Menu
Busca quinta, 13 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221

Números positivos dos índices de criminalidade garantem R$ 40 mi para serem investidos na Segurança Pública de MS

26 dezembro 2012 - 16h45

Os números positivos apresentados no Detalhamento das Ações da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) entre os 11 Estados que fazem parte da faixa de fronteira no País garantiram para Mato Grosso do Sul a assinatura de um convênio de R$ 40 milhões para serem investidos nas ações da Estratégia Nacional de Segurança Pública de Fronteira (Enafron).

O montante foi assegurado pelo governador André Puccinelli no último dia 7 de dezembro com a assinatura do convênio entre o Estado de Mato Grosso do Sul e o Ministério da Justiça. O principal objetivo é fortalecer ainda mais a capacidade de prevenção e repressão dos delitos praticados na faixa de fronteira, através do apoio à estruturação dos órgãos estaduais de segurança pública, abrangendo as áreas de inteligência, ações ostensivas das polícias militares, investigações das polícias civis e perícias.

Os números mostram o reconhecimento do Estado de Mato Grosso do Sul junto à Secretaria Nacional de Segurança Pública. “No prospecto da Senasp eles reconheceram que o mais eficiente dos Estados na questão do policiamento, solução dos inquéritos feitos, ações de apreensão de armas e drogas, é o Estado de Mato Grosso do Sul. Por termos sido o Estado mais eficiente da Federação que faz fronteira com outros países o governo federal nos aquinhoou com um convênio de R$ 40 milhões, sendo o maior dos montantes dos 11 Estados”, disse o governador, ao elencar que o montante será investido em inteligência policial, videomonitoramento, cursos, aquisição de mais viaturas, armamentos, melhoria de equipamentos e em contrapartida o governo do Estado vai reforçar o efetivo para manter a segurança de fronteira, através de concurso público para contratação de policiais civis, militares e bombeiros.

Números

Os dados consolidados dos esforços dos órgãos estaduais de segurança pública de 2012 do Detalhamento das Ações da Senasp mostram que no Estado entre o período de janeiro a outubro, foram apreendidas 92,4 toneladas de drogas (cocaína, crack e maconha), das quais 77 toneladas foram recuperadas somente em Mato Grosso do Sul, cerca de 85% das drogas apreendidas nos 11 Estados da Federação inseridos na faixa de fronteira.

O levantamento contabiliza ainda os índices de cocaína, crack e maconha apreendidos especificamente na faixa de fronteira onde foram recuperadas 63 toneladas de entorpecentes. Os números refletem a atuação de todas as forças de segurança pública que atuam na faixa de fronteira do Estado segundo o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini. “O desempenho de Mato Grosso do Sul frente ao combate da criminalidade faz com que mais recursos sejam destinados ao combate dos crimes que mais impactam a sociedade, que são os contra a vida e contra o patrimônio. Com base nos dados da inteligência artificial e no reforço que foi feito na gestão, a segurança pública pode traçar estratégias e resulta em novas diligencias”, disse Jacini ao ressaltar que os índices de resolutividade dos registros de ocorrências no Estado atualmente chegam a 80%.


Inquéritos e Autos de Prisão

Os inquéritos policiais concluídos em Mato Grosso do Sul em toda faixa de fronteira ultrapassam os 10,6 mil casos. No Rio Grande do Sul foram contabilizados cerca de 75 mil casos de inquéritos concluídos. Um total de 101.362 ocorrências finalizadas nos 11 estados fronteiriços.
Os autos de prisão em flagrante ocorridos na faixa de fronteira de Mato Grosso do Sul somaram 2.914, enquanto o Rio Grande do Sul lavrou 3.753 autos. No total foram registrados 15.084 autos nos 11 Estados da Federação que compõem a faixa de fronteira.

Balanço

O Detalhamento das Ações da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) mostrou ainda que de janeiro a outubro as ações nos 11 Estados fronteiriços (Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul e Santa Catarina) contabilizaram: 5.271 armas apreendidas, 3.864 veículos recuperados, 6.097 mandados de prisão cumpridos, 101.362 inquéritos policiais concluídos, 15.794 autos de prisão em flagrante, 72.117 laudos periciais emitidos, 229.465 pessoas abordadas, 2.060 embarcações abordadas, 74 Gabinetes de Gestão Integrada Municipais instalados, 60 reuniões dos Gabinetes de Gestão Integrada de Fronteira e Câmaras Temáticas de Fronteira e ainda 63 Núcleos de Inteligência de Fronteira foram ativados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZ
Bruna Griphao mostra tanquinho trincado em passeio na cachoeira
FUTEBOL
CBF sorteia primeira fase da Copa do Brasil 2019: veja os confrontos
INTERPOL
Fux manda prender Cesare Battisti e abre caminho para extradição
FRONTEIRA
Com pistola na mochila, motociclista é preso pela PRF na BR-463
ESTRATÉGIAS
Governador e embaixador do Chile discutem o Corredor Bioceânico
ROMBO
Comissão do Congresso aprova Orçamento da União para 2019
COMPROMISSO
Reinaldo Azambuja vai doar metade do salário a entidades sociais
LEI
Motoristas envolvidos em contrabando terão habilitação cassada
NAVIRAÍ
Dupla faz pastor e esposa reféns e levam caminhonete e dinheiro
CORAÇÃO
Ex-presidente Dilma passa por cirurgia para desobstruir artérias

Mais Lidas

BOAS FESTAS
Operação contra tráfico e roubo termina com cinco presos em Dourados
DOURADOS
Idoso é preso por abusar de criança durante três anos: “ela fazia porque gostava”
REGIÃO
Rapaz é encontrado enforcado às margens da MS-156
PANTANAL
Homem rodeado por jacarés é resgatado de riacho em MS