Menu
Busca segunda, 21 de maio de 2018
(67) 9860-3221
IMOBILIÁRIA CONTINENTAL (BANNER 1 TOPO)

Queremos um aeroporto à altura de Dourados, diz Tetila

23 maio 2011 - 06h40

Segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul, capital do agronegócio no Estado, pólo de desenvolvimento regional e cidade universitária. Apesar de todos esses atributos, Dourados não tem um aeroporto condizente com o desenvolvimento da cidade e da região.

O aeroporto municipal Francisco de Matos Pereira, inaugurado em 13 de novembro de 1982, atende toda a região da Grande Dourados, cerca de 38 municípios, mas não tem sequer um vôo direto para a capital paulista, antiga reivindicação de empresários, universitários e da população em geral. “Os vôos ainda não acontecem justamente porque o nosso aeroporto continua com restrições técnicas para operações. Isso limita, inclusive, novos investimentos empresariais, bem como o desenvolvimento técnico, científico e cultural de Dourados e região”, destaca o deputado Laerte Tetila.

Para tentar resolver esse problema, Tetila encaminhou um pedido de reformas e adequações técnicas ao senador Delcídio do Amaral, Presidente da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal, Vice-Presidente da Frente Parlamentar de Infraestrutura e Relator Setorial de Infraestrutura do Orçamento da União. A intenção é que o senador interceda para que o Ministério da Aeronáutica libere recursos para as melhorias no aeroporto.Entre as adequações estão a ampliação da pista, sala-rádio para controle do tráfego aéreo, guarda volumes, instalação de lanchonete, funcionários e esteira para captação de bagagens. Essas adequações são necessárias para que o aeroporto municipal de Dourados possa operar com novos controles, mais modernos e eficientes.

Para o deputado Tetila, as reformas e as adequações técnicas no Aeroporto devem ser em caráter emergencial, pois, atualmente, os usuários são obrigados a fazer duas escalas e uma conexão para chegar a São Paulo, tornando a viagem longa e cansativa. São, em média, 5 horas e meia até chegar à São Paulo.

“As empresas aéreas já fizeram inúmeros pedidos à ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil – para a liberação de linha direta para São Paulo, mas, infelizmente, foram barrados por essas restrições técnicas. Esperamos, agora, com a colaboração do senador Delcídio, ter um aeroporto à altura da região da grande Dourados e, com isso, trazer mais investimentos para a cidade”, salientou o deputado Laerte Tetila.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AOS 57 ANOS
Luiza Tomé ostenta corpão em rede social
AGENDA
Assembleia homenageia Força Expedicionária e debate Escola sem Partido
PREOCUPAÇÃO
Defesa Civil do Estado avalia impactos da cheia do Pantanal nas áreas ribeirinhas
FUTEBOL DE BASE
Definidos confrontos da segunda fase da Copa Mirim “João Ângelo Rocha”
EDUCAÇÃO
Novo convênio permitirá que brasileiros usem nota do Enem em Portugal
PLANEJAMENTO
Inventário turístico de Dourados começa a ser atualizado
SEGURANÇA PÚBLICA
Números apontam redução da criminalidade em MS
Após fugir e cair em barranco, homem foge e abandona 300 kg de maconha
OPORTUNIDADE
Governo publica editais para 36 especialistas e profissionais da saúde no concurso da PM e Bombeiros
PARANAÍBA
Motorista foge após causar acidente e agredir mulher

Mais Lidas

BR-163
Caminhonete carregada com maconha é encontrada abandonada em posto de Dourados
CAMPO GRANDE
Chefe de quadrilha investigada pela PF foge de presídio
PEDRO JUAN
Mulher é executada a tiros na fronteira
DOURADOS
Mão cortada denuncia homem que quebrou porta de vidro para furtar loja no Centro