Menu
Busca segunda, 17 de junho de 2019
(67) 9860-3221

Nova Lei de desarmamento causa transtorno em Dourados

25 dezembro 2003 - 11h29

A Nova Lei do Desarmamento sancionada este semana causou um grande transtorno em Dourados. É que a Lei diz que as Guardas Municipais de cidades com menos de 250 mil habitantes não poderão portar armas. E na noite de ontem um Guarda Municipal de Dourados identificado como Evaldo atirou contra Robson Catarino Barreto que não obedeceu à ordem de parada depois de atravessar a Feira Livre de moto em alta velocidade. Robson foi atingido por um tiro de raspão na perna direita. Na delegacia o delegado Oduvaldo Pompeu, constatou que Robson estaria praticando estelionato em várias lojas do comércio. Mas o delegado também fez uma consulta a juíza Dileta Terezinha que comunicou ao delegado que o Guarda Municipal deveria ser autuado por porte ilegal de arma e tentativa de homicídio. Como o Guarda Municipal já tinha deixado a delegacia, o comandante da GM foi comunicado do fato e compareceu na delegacia. O Guarda Evaldo não foi localizado e deveria se apresentar na manhã de hoje para ser recolhido em uma das celas do 1º Distrito Policial. Mas uma Medida Provisória editada no dia 23 acabou salvando o Guarda da cadeia. Segundo a MP todos os Guardas estão liberados para andarem armados em serviço. (Antonio Coca)

Deixe seu Comentário

Leia Também

MATO GROSSO DO SUL
Relação de aprovados no Programa de Estágio Remunerado da PGE já está disponível
PEDESTRIANISMO
Douradense e campo-grandense vencem a 1ª Corrida de São João
DOURADOS
Festa Junina na praça atraiu mais de 20 pessoas em três dias
STF
Decisão sobre criminalização da homofobia é comemorada em MS
TRÁFICO
Após perseguição, motorista foge para o Paraguai e deixa carro com mais de 140kg de maconha
INSTITUTO FEDERAL
Divulgada primeira chamada para cursos técnicos a distância em dez municípios
COPA AMÉRICA
Seleção treina hoje na Fonte Nova visando partida contra Venezuela
MASSACRE EM SAN PEDRO
Ministro paraguaio promete expulsar membros do PCC após motim com 10 mortos
ARTIGO
Junho Prata: Respeito a maturidade e a sabedoria
TJMS
Plano de saúde não é obrigado a arcar com fertilização in vitro

Mais Lidas

PARAGUAI
Motim termina com 10 mortos e presos queimados e decapitados
AQUIDAUANA
Douradense desaparece nas águas do rio Aquidauana durante banho
POLÍCIA
Casal contratado para levar maconha até Campo Grande é preso em Dourados
FURTO
Jovem é preso enquanto furtava bicicleta dentro de residência em Dourados