Menu
Busca sexta, 20 de setembro de 2019
(67) 9860-3221
QUEIMADAS

Queimadas na região deixam Dourados coberta por fumaça

12 setembro 2019 - 11h35Por Vinicios Araújo

As queimadas registradas na região deixaram o perímetro urbano de Dourados completamente tomado por fumaça. Em pontos mais altos, como na saída para a região sul, através da BR-163, é possível perceber a densa camada acinzentada sobre a cidade.

Um levantamento do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) revelou um aumento de 260% nos registros de foco de queimadas este ano em Mato Grosso do Sul, comparado a 2018. 

Ao todo, 2019 já contabilizou 6.328 focos, enquanto o ano passado foram registrados 1.756.

Esses dados são colhidos através de análise via satélite. Nas imagens é possível ver a cobertura de fumaça sobre o estado, especialmente na região norte. 

Até agosto deste ano, Dourados já havia obtido aumento de 92% no índice de queimadas, comparado ao mesmo período do ano anterior. Na época, conforme mostrou o Dourados News, já havia sido registradas 191 ocorrências. 

Os dados atualizados não puderam ser obtidos até o fechamento desta matéria devido a ausência do profissional responsável pelo controle estatístico do Corpo de Bombeiros Militar no 2º Grupamento. Ele cumpre agenda externa nesta manhã. 

Na edição do Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (12), o governador Reinaldo Azambuja decreta quadro de emergência devido aos índices elevados de fogo em MS, especialmente na região pantaneira onde se concentra o maior número de ocorrências. 

Ontem, o Governo do Estado oficializou o pedido de apoio aéreo ao Cenad (Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres) para combate aos incêndios florestais na região do Pantanal e borda e Serra da Bodoquena.

Um relatório da Sala de Situação Integrada, divulgado na terça-feira (10) pela Coordenadoria de Defesa Civil de Mato Grosso do Sul (Cedec/MS), aponta que mais de 1 milhão de hectares de vegetação foi destruída pelas queimadas no Estado, no período de 1º de agosto a nove de setembro deste ano. 

Os focos de calor continuam intensos, devido a prolongada estiagem. Conforme noticiado pelo Dourados News hoje, desde que setembro teve início, a umidade relativa na cidade teve redução bastante expressiva, com índices entre 10% e 15%, comparáveis ao do Saara, deserto localizado no Egito.

Deixe seu Comentário

Leia Também

HOSPITAL DA VIDA
Homem morre após acidente e hospital só consegue contato com a família dois dias depois
TRÂNSITO
Acidente envolvendo colegas de trabalho mata policial na fronteira
TEMPO
Após 17 dias ‘secos’, chove em Dourados e pancadas podem seguir no sábado
SANGUESSUGA
Tetila é condenado a devolver R$ 173 mil por irregularidades na compra de ambulâncias
CAMPO GRANDE
Polícia Ambiental resgata gambá de incêndio em terreno baldio
FUTEBOL
Nove jogadores do Brasileirão são convocados para Pré-Olímpico
EXÉRCITO
Brigada Guaicurus troca comando em Dourados na segunda-feira
DOURADOS
Bêbado é preso após bater carro e derrubar muro
ESTADO
Secretaria de Estado de Saúde divulga horário de funcionamento das unidades vinculadas
DOURADOS
Associação Comercial abre inscrições para concurso de fotografia

Mais Lidas

POLÍCIA
PRF apreende caminhonete com cerca de 3 toneladas de maconha
DOURADOS
Polícia fecha “boca do Matrix” e prende acusado de vários furtos no Centro
DOURADOS
Justiça concede liberdade a mulher que liderava quadrilha presa com 1t de maconha
DOURADOS
Preso que fugiu da PED realizava serviço com outros 10 internos