Menu
Busca segunda, 22 de outubro de 2018
(67) 9860-3221
DOURADOS

Paulista é preso e diz que ganharia R$ 100 por kg de maconha transportado

18 setembro 2017 - 08h57

Thiago Juan de Barros, 32, morador em Presidente Prudente (SP) foi preso no início da tarde de domingo (17) em Dourados acusado pelo tráfico de drogas. Ele tentava levar 37 quilos de maconha até São Paulo (SP).

De acordo com o boletim de ocorrência, por volta de 12h40, no posto da PRF (Polícia Rodoviária Federal), os agentes abordaram a Fiat Strada preta conduzida pelo rapaz.

Na ação, ele apresentou nervosismo, causando desconfiança dos policiais que iniciaram buscas pelo veículo.

Atrás dos autofalantes laterais, os federais encontraram 32 tabletes da droga. Questionado, Thiago afirmou ter pegado o carro em Ponta Porã e levaria até o Estado vizinho.

Pelo transporte ele receberia R$ 3,7 mil, equivalente a R$ 100 por quilo de maconha.

O rapaz foi autuado em flagrante pelo tráfico.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZ
Talitha Morete, repórter do "Mais Você", exibe boa forma em praia carioca
ANHANGUERA
Palestra do BNDES chega a Dourados na próxima quarta-feira
FRONTEIRA
Dois são presos acusados de invadirem agência de cooperativa de crédito
RURAL
Produtores de MS já plantaram mais da metade da nova safra de soja
PARAGUAI
Homem sofre atentado a tiros e morre a caminho do hospital
PRÁTICA ABUSIVA
Tim é multada em R$ 50 milhões por "derrubada" de chamadas
EDUCAÇÃO
Professor apresenta projetos de pesquisa da UEMS em Nova York
IMBRÓGLIO
O que se sabe sobre a troca de tiros entre policiais de Minas e São Paulo
UFGD
Estudantes de Artes Cênicas convidam para 1ª Mostra NAC
CONCURSO
Marinha abre inscrições para cerca de 400 vagas a oficiais temporários

Mais Lidas

OPERAÇÃO SATURAÇÃO
Megaoperação cumpre dezenas de mandados de prisão em Dourados
RIO BRILHANTE
Caminhonete invade pista, bate em motocicleta e mata casal
CANAÃ
Órgãos de segurança fecham festa organizada através do WhatsApp
DOURADOS
Ação contou com apoio de 4 delegacias da Capital e cumpriu mais de 40 mandados de prisão