Menu
Busca Quinta, 14 de Dezembro de 2017
(67) 9860-3221
Corpal - Dezembro 2017
MODA

Peças bordadas por internas do semiaberto de Dourados protagonizam desfile

24 Outubro 2017 - 17h50Por Da Redação

A arte do bordado tem incentivado a criatividade e renovado as esperanças de reeducandas do Estabelecimento Penal Feminino de Regime Semiaberto, Aberto e Assistência à Albergada, de Dourados. O projeto social “Coisa Minha – Produtos Artesanais” é desenvolvido pela escritora e poetisa Ivone Macieski em parceria com a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) e o Poder Judiciário.


Com quase um ano de existência, o projeto já ensinou as técnicas do bordado a 40 internas da unidade penal, que realizam a confecção de desenhos e fixação de estampas em peças de vestuário masculino e feminino.

Conforme a idealizadora do projeto, Ivone Macieski, a ideia inicial visava contribuir para uma melhor qualidade de vida e reinserção social das detentas. “Com o interesse cada vez maior, todas se engajaram nos trabalhos que hoje é visto por elas como uma nova profissão, além de beneficiar na redução significativa da pena eu me sinto muito feliz em poder contribuir para o retorno à sociedade dessas mulheres”, enfatiza.


A legislação estabelece que a cada três dias trabalhados se reduz um dia da pena. Segundo a diretora da unidade penal, Luzia Aparecida Ferreira, as peças desenvolvidas pelas internas são belíssimas e fruto de muita dedicação e carinho. “Esse trabalho é uma ótima ferramenta para a reintegração das custodiadas de forma digna e respeitosa, além de terem a possibilidade de uma atividade produtiva e rentável”, ressalta a diretora.

Presa há quatro anos, a reeducanda Francisca do Nascimento, acredita que o novo ofício irá ajudá-la a ficar longe da criminalidade. “Se temos uma oportunidade de exercer uma profissão devemos abraçar e prosseguir a vida de forma lícita; e realizar uma atividade produtiva também aumenta a nossa autoestima”, conclui.


Desfile

Para concretizar as ações e divulgar à sociedade as belas peças desenvolvidas pelas reeducandas do presídio, aconteceu na semana passada, o “Desfile de Moda Cultural”. Com a exposição de 50 peças de vestuários, bordados à mão por nove internas, e seguindo a tendência da moda primavera/verão, o evento contou, ainda, com apresentações de música e poesia.

Com entrada gratuita, o desfile foi aberto a toda população de Dourados e região e contou com a participação do juiz da 3ª Vara Criminal do município, Dr. Cesar de Souza Lima, e de representantes de diversos segmentos da sociedade.

O evento aconteceu na Unopar de Dourados, que além de ceder o espaço, contribuiu com alunos da área de estética durante a preparação das modelos no desfile. Quem participou do evento teve a possibilidade de encomendar as peças artesanais e contribuir na recuperação das mulheres que estão cumprindo pena e lutando para ter uma vida digna na sociedade.

Emocionada, Ivone Macieski declarou que o desfile era um sonho antigo e que tudo foi possível graças ao empenho e trabalho conjunto de diversos parceiros que acreditaram no sucesso deste evento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PARLAMENTAR
Senado aprova refinanciamento de dívidas para micro e pequenas empresas
DOURADOS
Dez são detidos em 2ª fase da Operação Thanos
SAÚDE
Doenças ligadas à gripe matam até 650 mil por ano no mundo, diz OMS
CAMPO GRANDE
Motociclista fica ferido após atropelar e matar duas capivaras em avenida
MUDANÇA
Confraternização de Fim de Ano da UEMS de Dourados tem novo local definido
BRASIL
Laboratórios provocam desabastecimento de remédios para vender mais caro, aponta ministro
NOVA DATA
Temer não terá alta nesta quinta-feira, e posse de Marun é adiada
AQUIDAUANA
Corpo de ex-presidente da OAB é encontrado carbonizado na BR-419
É LEI
Exame de trombofilia para mulheres deve ser oferecido pelo SUS em MS
TRÁFICO
Motorista foge deixando mais de 1,2t de maconha em veículo

Mais Lidas

DOURADOS
Homem encontrado morto estava acorrentado e jogado no rio Dourados
BARBÁRIE
Acusado de esquartejar mãe é levado para audiência
DOURADOS
Juiz manda acusado de esquartejar a mãe para hospital da Capital
THANOS
Megaoperação cumpre mandados em bairros de Dourados