Menu
Busca terça, 25 de junho de 2019
(67) 9860-3221

Portadores de deficiência realizam manifestação em Dourados

03 dezembro 2003 - 19h02

Um grupo de pessoas portadoras de deficiência participou, na manhã desta quarta-feira, de uma passeata pelo centro da cidade para intensificar a campanha por melhores espaços e acessibilidade a prédios públicos e particulares, bem como conscientizar as autoridades e a população sobre sua situação.A passeata foi realizada na avenida Marcelino Pires, com o grupo distribuindo panfletos, visitando lojas e conversando com comerciantes sobre a necessidade de acesso aos estabelecimentos comerciais, lembrando que os deficientes também são consumidores e terminou na praça Antônio João, onde os manifestantes lembraram o “Dia Internacional dos Portadores de Deficiência”.A coordenadora do Centro de Convivência de Renda da Pessoa Portadora de Deficiência, Elza Pedroso destacou que a entidade, que conta hoje com uma freqüência normal de 100 pessoas, já tem cadastrado mais de 1.300 portadores de deficiência, que recebem orientações, participam de cursos profissionalizantes, desenvolvem atividades culturais, educacionais e recreativas e são encaminhados ao mercado de trabalho.Único no País, o Centro de Convivência, mantido pela Prefeitura, tem realizado um trabalho direcionado ao atendimento das pessoas portadoras de deficiência, bem como uma parceria com a Secretaria Municipal de Educação para a inclusão de crianças e jovens nas creches e escolas, com adaptações para a educação especial.A coordenadora de Educação Especial da Prefeitura, Cláudia Helena Castilho Teixeira disse que esteve recentemente em Brasília, acompanhada da superintendente de Educação e Ensino, Raquel Alves de Carvalho, apresentando os resultados do trabalho com crianças e pessoas portadoras de deficiência em Dourados e que o Município foi elogiado pela criação e manutenção do Centro de Convivência e dos programas educacionais voltado a essas crianças, jovens e adultos.Cláudia Teixeira ressaltou que, apesar das limitações, tanto o Centro de Convivência, quanto a Secretaria Municipal de Educação têm realizado trabalhos avançados na área, bem como capacitando profissionais para implementar as políticas de inclusão das pessoas portadoras de deficiência. Em razão desses programas, Dourados se transformou em um pólo de inclusão às pessoas portadoras de deficiência, encaminhando mais de uma centena para o mercado de trabalho e proporcionando o acesso ao ensino infantil e regular, com acompanhamento de profissionais qualificados.O presidente da Associação Douradense de Portadores de Deficiência, Arcelino Arce, disse que a campanha tem como finalidade conscientizar a população para que colabora na superação das barreiras dos deficientes. Ele mesmo, superando uma dessas barreiras, com o apoio do Centro de Convivência, construiu uma cadeira de rodas especial que, nas lojas, custa mais de R$ 5 mil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Mariana Ximenes relaxa no mar e deseja boa semana para os fãs
COSTA RICA
Polícia prende mãe que matou bebê de 1 anos ao jogá-la na parede
PRAÇA ANTONIO JOÃO
Prefeitura promove ação para recolher lixo eletrônico em Dourados
MEIO AMBIENTE
Pecuarista é multado em R$ 3,3 mil por exploração ilegal de madeira
POLÍTICA
Bolsonaro diz que vai vetar lista tríplice para agências reguladoras
NOVA ALVORADA
Fogo destrói caminhonete que trafegava pela rodovia BR-163
UEMS
Inscrições em Programa de Assistência Estudantil terminam 4ª-feira
DOURADOS
Casal de Minas Gerais é preso transportando skank em veículo
LOTERIA
Confira as dezenas sorteadas na Quina de São João
POLÍTICA ENERGÉTICA
Governo aprova resolução para abrir mercado e tentar reduzir preço do gás

Mais Lidas

POLÍCIA
Gangue invade festa e esfaqueia três adolescentes em Dourados
HOSPITAL DA VIDA
Jovem morre horas após acidente de moto
DOURADOS
Moto com mais de R$ 20 mil em multas é apreendida após flagra de excesso de velocidade
VICENTINA
Colisão frontal mata homem na MS-376