Menu
Busca quinta, 23 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221
DOURADOS

Projeto reforça segurança nas aldeias indígenas

19 julho 2019 - 14h05Por Da redação

Uma articulação da secretaria municipal de Assistência Social, por meio do Cras (Centro de Referência da Assistência Social Indígena) e Creas (Centro de Referência Especializado da Assistência Social), com auxílio do MPF (Ministério Público Federal) e Secretaria de Estado de Segurança Pública, está garantindo melhorias na segurança das comunidades indígenas de Dourados.

Nesta semana, o Projeto Arandu Ambue (conhecimento para o futuro), que vem sendo executado no espaço do Cras Indígena da Aldeia Bororó, recebeu a visita dos policiais militares subtenente Jackson e soldado Coelho, que oficializaram a efetivação do serviço de ronda no interior das aldeias Jaguapiru e Bororó, antiga reivindicação das lideranças indígenas. Duas viaturas da PM estão fazendo o patrulhamento, 24 horas por dia, da reserva indígena de Dourados. 

A presença da PM na Reserva Indígena começou a ser efetivada em junho, com o auxílio do MPF, em reunião que contou com a presença do secretário estadual de Segurança Pública, da secretária estadual de Políticas para Mulheres e do secretário estadual de Esportes e lideranças locais, para discutir sobre a lacuna da segurança pública existente nas aldeias. Agora, com intervenção inédita, a PM atuará auxiliada por um conselho de segurança formado por membros da comunidade.

Na apresentação, esta semana, os policiais militares tiveram a oportunidade de conhecer os trabalhos realizados pelos técnicos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, do Cras (Centro de Referência da Assistência Social Indígena) e dos técnicos do Creas (Centro de Referência Especializado da Assistência Social) que atuam no Serviço de Proteção Social a Adolescentes em Cumprimento de Medidas Socioeducativas em Meio Aberto – MSE-LA (Liberdade Assistida) e MSE-PSC (Prestação de Serviço à Comunidade). 

AÇÕES

Estas equipes são responsáveis pela execução do Projeto Arandu Ambue, que acontece todas as quartas-feiras, das 8h às 10h e das 14h às 16h, com ações voltadas para a superação da defasagem escolar dos adolescentes e jovens da comunidade indígena em geral e promove a reinserção social dos menores inseridos nas Medidas Socioeducativas em Meio Aberto.

O Projeto Arandu Ambue, com aporte financeiro do Itaú Social, nos próximos dias iniciará os cursos presenciais ministrados pelo Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) e Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial). Os cursos acontecerão no espaço institucional do Cras – Bororó, e serão de mecânica de moto, mecânica de carro e de manicure e pedicure. 

Para a próxima semana, o Projeto Arandu Ambue, excepcionalmente, acontecerá também na terça-feira (23) e receberá a visita do CIEE (Centro de Integração Empresa Escola) representado pela assistente social Janaína, que orientará sobre estágio e aprendizagem e realizarão o cadastro no CIEE, que objetiva inserir jovens e adolescentes no mercado formal de trabalho.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

EVENTO
Turismo do MS é apresentado ao mercado norte-americano
BRASIL
STJ definirá se transportador pode perder veículo em razão do transporte, por terceiro, de mercadoria sujeita à mesma pena
BRASIL
Governo aguarda ajuste do TCU para contratar militares da reserva
MS
Viciados levam polícia até boca de fumo repleta de objetos roubados
BRASIL
Ministério da Saúde descarta caso de Coronavírus no país
DOURADOS
Clube de tiro promove show de comédia de nível nacional pelo segundo mês consecutivo
JANEIRO
Em média, uma pessoa contraiu dengue a cada dois dias em Dourados
STF
Fux extingue processo em que Suzane Richthofen buscava suspender publicação de biografia não autorizada
ESTADO
Mãe será indenizada após esperar liberação do corpo da filha por oito meses
ECONOMIA
Consumidores brasileiros esperam inflação de 5% nos próximos 12 meses

Mais Lidas

UFGD
Aluna branca aprovada em Medicina como indígena aponta engano na inscrição
VILA ROSA
Homem morre após ser atingido por facada no pescoço em bairro de Dourados
EMPREGO
Empresa abre 136 vagas para classificadores de grãos em Dourados e região
CRIME
EXCLUSIVO: Sucessor de Minotauro é trazido para Dourados em meio a crise penitenciária na fronteira