Menu
Busca quarta, 22 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221

Prefeitura de Dourados busca excelência na saúde da mulher

21 agosto 2006 - 06h33

A Prefeitura Municipal de Dourados através da Secretaria Municipal de Saúde em parceria com o Hospital da Mulher (HM) e dando continuidade ao programa de excelência à saúde da mulher, realizou no último final de semana o curso de “Suporte Avançado de Vida em Obstétrica (SAVO) para 16 profissionais que trabalham na área de assistência obstétrica em Dourados. “Estes profissionais têm um trabalho muito importante que é ajudar a nascer novas vidas. Eles precisam sempre estar se aperfeiçoando”, explicou o prefeito Laerte Tetila na abertura do evento.O curso que tem reconhecimento internacional e que em outros países é conhecido como ALSO (Advanced Life Support in Obstetrics), é um programa educacional elaborado para os profissionais da área obstétrica aperfeiçoando seus conhecimentos e técnicas necessárias ao atendimento de emergências obstétricas que foi trazido pela Secretaria Municipal de Saúde e o HM dentro das ações da coordenadoria do Programa de Assistência Integral a Saúde da Mulher, tendo como objetivo manter o índice “zero” de mortalidade feminina no momento do parto, como explica a coordenadora do programa, Grace Reiter Chedid. “Em um ano conseguimos baixar de mais de 190 o índice dos casos de mortalidade para nenhum, sendo que antes as maiores causas de mortalidade eram provocadas por hemorragias e hipertensão”, explica a coordenadora.A secretária de Saúde, Maria de Fátima Metelaro também ressalta a importância do curso. “A necessidade de aperfeiçoamento e capacitação é uma preocupação constante da Prefeitura, e a humanização do parto, com o programa das “doulas”, cursos para os funcionários da saúde e ações de prevenção à mortalidade da mulher demonstram quão importante são estas ações dentro do cronograma do município”, explica a secretária.Segundo o diretor do Hospital da Mulher, Antônio Pires de Almeida, nascem por ano no hospital uma média de 2,8 mil crianças.  Segundo a coordenadora Grace Reiter somente nos postos de saúde, e no Programa de Saúde da Família são atendidas por mês uma média de 350 gestantes com consultas contínuas e cursos. A coordenadora de Políticas para a mulher do município, Zonir Tetila também acompanhou a abertura do evento. O cursoAs técnicas ensinadas no curso foram elaboras na Universidade do Estado americano do Wisconsin e são administradas mundialmente pela entidade americana “Academy of family Physicans”, e aborda temas como complicações na gravidez, trabalho de parto prematuro, cesarianas, vigilância fetal intraparto e diversos outros temas da ginecologia e obstetrícia, e tem duração de 2 dias. Em Dourados começou no sábado e terminou ontem de manhã.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÁFICO
Nigeriano é preso em ônibus após engolir 45 cápsulas de cocaína
DOURADOS
Guarda Municipal prende autor de homicídio na Vila Rosa
RECORDE
Produção de petróleo do Brasil atinge 1 bilhão de barris pela 1ª vez
MIRANDA
Motoristas são presos na BR-262 com carretas roubadas em São Paulo
PRAZO
Últimos dias para pequenos negócios quitarem dívidas com o Simples
CAMPO GRANDE
Jordaniano é encontrado com chave de fenda cravada ao peito em hotel
SAÚDE
Anvisa decide simplificar acesso a medicamentos de canabidiol
ESPORTES
Com vistorias concluídas, abertura do Morenão será decidida até sexta
POLÍCIA
Policial militar e colega são presos com eletrônicos contrabandeados
DOURADOS
Prefeitura promove mutirão de limpeza e serviços no Jardim Canaã 3

Mais Lidas

UFGD
Aluna branca aprovada em Medicina como indígena aponta engano na inscrição
EMPREGO
Empresa abre 136 vagas para classificadores de grãos em Dourados e região
POLÍCIA
Mulheres são presas com malas ‘recheadas’ de maconha no Jardim Santo André
POLÍCIA
Participante de fuga em massa no Paraguai é recapturado em MS