Menu
Busca quarta, 17 de outubro de 2018
(67) 9860-3221

Grande Dourados protagonizou a maior reforma agrária do País

18 dezembro 2012 - 10h51

Eduarda Rosa



A implantação da Colônia Agrícola Federal de Dourados (Cand), em 28 de outubro de 1943, aconteceu na gestão do presidente Getúlio Vargas, e é até hoje considerada como a maior área de reforma agrária do País.
Segundo pesquisa realizada pelo jornalista e estudioso no assunto, Cláudio Xavier, “o objetivo principal da criação da Colônia Agrícola está preso na ideia, do até então do presidente Getulio Vargas, de fixar o agricultor como pequeno proprietário. Também, objetivou a elevação do nível de vida, da saúde, educação e preparação técnica dos habitantes da zona rural”.

Porém, devido aos acontecimentos da época, outros afirmam que Vargas atentou para o monopólio da exploração da erva-mate, sob o domínio da Cia. Mate Laranjeira. “Devido à influência na região, os sócios da exploradora já estavam intervindo, sobremaneira, na política de Mato Grosso, o que preocupava o governo federal. E ainda, tinha intenção de povoar este sertão, colonizar a região, como prevenção a uma nova investida paraguaia”, de acordo com pesquisa de Xavier.

Carminda Fernandes da Silva e seu esposo João Marques da Silva, já falecido, ganharam um dos aproximadamente, 8.800 lotes da Colônia Agricola. Hoje, aos 90 anos, Carminda conta que se não fosse esse pedaço de terra sua vida e de sua família seria de muita pobreza, pois naquela época ninguém tinha nada. “Foi depois da distribuição de terras e a chegada de pessoas do nordeste e também dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina que Dourados começou a crescer. Naquela época só tinham 20 casas em Dourados, nós colhíamos o feijão e tínhamos que jogar fora, porque não tinha para quem vender”, ressaltou.

Carminda ainda relata que no início as dificuldades foram muitas, o desmatamento teve que ser feito todo no machado e a assistência que o governo mandava não chegava até os colonos. “Sem essa ajuda, que não chegava, levamos 10 anos para arrumar bem nosso sítio, construir uma casa segura, arrumar o pasto, comprar umas vaquinhas”, lembra.

“Riqueza Histórica” Aline Sanabria Edificação Tombada Vila São Pedro

A Colônia Agrícola Nacional de Dourados proporcionou crescimento para a cidade e criação de municípios, distritos e vilas, entre eles Fátima do Sul, Jateí, Glória de Dourados, Deodápolis, Angélica, Guaçu (Guassu), Panambi, Indápolis e Vila Vargas.

Cruzeiro

O monumento que marca a implantação da Colônia Agrícola é o “cruzeiro”, cravado entre a vila São Pedro e Indápolis, em 1944 e restaurado pelo Departamento de Cultura da Funced, em 1993. A prefeitura atual está com um projeto de implantar um museu no local, com resgate da história de colonização da região, onde serão expostos objetos, documentos, venda de artesanatos e ainda, comercialização de comidas típicas da região.

Monumento ao Colono

Outro símbolo da cidade, que representa essa época é o “Monumento ao Colono”, entregue em 1992, pelo então prefeito Brás Mello, conhecido por muitos como ‘Mão do Braz’. A representação dessa obra, segundo pesquisa da acadêmica Fernanda Chaves de Andrade, “ é feita através de braços e mãos em concreto, saindo do chão, como que retirando o que a terra produz e erguendo o desenvolvimento futuro representado, por suas lâminas de concreto, que tem a forma de triângulo no vértice”.

Fernanda Andrade relata que, “no monumento está representado a topografia da Colônia e as vilas, distritos e cidades que resultaram dela, bem como um mapa caracterizando a dimensão geográfica da Colônia. Ele não homenageia somente um herói, mas os heróis coletivos e anônimos – os colonos”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Natália Casassola posa seminua em sessão de fotos sensuais
CORUMBÁ
Rapaz defende mulher em briga de casal e acaba assassinado;
ESPORTES
MS garante vaga na série A do Brasileiro de Futebol para Amputados
SAÚDE
Desafios na prescrição de agrotóxicos é tema de palestra em Dourados
UEMS
Núcleo de Línguas abre inscrições para provas de proficiência
SOLIDARIEDADE
Amambai se une na busca por idoso de 86 anos desaparecido
PROSEGUR
Oito brasileiros são condenados por mega-assalto no Paraguai
TRÁFICO
Jovens são flagrados com droga que seria entregue no Guarujá
ELEIÇÕES 2018
Denúncias de fraude em urnas serão registradas on-line
FUTEBOL
STJD nega recurso e Sassá está fora da final da Copa do Brasil

Mais Lidas

DOIS DIAS DEPOIS
Servidora pública é encontrada nos fundos de residência que estava para alugar
DOURADOS
Cinco anos após crime, acusados pela morte de vendedor douradense vão a júri popular
DOURADOS
Familiares continuam na busca por mulher desaparecida e criticam falsos alertas
FLAGRANTE
Polícia fecha “distribuidora” de drogas em Dourados