Menu
Busca domingo, 08 de dezembro de 2019
(67) 9860-3221
UEMS

Projeto premiado de pena alternativa deve ser implantado em Dourados

21 novembro 2019 - 20h05Por Da Redação

O Reitor da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), Laércio Alves de Carvalho, e o Juiz da 3ª Vara Criminal de Dourados, Eguiliell Ricardo da Silva, se reuniram, nesta quinta-feira, dia 21 de novembro, para a viabilização de uma parceria entre a Instituição e o Poder Judiciário para a implantação do projeto “Da pena alternativa criminal às tecnologias sociais” na sede da UEMS.

O projeto, que foi desenvolvido, primeiramente, pela Unidade da UEMS em Mundo Novo, consiste na prestação de serviços comunitários na Universidade por reeducandos como forma de pena alternativa criminal.

Esta ação, além de não onerar o Estado, melhora a manutenção dos espaços através de mão de obra dos reeducandos e oportuniza à comunidade carcerária a execução de penas alternativas. Como resultado, o projeto promove a inclusão social por meio da reinserção e ressocialização dos réus.

Também participaram da reunião, o Pró-reitor de Administração e Planejamento da UEMS, Robson Amorim, o Diretor de Infraestrutura, Alencar Ferri, o Gerente da Unidade de Mundo Novo, Leandro Marra, a Assessora de Relações Interinstitucionais, Erika Ferri, e a reeducanda Ana Paula Alves. 

Conheça mais sobre o projeto:

Projeto da UEMS de Mundo Novo é finalista de concurso nacional

Projeto da UEMS de Mundo Novo vence concurso nacional

Projeto: “Da pena alternativa criminal às tecnologias sociais”

A Unidade da UEMS em Mundo Novo recebeu, neste mês de novembro de 2019, o Troféu de Reconhecimento do Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu, pela participação da Universidade com o projeto, realizado em parceria com o Poder Judiciário, no Prêmio "Cidades Sustentáveis - Prática reconhecida como iniciativa para a construção da agenda 2030".

Também neste mês, o projeto foi um dos vencedores do 23º Concurso Inovação da Escola Nacional de Administração Pública (Enap), realizado em parceria com o Ministério da Economia (ME). O prêmio, vencedor da categoria estadual, foi recebido pelo Gerente da Unidade, em Brasília.

Em dezembro de 2018, o mesmo projeto ganhou o 1º lugar na categoria Entidades Privadas e Instituições de Ensino no 2º Concurso de Boas Práticas - Cidades Sustentáveis, organizado pela Itaipu Binacional e Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu, por meio do Programa Cidades Sustentáveis. Na categoria que a UEMS concorreu eram mais de 130 projetos de 40 municípios.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FUTEBOL DE MS
MPE notifica federação e clubes da Capital ficam sem estádio para jogar
ECONOMIA
Mapa identifica recuo no preço da carne bovina na primeira semana de dezembro
CAMPO GRANDE
Identificado assaltante morto após confronto com a polícia
FUTEBOL
Prêmio Brasileirão 2019 reunirá craques na próxima segunda
CAMPO GRANDE
Projeto de ciêcias leva escola a economiza 2 mil litros de água por mês
DOURADOS
Previsão climática aponta possibilidade de chuva a partir de domingo
DOURADOS
Cantata de Natal convida a seguir ensinamentos de Jesus Cristo
AQUIDAUANA
Mulher acaba ferida após briga entre irmãos
COMER BEM
Restaurante Senhoritta oferece espaço climatizado para confraternizações
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 3 milhões

Mais Lidas

POSSE
Delegado de MS assume comando de associação nacional
CONCESSÃO
MS 306: melhoria da logística gera desenvolvimento econômico para Mato Grosso do Sul
AGENDA LEGISLATIVO
Última reunião do Parlamento Jovem e Cantata de Natal marcam a semana
BRASIL
Prêmio Capes vai distribuir R$ 5 mil para os primeiros mil colocados