Menu
Busca terça, 21 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221

Programa Sentinela de Dourados atende vitimas de violência

24 agosto 2006 - 09h07

Crianças do abrigo do Programa Sentinela de Dourados estiveram o Parque Antenor Martins para participar de atividades recreativas organizadas pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Economia Solidária em parceria com a Fundação Cultural e de Esportes. Participaram de atividades esportivas, brincaram na cama elástica, e fizeram um piquenique no local, como forma de lazer.O Programa Sentinela já atendeu em Dourados mais de 570 crianças e adolescentes vitimas de violência, com ênfase no abuso e exploração sexual. Estes números foram repassados pela coordenadora do programa no município, Veridiana Lopes Pereira. A coordenadora conta ainda, que somente no primeiro semestre deste ano já foram registrados 30 casos de violência contra menores em Dourados. Segundo a coordenadora, em mais de 50% dos casos o agressor faz parte do convívio da família da vítima.O aumento da violência contra menores é um reflexo nacional, aproximadamente 14 mil casos de abuso e exploração sexual foram registrados no primeiro semestre de 2005 nos 395 municípios em que atua o Programa Sentinela. No abrigo de Dourados vivem 80 crianças entre 7 e 14 anos que foram encaminhadas pelo Conselho Tutelar após sofrerem maus tratos. “As crianças ficam aqui enquanto vai se trabalhando com a família, pois muitas vezes o agressor está dentro de casa. Temos acompanhamento psicológico que envolve ações para as crianças e para a família também”, explica Veridiana, ressaltando a ajuda de três psicólogas neste trabalho.A equipe tem em seu quadro de funcionários também educadores, auxiliares e plantonistas que trabalham 24h para atender denúncias que chegam pelo 0800-647-0444, telefone gratuito a serviço da população. A coordenadora explica ainda, que não existe classe social para o problema. “A violência existe em todas as classes sociais, mas nas classes mais altas é mais obscura”, explica. Não somente Dourados é beneficiada pelo projeto, distritos e outras cidades onde o projeto ainda não foi implantado também encaminham as crianças e adolescentes para o abrigo. Os pais podem visitar seus filhos uma vez por mês. “Um problema que temos dentro do programa, é que devido ao fato do agressor estar dentro do convívio familiar, fica difícil para mandarmos a criança para casa novamente, mas conforme o progresso da família no programa, vamos ajudando ao menores  superarem possíveis traumas”, explica Veridiana.O programa Sentinela é realizado pela Prefeitura de Dourados, por intermédio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Economia Solidária, em parceria com a Comissão Municipal de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes de Dourados (COMCEX), numa iniciativa do Governo Federal. O local onde as crianças estão não pode ser divulgado por questões de segurança. Sentinela da infânciaOs principais objetivos do programa são prestar atendimento social especializado às crianças e adolescentes, bem como aos seus familiares vítimas de violências; criar condições para a garantia dos direitos fundamentais e o acesso aos serviços públicos existentes no município às crianças e adolescentes atendidas pelo Sentinela; desenvolver ações sociais para o fortalecimento da auto-estima e o restabelecimento do direito à convivência familiar e comunitária da população infanto-juvenil e proporcionar a inclusão da clientela atendida pelo Programa e seus familiares em serviços prestados por instituições sociais presentes no município beneficiado.As ações desenvolvidas vão desde o encaminhamento à rede de atendimento e defesa dos direitos da criança e do adolescente até a prestação de serviços de abordagem educativa às crianças e aos adolescentes exploradas sexualmente nas ruas, ou pelas redes organizadas e de apoio psicossocial a grupos de famílias até o atendimento psicossocial às crianças e adolescentes vitimadas pela violência sexual e o recebimento de casos encaminhados pelo Conselho Tutelar do município para análise e estudo da situação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÂNSITO
Sinalizações em ruas são recuperadas por meio da Agetran em Dourados
EMPREENDEDORISMO
Formalização como MEI é tema de palestra do Sebrae em Dourados
ESPORTES
Curso de futebol da Fundesporte será ministrado em Bataguassu
REGIÃO
Engenheiro agrônomo morre após colisão com trem em Chapadão do Sul
BALANÇO
Apreensões da Receita chegam a R$ 3,26 bi em 2019 e batem recorde
AGRONEGÓCIO
Showtec 2020 começa nesta quarta-feira em Maracaju
EDUCAÇÃO
Ministério da Educação reconhece instabilidade de inscrições no Sisu
DECORAÇÃO
Cozinha planejada para apartamento pequeno
UFGD
Aluna branca aprovada em Medicina como indígena aponta engano na inscrição
SELEÇÃO
Estão abertas as inscrições para vagas de estágio da Prefeitura de Dourados

Mais Lidas

DOURADOS
Homem é flagrado correndo pelado na Presidente Vargas
PARAGUAI EM ALERTA
Membros do PCC fogem de prisão em Pedro Juan; ao todo já são considerado 75 foragidos
BELLA VISTA DO NORTE
Ex-prefeito de cidade paraguaia vizinha a MS é executado a tiros
POLÍCIA
Mulheres são presas com malas ‘recheadas’ de maconha no Jardim Santo André