Menu
Busca quarta, 19 de setembro de 2018
(67) 9860-3221

Problemas da Justiça Federal são tema de debate na OAB de Dourados

02 junho 2011 - 10h50

A demora processual gerada pela falta de peritos é uma das principais reclamações dos advogados com relação à Justiça Federal na Comarca de Dourados. Diante desse e outros problemas, a subseção da OAB no município realiza nesta sexta-feira, dia 03 de junho, a partir das 8 horas, reunião com advogados e demais interessados que atuam na Justiça Federal para discutir a situação em Dourados e na região.

De acordo com notícia publicada no site da OAB, a ideia é reunir os profissionais para debater a relação advogado/Judiciário/sociedade. “Iniciamos o ciclo de discussões abordando as dificuldades encontradas na Justiça do Trabalho e vemos agora a necessidade de falar da Justiça Federal”, afirma o presidente da Subseção de Dourados, César Rasslan Câmara.

Câmara informa ainda que recebeu diversas reclamações dos advogados. A principal delas se refere ao número de peritos e a demora processual. “Os advogados reclamam do número de peritos que é inferior à demanda, o que gera uma grande demora processual, principalmente na área previdenciária. A Comarca conta com mais de cinco mil processos em tramitação com apenas dois juízes em cada Vara, isso dificulta muito”, ressalta o presidente.

Além disso, a Subseção pede também a instalação do Juizado Federal e solicita a implantação da Defensoria Pública em Dourados. Outra necessidade apontada pelos advogados é a tomada de providências em relação à substituição de juízes. “Nossa Comarca vive fazendo substituição de juízes gostaríamos que o Judiciário nos atendesse e disponibilizasse um juiz fixo”, diz Câmara.

Outro ponto a ser discutido na reunião é o Provimento 321 do TRF-3ª Região (Tribunal Regional Federal da Terceira Região) que estabelece que toda distribuição de qualquer ação na Justiça Federal de 1º grau seja instruída de uma declaração firmada pelo advogado e pela parte requerente, afirmando ser a primeira vez que postula o pedido em questão e que não postula ou não postulou anteriormente o mesmo pedido, em qualquer juízo. “Estamos ao lado da Seccional e vamos recorrer desse Provimento, pois achamos ilegal”, finaliza.

Após a reunião, será feito um relatório que será entregue durante a inspeção na 1ª e 2ª Vara de Dourados que acontece de 13 a 17 de junho.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESPORTES
Disputas finais do torneio de arremessos de basquetebol serão amanhã no “Jorjão”
LIGA DOS CAMPEÕES
Imprensa francesa "elege" Neymar como o pior jogador da estreia
ACAMPA DOURADOS
Parque Arnulpho Fioravante recebe ajustes para receber população em evento
JUSTIÇA
Moro defende sua competência para julgar ação sobre sítio de Atibaia
TV Digital
Diretor da Band apresenta projeto para sinal em Dourados
ELEIÇÕES 2018
PF abre segundo inquérito para investigar agressão a Bolsonaro
ESPORTE PARALÍMPICO
Megaevento Paralímpico acontecerá neste sábado em MS e mais 47 cidades do Brasil
ELEIÇÕES 2018
TRE-DF prepara urnas que serão enviadas ao exterior
ELEIÇÕES 2018
Candidato do PSOL ao governo diz que pretende encarar o crime organizado com tecnologia
NOVA ANDRADINA
Menor é detida após bater na mãe por não querer estudar

Mais Lidas

DOURADOS
Idoso encontrado morto na pedreira foi vítima de latrocínio
MS-164
Trio é flagrado com mais de 1t de maconha no Copo Sujo
DOURADOS
Colisão frontal mata passageiro de caminhonete e deixa três pessoas feridas
DOURADOS
Homem esfaqueado pelo filho morre no Hospital da Vida