Menu
Busca sábado, 30 de maio de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

PCCR atual aumenta em R$ 1,7 mi folha dos administrativos

09 outubro 2017 - 08h57Por Da Redação

O PCCR (Plano de Cargos, Carreira e Remuneração), cuja correção têm sido objeto de amplo debate entre população, vereadores e executivo nos últimos dias, aumenta em pelo menos R$ 1,7 milhão os gastos mensais do município somente com a folha de servidores administrativos, em comparação com o que era desembolsado antes da aprovação da lei, em 2016, segundo dados obtidos com a contadoria da Prefeitura de Dourados. 

O impacto corresponde a um incremento de 20% e abrange o pagamento de salários de cerca de 2.800 servidores administrativos. Considerando todas as incorporações salariais implementadas desde 2016, como o PCCR da Procuradoria Geral do Município, o adicional de operações especiais à Guarda Municipal e o incentivo ao magistério e pagamento de 1/5 da diferença do piso nacional dos professores, houve um aumento de mais de R$ 5 milhões nas despesas mensais municipais. 

Desse montante, cerca de R$ 3 milhões correspondem aos adicionais do magistério, R$ 253,3 mil ao impacto gerado com o PCCR da Procuradoria Geral do Município e R$ 171,5 mil com os adicionais da Guarda Municipal. 

A dificuldade financeira é uma das justificativas do executivo para propor alterações no texto atual do plano de carreiras, segundo o diretor do departamento de contabilidade da prefeitura, Rosenildo da Silva França. “Infelizmente é necessário que sejam feitas algumas contenções nas gratificações, como a prefeitura já vem realizando em outros setores da administração”. 

Somente nos primeiros dias de outubro, foram concedidos 51 “adicionais de incentivo à capacitação” a 40 servidores municipais, de acordo com o Diário Oficial do Município. No momento, existem 43 pedidos de gratificação protocolados na secretaria de administração da prefeitura aguardando homologação, segundo a procuradora geral do município, Lourdes Peres Benaduce. “Esses processos serão respeitados e regidos pelo PCCR atual, porém os novos pedidos precisarão atender às alterações propostas com o novo texto, caso aprovado”, explica. 

Para custear os cerca de 7 mil servidores, o município desembolsa em torno de R$ 32 milhões mensais pelos cofres municipais. “Em setembro, o déficit da folha de pagamentos ficou em R$ 8 milhões e neste mês está em R$ 6 milhões, porque a receita varia um pouco mês a mês, mas as despesas tendem só a aumentar se não houver essa alteração no Plano”, explica Alexandre Mantovani, advogado e assessor especial do gabinete da prefeitura.

Outra justificativa do novo texto é corrigir injustiças entre as diferentes carreiras do funcionalismo público municipal, segundo Mantovani. Enquanto atualmente um servidor administrativo pode ter até 15% de acréscimo com três pós-graduações latu sensu, um professor só pode apresentar um título nessa categoria, que corresponde a apenas 5% a mais no salário, por exemplo. 
Com a nova proposta, o adicional de incentivo à gratificação ficaria limitado ao montante de 15% para todas as categorias, sendo que os cursos obrigatoriamente devem estar relacionados à área de atuação do trabalhador na administração pública. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Pai recebe vídeo de bebê sendo forçado a beber pimenta e denuncia
INFLUENZA
Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada até 30 de junho
SAÚDE
Cartilha na língua terena informa sobre cuidados com a Covid-19
PAGAMENTO
Salário dos servidores estaduais estará dispinívels no dia 05 de junho
TRÊS LAGOAS
Polícia investiga morte de bebê de seis meses após queda de carrinho
ECONOMIA
Saque aniversário do FGTS poderá ser usado para garantir empréstimos
TRÁFICO
Polícia apreende 743 quilos de maconha que seguiria para a Capital
RECURSOS
Estado repassa R$ 6 milhões para auxiliar ações na saúde de Dourados
ECONOMIA
Novo Plano Decenal de Energia trará ajustes por causa da pandemia
DOURADOS
Bancários empossam nova diretoria no domingo

Mais Lidas

DOURADOS
Protocolo é seguido e mulher vítima do coronavírus é enterrada sem despedida de familiares
MAIORIA JOVENS
Vítima fatal da Covid-19 faz parte da faixa etária com mais casos da doença em Dourados
COVID-19
Curva segue ascendente e Dourados ultrapassa 200 casos de coronavírus
PANDEMIA
Comitê diz que Dourados não é epicentro do novo coronavírus e descarta lockdown