted), o contador fez ver que entre os anos de 2011 e 2015, só a categoria do magistério obteve ganho salarial da ordem de 74,18%, contra apenas 21,37% conquistados pelos demais servidores da prefeitura.

Revelou, ainda, que a dificuldade financeira está obrigando a administração a parcelar a folha de pagamento dos salários referentes a setembro, priorizando os servidores que recebem salários menores.

Todos os representantes de sindicatos de servidores tiveram a oportunidade de manifestar, expor seus pontos de vista e indagações. A secretária de Administração, Elaine Boschetti Trota, a procurador-geral do município, Lourdes Beneduce e o assessor especial do gabinete Alexandre Mantovani fizeram vários esclarecimentos aos trabalhadores e vereadores.

Ainda durante a reunião, representante dos procuradores leu ofício que estava sendo encaminhado ao executivo sugerindo o congelamento de seus vencimentos por um período de 24 meses, como forma de contribuir com a administração na recuperação de fôlego financeiro.
 
 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PARALISAÇÃO
Caminhoneiros liberam rodovias mas retoman protesto amanhã
CONCURSO
UFGD abre vagas para contratação de professores visitantes
CAMPO GRANDE
Mulher leva martelada na cabeça e é mantida em cárcere privado
ELEIÇÕES
Partidos políticos poderão realizar convenções entre julho e agosto
FUTEBOL
12 equipes já garantiram vagas na 3ª fase da Copa Assomasul
SUMIÇO
Menino de 11 anos vai ao judô e desaparece ao voltar para casa
ELEIÇÕES
Temer avisa interlocutores que lançará Meirelles ao Planalto
RECORRÊNCIA
Assaltos a agências dos Correios levam MPT a ajuizar ação civil
CINEMA
Vencedores da MAD destacam estímulo à produção audiovisual no MS
ESTELIONATÁRIOS
Receita Federal alerta para golpe contra tomadores de empréstimos

Mais Lidas

FLAGRANTE
Policial aposentado é preso com cocaína em Dourados
BR-163
Caminhonete carregada com maconha é encontrada abandonada em posto de Dourados
CAMPO GRANDE
Chefe de quadrilha investigada pela PF foge de presídio
PEDRO JUAN
Mulher é executada a tiros na fronteira