Menu
Busca sexta, 22 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
CÂMARA DE DOURADOS

Comissão de Ética se reúne para apurar "passada de mão"

16 junho 2015 - 12h15

Uma reunião agendada para as 14h desta quarta-feira (17) pela Comissão de Ética da Câmara dará início ao processo que irá investigar a denúncia feita pela vereadora Virginia Magrini (PP), contra o colega Maurício Lemes (PSB). O relato é de que ele teria ‘passado a mão em suas nádegas’ no final da sessão ordinária do dia 08 de junho.

O Dourados News entrou em contato, na manhã desta terça-feira (16) com o presidente da comissão, o vereador Marcelo Mourão (PSD), que disse se reunir com outros membros para se inteirar do fato.

“Essa reunião foi marcada para que nós da comissão pudéssemos analisar o documento encaminhado pelo presidente da Câmara e assim dar início ao processo. Depois de nos inteirarmos do fato, iremos ouvir as partes envolvidas e testemunhas”, explica Mourão.

O encontro foi agendado, após a Casa de Leis acolher durante votação na sessão da segunda-feira (15) a denúncia de Magrini contra Lemes.

Dos 19 vereadores, 15 apoiaram a deliberação do processo administrativo do artigo 20 do código de ética e decoro parlamentar, sendo que não votaram devido à ausência os vereadores Nelson Sudário e Délia Razuk, assim como não o fizeram o vereador Mauricio Lemes e o presidente da Câmara, Idenor Machado, estes por estarem impedidos por regras da casa.

Durante a sessão a vereadora Virginia Magrini utilizou a bancada da casa de leis para expor o fato com indignação e afirmou que levará a discussão adiante por ter todas as provas necessárias, [veja aqui](http://www.douradosnews.com.br/noticias/politica/sob-protesto-denuncia-de-vereadora-por-suposta-passada-de-mao-e-acolhida-por-camara).

De acordo com Marcelo, ainda é cedo para dizer se Lemes, será ou não cassado, pois a comissão tem 90 dias para encaminhar um relatório final para a Câmara.

“Vamos tomar todas as medidas para que o caso seja tratado da forma mais séria possível. Não tem como dizer o que vai acontecer tudo será analisado de acordo com regimento interno e o código de ética. Precisamos ver onde o fato se enquadra, pode haver outras penalidades, como advertência, mas nada certo ainda”, disse o presidente.

Os membros convocados e que fazem parte da comissão são os vereadores Juares de Oliveira (PRB) e o pastor Ramão Cirilo (PTC), que teria visto a 'brincadeira' no dia do fato. Segundo Mourão, o departamento jurídico da casa de leis também acompanhará a reunião, já que o mesmo está assessorando a comissão em relação a caso.

Ele contou ainda, que no relatório final será descrito toda a história, por parte dos envolvidos e testemunhas.

“Vamos relatar o processo, colher todas as provas, ouvir os envolvidos descrever todo o fato. Depois o relatório será encaminhado ao presidente da casa, e quem vai decidir é o colegiado” pontua Mourão.

O CASO

No dia 09 de junho a vereadora Virginia Magrini (PP) registrou o boletim de ocorrência na Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher, contra o colega de trabalho, também vereador Mauricio Lemes (PSB) por afirmar que ele teria passado a mão em suas nádegas durante sessão ordinária na noite de segunda-feira (08) na Câmara Municipal de Dourados.

Na época ela relatou que o fato aconteceu já no final da cerimônia durante entrega de uma moção legislativa e foi feito por repetidas vezes. Virginia conta que chegou a pensar que fosse outro vereador, porém, depois que afirmou que denunciaria o ocorrido, o próprio Maurício veio até ela e pediu desculpas.

A vereadora conta que logo após o fato pediu que o presidente da Câmara Idenor Machado tomasse providência, mas, ele não entendeu o que acontecia no momento já que a sessão ainda ocorria. Logo após o término da sessão Virginia recorreu à comissão de ética da casa de leis.

O Dourados News entrou em contato com Lemes na época que negou o fato e se defendeu. Ele disse ainda que “foi uma brincadeira infeliz, eu cutuquei as costas dela apenas, não cheguei nem perto dos glúteos”, [relembre aqui]( http://www.douradosnews.com.br/noticias/vereadora-denuncia-colega-da-camara-por-suposta-passada-de-mao-em-plena-sessao-ordinaria).

Deixe seu Comentário

Leia Também

PASSOU MAL
Atriz Fernanda Montenegro recebe alta de hospital no Rio
RIOS DE MS
Decreto é publicado e cota zero começa no ano que vem
DIVERSÃO
Jogos divertidos que melhor transitaram para o mundo virtual
DOURADOS
Pacientes ficam "reféns" de único mamógrafo no Centro de Atendimento à Mulher
PREVENÇÃO
Com distribuição de informativos e preservativos, SES reforça combate à aids durante carnaval
ESTADUAL
Sete e Operário de Dourados fazem clássico local no final de semana
MEDICINA
Chega ao Brasil uma nova vacina para meningite B
BRASIL
Confiança do consumidor recua 0,5 ponto em fevereiro
RIO DE JANEIRO
Belezas naturais e excelente gastronomia, conheça Nova Friburgo
SETE QUEDAS
Carro furtado é recuperado com mais de 300kg de maconha na MS-160

Mais Lidas

OPORTUNIDADE
Prorrogadas inscrições em processo seletivo para contratação de Assistentes de Atividades Educacionais
MAIS UM
Délia exonera secretário de Saúde e adjunta assume o posto
TURISMO
Deputado "mata" trabalho para passar nove dias em peregrinação
AMAMBAI
Homem mata a ex-mulher a facadas na frente dos sete filhos