Menu
Busca sábado, 22 de setembro de 2018
(67) 9860-3221
EDUCAÇÃO

Projetos e ideias inovadoras são apresentados no Encontro da Unigran

31 outubro 2017 - 08h36Por Da Redação

Com a temática ‘Matemática está em Tudo’, o XII Encontro de Iniciação Científica, junto com o IX Salão de Pesquisa Docente e a VII Mostra de Pós-Graduação da Unigran teve, neste ano, 690 projetos apresentados. A programação do evento foi composta por palestras, apresentações de resumos, nas formas orais, banners, web conferência, além de projetos e ideias inovadoras. 

De acordo Ana Amélia Gomes, coordenadora do Comitê de Ética da Unigran e responsável pela organização do evento, mais de duas mil pessoas visitaram os trabalhos. “Nesta edição tivemos recorde de inscrições para mostra. o Encontro é uma forma de disseminar a divulgação das pesquisas que são realizadas dentro do Mato Grosso do Sul e de outros estados, que estão participando das apresentações”, afirma. 

Um dos trabalhos apresentados foi o protótipo de um pulverizador de agrotóxicos, para hortaliças. O projeto foi produzido e desenvolvido com o propósito de facilitar a vida do pequeno agricultor no campo. O modelo foi produzido por grupo de acadêmicos do 4º semestre de Agronomia. 

Segundo o acadêmico Leonardo Hisayama, que integra o grupo de estudantes responsáveis pelo pulverizador, esse projeto visa, além de melhorar a saúde do pequeno agricultor, agilizar o trabalho na hora de passar o veneno na produção. 

“Nós vemos a necessidade do produtor que trabalha com o maquinário costal tem prejuízos à saúde e a postura prejudicada. Nosso protótipo, que pesa no máximo 15 quilos, fica em uma carretinha sobre rodas e facilita o manuseio do equipamento livrando assim, o peso sobre o corpo de quem for manusear”, pondera. 

Web conferência 

Inscritos que não puderam estar presentes fizeram suas apresentações por web conferência. Foram quatro pesquisadores nesta modalidade: “A aplicação do planejamento estratégico situacional na saúde pública brasileira”, de autoria do mestre em engenharia e desenvolvimento sustentável, Victor Hugo Alves de Souza, da Universidade Federal do Espírito Santo; “Relação crianças x celular: perspectivas do consumo por famílias de alunos do curso de administração da Universidade Federal do Espírito Santo” de autoria do acadêmico de administração, Vitor Cerutti; “Estudo de diversidade genética em cultivares de soja através do marcador RAPD”, de autoria da estudante de agronomia da Universidade Estadual de Ponta Grossa, Bruna Stephani de Paula e o trabalho “Produção de hortaliças ‘baby leaf’ em bandejas de poliestileno mantidas sob telado”, da acadêmica de agronomia da Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ana Caroline de Freitas Orlonski. 

A avaliação das apresentações ficou por conta da professora de Letras, mestre em Literatura e Políticas Culturais, Érica de Assis Pereira Hoki. Para ela, é extremamente importante a Instituição se adequar a esse tipo de avaliação, uma vez que facilita tanto a vida do acadêmico quanto do avaliador. “Antigamente gastava-se muito dinheiro para viabilizar defesas de doutorado, de mestrado, precisa-se trazer um professor de fora porque valida muito mais o trabalho do acadêmico e hoje as instituições públicas elas já trabalham com vídeo conferência e eu acho que só temos a ganhar, promovendo o acesso do acadêmico em participar de vários eventos”, diz. 

Bruna é natural do Paraná e está há dois meses na Holanda, onde cumpre horas de estágio obrigatório, em uma fazenda. No final deste ano ela finaliza a graduação em Agronomia, em Ponta Grossa. Se não fosse através da web conferência ela não conseguiria apresentar o trabalho. “É uma oportunidade para todos os alunos que não têm a possibilidade de estar na Instituição.

No meu caso, por exemplo, mesmo estando fora consigo mostrar para as pessoas que estão no meu país, tudo que eu pesquisei e me dediquei”, menciona. 

Mestre em Engenharia e Desenvolvimento Sustentável, Victor Hugo também apresentou seu trabalho via vídeo conferência. Direto de Vitória (ES) ele falou sobre a aplicação do planejamento estratégico situacional da saúde pública brasileira. Sobre a apresentação via internet ele é taxativo: “em tempos tão difíceis de inclusão é de extrema importância que as universidades se adaptem permitindo que pessoas de outros estados, de outras localidades, participem de eventos assim, isso é sensacional”, enfatiza. 
 
 
 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

UFGD
Com mais de 1.200 trabalhos inscritos, Enepex começa terça-feira
FRONTEIRA
Polícia apreende mais de R$ 300 mil em eletrônicos em para-choque
ELEIÇÕES 2018
Campanha de Delcídio divulga Nota sobre impugnação de candidatura
CAMPO GRANDE
Mulher é presa com carregador e 20 chips nas partes intimas em presídio
TEMPO
Primavera começa hoje com possibilidade de novo episódio do El Niño
MEIO AMBIENTE
Mineradora é autuada e fechada por extração ilegal de areia
ELEIÇÕES 2018
A partir de hoje, candidatos só podem ser presos em flagrante
CORUMBÁ
Cavalos em rodovia causam acidente e deixam duas pessoa mortas
EMPREGO
20 empresa estão com inscrições abertas para trainee; veja lista
ESPORTE
Sediado em Dourados, festival paralímpico fortalece inclusão e superação de limites

Mais Lidas

DIOCLÉCIO ARTUZI
Polícia divulga imagens de criança de 1 ano desaparecida em Dourados
DOURADOS
Jovem foi espancada até a morte no Pelicano
DOURADOS
Criança de 1 ano desaparece de dentro de casa no Dioclécio Artuzi
DOURADOS
Jovem é encontrada morta no Jardim Pelicano