Menu
Busca quarta, 18 de julho de 2018
(67) 9860-3221

Problemas da Justiça Federal são tema de debate na OAB de Dourados

02 junho 2011 - 10h50

A demora processual gerada pela falta de peritos é uma das principais reclamações dos advogados com relação à Justiça Federal na Comarca de Dourados. Diante desse e outros problemas, a subseção da OAB no município realiza nesta sexta-feira, dia 03 de junho, a partir das 8 horas, reunião com advogados e demais interessados que atuam na Justiça Federal para discutir a situação em Dourados e na região.

De acordo com notícia publicada no site da OAB, a ideia é reunir os profissionais para debater a relação advogado/Judiciário/sociedade. “Iniciamos o ciclo de discussões abordando as dificuldades encontradas na Justiça do Trabalho e vemos agora a necessidade de falar da Justiça Federal”, afirma o presidente da Subseção de Dourados, César Rasslan Câmara.

Câmara informa ainda que recebeu diversas reclamações dos advogados. A principal delas se refere ao número de peritos e a demora processual. “Os advogados reclamam do número de peritos que é inferior à demanda, o que gera uma grande demora processual, principalmente na área previdenciária. A Comarca conta com mais de cinco mil processos em tramitação com apenas dois juízes em cada Vara, isso dificulta muito”, ressalta o presidente.

Além disso, a Subseção pede também a instalação do Juizado Federal e solicita a implantação da Defensoria Pública em Dourados. Outra necessidade apontada pelos advogados é a tomada de providências em relação à substituição de juízes. “Nossa Comarca vive fazendo substituição de juízes gostaríamos que o Judiciário nos atendesse e disponibilizasse um juiz fixo”, diz Câmara.

Outro ponto a ser discutido na reunião é o Provimento 321 do TRF-3ª Região (Tribunal Regional Federal da Terceira Região) que estabelece que toda distribuição de qualquer ação na Justiça Federal de 1º grau seja instruída de uma declaração firmada pelo advogado e pela parte requerente, afirmando ser a primeira vez que postula o pedido em questão e que não postula ou não postulou anteriormente o mesmo pedido, em qualquer juízo. “Estamos ao lado da Seccional e vamos recorrer desse Provimento, pois achamos ilegal”, finaliza.

Após a reunião, será feito um relatório que será entregue durante a inspeção na 1ª e 2ª Vara de Dourados que acontece de 13 a 17 de junho.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS
Divulgado resultado de edital da Fundect para eventos científicos em MS
FUTEBOL
Brasileirão retorna hoje com 5 jogos e duelo de líderes
LEI
Complexo dos Poderes e Programa de Preservação são criados em MS
BRASIL
Confira os casos em que a legislação permite mudar o nome de nascimento
MS
Capacitação nacional na Agepen está com inscrições abertas até 27 de julho
AQUIDAUANA
Dupla tenta roubar avião e morre em confronto com a polícia
OPORTUNIDADE
Senai está com matrículas abertas em cinco cursos gratuitos
BRASIL
Novos valores para licitação começam nesta quinta-feira
TRÁFICO
Mulher é flagrada em ônibus tentando levar droga até o Paraná
SELEÇÃO
Comarca de Anastácio abre processo seletivo para estagiários de Direito

Mais Lidas

DUPLO HOMICÍDIO
Duas pessoas são assassinadas em Dourados
DUPLO HOMICÍDIO
Polícia identifica uma das vítimas de assassinato em Dourados
DOURADOS
Dupla em Corsa branco teria executado homens em Sitioca
DOURADOS
Acusado de matar mecânico confessa assassinato de homem no Flórida