Menu
Busca quarta, 16 de janeiro de 2019
(67) 9860-3221
DOURADOS

Prefeita recebe artistas para celebrar lançamento do FIP e Palco Para Todos

23 outubro 2017 - 19h35Por da Redação

A prefeita Délia Razuk recebeu na manhã desta segunda-feira (23) integrantes da classe artística de Dourados e o secretário de Cultura, Gil Esper, para uma reunião que teve como pauta o lançamento de ações culturais da Prefeitura de Dourados. Entre estas, o lançamento do FIP (Fundo de Investimento à Produção Artística e Cultural de Dourados) e do Palco Para Todos que, juntos, injetarão R$ 392 mil na cultura douradense.

Os representantes da música, teatro e literatura destacaram que o mandato atual tem dado oportunidades aos artistas. Com a abertura dos editais, é notório que a classe se sente acolhida. “Temos uma gama de ações e conhecimento artístico que, muitas vezes, é deixado de lado. Ações como esta e, principalmente, a remuneração de artistas, contribuem para amenizar nossa árdua caminhada”, disse o presidente da Academia Douradense de Letras, Marcos Coelho.

A prefeita Délia Razuk destacou que, como qualquer profissional, os artistas também necessitam remuneração, e os projetos em questão, podem servir de amparo, embora muita coisa ainda pode ser feita. “Os artistas também devem ser remunerados e estamos abrindo esta condição. Claro que começamos aos poucos, com passos leves, mas com certeza almejando situações melhores”, disse.

Este olhar mais próximo ao fomento da cultura tem como objetivo propor mudanças e, para isto, a administração precisa contar com a colaboração da classe. Segundo o secretário Gil Esper, a valorização do artista local e a institucionalização do apoio seguem como sendo frutos do olhar carinhoso da prefeita para todos os setores. “Temos conseguido este apoio porque a prefeita mantém a palavra e reconhece a classe artística como ingrediente para a construção de uma sociedade melhor”, disse.

Gil destacou o Workshop de Escrita de Projetos Culturais voltado ao FIP, ocorrido na semana passada, e que serve de ferramenta para a comunidade artística de Dourados, visando eliminar problemas que impediam os projetos de seguirem para a apreciação da arte.

“Como eu disse, esta oficina é a materialização do pensamento da administração do compromisso com as pessoas. Da abertura de oportunidades iguais e do compartilhamento de informações”, reforçou.

O FIP tem como objetivo estimular e fomentar a produção artística e cultural de Dourados, dando suporte financeiro a projetos, estritamente de natureza artística e cultural, de iniciativa de pessoas físicas ou pessoas jurídicas de direito público e privado.

Já o Palco Para Todos, do Nace (Núcleo de Arte, Cultura e Esporte), leva oficinas culturais para bairros da periferia de Dourados, abrindo vagas para que crianças da Rede Municipal de Ensino possam também aprender arte, ampliando o atendimento à população. Em um primeiro momento, esta descentralização da cultura dentro do projeto Palco para Todos, terá oficinas culturais de percussão, circo e teatro.
 
 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TELEVISÃO
'BBB19' estreia com prova de imunidade e vitória de Gustavo e Danrley
AGENDA
Governador vai a Maracaju e entrega estação de tratamento de esgoto
LOTERIA
Mega-Sena acumula mais uma vez e prêmio vai a R$ 27 milhões
EDUCAÇÃO
Inep divulga notas do Enem na próxima sexta-feira
PIS/PASEP
pagamento de abono aos nascidos em janeiro e fevereiro começa amanhã
POLÍTICA
Bolsonaro recebe presidente argentino nesta quarta-feira em Brasília
PROCESSO SELETIVO
Sebrae encerra seleção para profissionais com salários de até R$ 7 mil
CAMPO GRANDE
Mulher é presa com 31 tabletes de maconha que levaria para Goiás
TEMPO
Quarta-feira de sol com aumento de nebulosidade em Dourados
UAU
Paloma Bernardi faz passeio relaxante e impressiona com barriga negativa

Mais Lidas

GRUPOS RIVAIS
Interno do semiaberto de Dourados é morto em briga de facções
POLÍCIA
Motorista que morreu em acidente na BR-163 tinha 28 anos
BR-163
Acidente que matou motorista de ônibus deixou outros cinco feridos
DOURADOS
Délia exonera secretário e coloca interina na Agricultura Familiar