Menu
Busca sábado, 25 de maio de 2019
(67) 9860-3221

Procon: Produto da ceia de Natal varia até 572% em Dourados

10 dezembro 2012 - 12h18

O Procon de Dourados realizou na última sexta-feira uma pesquisa de preços dos produtos da ceia de Natal. O levantamento foi feito em dez estabelecimentos comerciais da cidade e constatou alta variação entre o menor e o maior preço.

Foram pesquisados panetones, carnes (aves, suína, bovina e peixe), frutas, enlatados e bebidas, totalizando 68 itens.

Conforme o Procon, nesta primeira pesquisa não foi possível fazer uma comparação completa com a pesquisa de 2011, uma vez que alguns produtos não foram colocados à venda em todos os mercados.

Foram encontrados 20 produtos com diferença superior a 100% do estabelecimento com menor preço para o de maior preço.

O quilo da uva passa clara varia de R$ 3,69 a R$ 24,80, com uma diferença de 572%. A uva passa escura custa de R$ 3,69 a R$ 19,90 (diferença de 439%).

Já o panetone tradicional de 500 gramas é vendido de R$ 4,95 a R$ 17,99, com variação de 263%. O quilo da castanha do Pará custa de R$ 7,90 a R$ 45,90 – diferença de 481%.

O Procon alerta que consumidor faça uma cuidadosa pesquisa, avaliando sempre a relação preço x qualidade, ficar atento às informações contidas nos rótulos, como peso, data de fabricação, prazo de validade e condições de conservação.

Sempre deve ser considerado o custo beneficio do deslocamento aos estabelecimentos com os produtos mais baratos. Por fim, o consumidor deve sempre exigir a nota fiscal no ato da compra. Qualquer dúvida ou reclamação pode ser feita ao Procon através dos telefones 151 e 3411-7754.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UEMS
Curso de Pedagogia promove encontro brincante hoje em Dourados
ECONOMIA
Petrobras reduz preço da gasolina na refinaria em 4,4% a partir deste sábado
AMAMBAI
Jovem é preso após abandonar veículo com 353 quilos de maconha
TEMPO
Sábado de sol e com temperatura baixa em Dourados
UAU
Giovanna Ewbank encanta de topless nas Maldivas
REGRAS FLEXÍVEIS
Órgão do MPF diz que novo decreto sobre armas pode favorecer milícias
CAMPO GRANDE
Homem aceita se encontrar com marido de colega e é agredido a pauladas
INVESTIGAÇÃO
Queiroz pagou R$ 133 mil em dinheiro por cirurgia em hospital de SP
LADÁRIO
Com motorista refém no MT, casal é preso tentando levar carreta para Bolívia
BRASIL
Governo federal estuda aluguel social no Minha Casa Minha Vida

Mais Lidas

APÓS INVESTIGAÇÃO
Polícia conclui que atentado registrado por vereadora foi acidente de trânsito
VILA CACHOEIRINHA
“Boca” é fechada, mulher é presa e diz traficar pelo baixo valor do salário mínimo
TRÁFICO
Motorhome com destino a São Paulo é apreendido com mais de 4 toneladas de maconha
MS-156
Dupla é presa pela PF com pistolas entre Dourados e Itaporã