Menu
Busca terça, 11 de agosto de 2020
(67) 99659-5905

Queremos um aeroporto à altura de Dourados, diz Tetila

23 maio 2011 - 06h40

Segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul, capital do agronegócio no Estado, pólo de desenvolvimento regional e cidade universitária. Apesar de todos esses atributos, Dourados não tem um aeroporto condizente com o desenvolvimento da cidade e da região.

O aeroporto municipal Francisco de Matos Pereira, inaugurado em 13 de novembro de 1982, atende toda a região da Grande Dourados, cerca de 38 municípios, mas não tem sequer um vôo direto para a capital paulista, antiga reivindicação de empresários, universitários e da população em geral. “Os vôos ainda não acontecem justamente porque o nosso aeroporto continua com restrições técnicas para operações. Isso limita, inclusive, novos investimentos empresariais, bem como o desenvolvimento técnico, científico e cultural de Dourados e região”, destaca o deputado Laerte Tetila.

Para tentar resolver esse problema, Tetila encaminhou um pedido de reformas e adequações técnicas ao senador Delcídio do Amaral, Presidente da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal, Vice-Presidente da Frente Parlamentar de Infraestrutura e Relator Setorial de Infraestrutura do Orçamento da União. A intenção é que o senador interceda para que o Ministério da Aeronáutica libere recursos para as melhorias no aeroporto.Entre as adequações estão a ampliação da pista, sala-rádio para controle do tráfego aéreo, guarda volumes, instalação de lanchonete, funcionários e esteira para captação de bagagens. Essas adequações são necessárias para que o aeroporto municipal de Dourados possa operar com novos controles, mais modernos e eficientes.

Para o deputado Tetila, as reformas e as adequações técnicas no Aeroporto devem ser em caráter emergencial, pois, atualmente, os usuários são obrigados a fazer duas escalas e uma conexão para chegar a São Paulo, tornando a viagem longa e cansativa. São, em média, 5 horas e meia até chegar à São Paulo.

“As empresas aéreas já fizeram inúmeros pedidos à ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil – para a liberação de linha direta para São Paulo, mas, infelizmente, foram barrados por essas restrições técnicas. Esperamos, agora, com a colaboração do senador Delcídio, ter um aeroporto à altura da região da grande Dourados e, com isso, trazer mais investimentos para a cidade”, salientou o deputado Laerte Tetila.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TACURU
Motorista morre prensado após bater em trator na rodovia MS-295
DANOS MORAIS
Justiça manda União indenizar Dallagnol por ofensas de Gilmar Mendes
CAPITAL
Servidor da Saúde morre de covid-19 e colegas lamentam "descaso"
EMPREGO
País tem 95 concursos públicos abertos para mais de 10 mil vagas
BRASILEIRAO
CBF anuncia mudanças no protocolo de testes para a Covid-19
RACHADINHA
Defesa de Fabrício Queiroz entra com pedido de liberdade no Supremo
CAMPO GRANDE
‘Preferia morrer ali do que ir com eles’, desabafa mulher vítima de sequestro
INTERNACIONAL
Discurso de Trump é interrompido após tiro do lado de fora da Casa Branca
CORONAVÍRUS
Técnico de enfermagem é o 4º profissional da Saúde morto em Corumbá
JUSTIÇA
Consumidor tem direito de troca imediata de bem essencial ao trabalho

Mais Lidas

REGIÃO
Professora morre ao ter moto atingida por carro
DOURADOS
Suspeito de atropelar motociclista durante racha na BR-163 se apresenta à polícia
DOURADOS
Acidente entre carro e moto deixa homem em estado gravíssimo
FRONTEIRA
Ex-lutador de MMA é executado a tiros em confraternização