Menu
Busca sábado, 23 de março de 2019
(67) 9860-3221

Polícia esclarece homicídio ocorrido em 2000 em Dourados

08 agosto 2002 - 18h00

Após receber uma denúncia anônima, a equipe “A” do 2º Distrito Policial de Dourados, esclareceu na tarde de hoje, a morte de Valdivino Candido Machado, vulgo Índio, ocorrido no mês de outubro do ano 2000, efetuando a prisão de Cláudio Lucio da Silva Rios, vulgo Paraguaio, 28 anos, residente na fazenda Estância Beatriz no Paraguai. Paraguaio confessou ter matado Índio com cinco tiros de arma de fogo, em razão de uma rixa antiga existente entre eles. Ele confessou ainda ter executado Luiz Carlos da Conceição de Souza, em 1º de março de 1997, com três tiros, para defender um amigo. O Delegado Sandro Marcio Pereira disse há pouco para o Dourados News, que está investigando a participação de Paraguaio, no crime de latrocínio ocorrido em março de 2001, nas dependências da empresa Imesul, localizada na saída para São Paulo, quando foi morto Manoel Deoclécio Ferreira. As suspeitas existem em virtude de o assassino confesso de Manoel, Alessandro de Oliveira Avalo, Vulgo Naveia, ter indicado a participação de Paraguaio no crime.


Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Após cirurgia, Cleo Pires exibe corpão, faz dancinha e rebate seguidor
TRÊS LAGOAS
Mulher que entrou em briga de casal e matou homem diz que foi acidente
FUTEBOL
Aquidauanense vence o Operário na abertura das quartas do Estadual
DOURADOS
Agehab vai aos bairros para regularização de loteamentos sociais
PONTA PORÃ
Adolescente é apreendida com maconha que levaria para São Paulo
LUTO
Ator e diretor Domingos Oliveira morre aos 83 ans no Rio de Janeiro
FUTEBOL
Paquetá marca, mas Brasil só empata com Panamá em amistoso
BRASIL
Caminhoneiros se mobilizam para nova paralisação, mostra monitoramento
IVINHEMA
Médico veterinário morre em acidente de moto na MS-276
CICLISMO
Desafio das Araras de Mountain Bike abre inscrições para 2ª etapa

Mais Lidas

HU
Dengue hemorrágica causa morte de menino de 11 anos em Dourados
LUTO
Fundadora da ADL, Ruth Hellman morre em Dourados
DOURADOS
Protesto contra a Reforma da Previdência leva centenas ao Centro
DOURADOS
Trio que matou e roubou cabeleireiro é condenado a 62 anos de cadeia