Menu
Busca sábado, 29 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Promotor no Amapá visita o Dourados News

23 dezembro 2003 - 19h05

O promotor de Justiça Alaor Azambuja, douradense que aqui residiu durante muitos anos e que hoje desempenha a função no Amapá, visitou há pouco o Dourados News, acompanhado da esposa Lenira. Alaor foi um dos primeiros a se cadastrar para receber o conteúdo de notícias do jornal, há três anos, passando a receber as informações atualizadas em tempo real, nas cidades do Amapá por onde trabalha, através do Dourados News. Filho de pioneiros da família Azambuja, o promotor é formado em Direito pela Unigran, foi secretário municipal de Fazenda na Prefeitura de Dourados, cursou a Escola de Magistratura em Campo Grande, foi secretário adjunto de Administração do Governo do Estado e, ao ser aprovado no concurso para o Ministério Público, transferiu-se para o Amapá.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PAULISTÃO
Cercado de ingredientes, Santos e Palmeiras se enfrentam no Pacaembu
FLAGRANTE
Polícia apreende quase 300 celulares contrabandeados em área rural
INTERNACIONAL
Novo presidente do Uruguai toma posse neste domingo
CAMPO GRANDE
Polícia fecha boca e apreende dinheiro durante 'batida' na Capital
CLIMA
Inmet prevê dia nublado e com temperatura abaixo de 30 graus em Dourados
DOURADOS
Vizinhos percebem incêndio, acionam bombeiros mas casa é destruída pelo fogo
DOURADOS
Após discussão, esposa fica para trás e vê marido ser morto a tiros no meio da rua
ESTADO
Nota MS Premiada sorteia R$ 300 mil neste sábado
FUTEBOL DE MS
Estadual tem duelo entre líder e lanterna nesta sábado
Moda & Cia
As principais tendências de vestido de noiva 2020

Mais Lidas

PARQUE DO LAGO
Ladrões usam carro para estourar porta de mercado e fogem com cofre; veja vídeo
CORONEL PONCIANO
Dupla é presa com 400 mil dólares em Dourados e polícia investiga negociação por drogas
DOURADOS
Juiz manda transferir ex-secretário para presídio federal após flagrante de celular
JARDIM ÁGUA BOA
Cofre furtado de mercado é encontrado em obra; ladrões levaram mais de R$ 3 mil