Menu
Busca quinta, 17 de janeiro de 2019
(67) 9860-3221
DESAFIOS

Nosso foco é a transparência, diz Délia a líderes comunitários

25 setembro 2017 - 12h50

A prefeita Délia Razuk recebeu na manhã desta segunda-feira, dia 25 de setembro, líderes comunitários de várias regiões da cidade para um "debate franco e aberto", mediante a apresentação da real situação financeira do município. "Nosso objetivo é ter o máximo de transparência possível em nossas ações", explicou.

A gestora municipal abriu o encontro afirmando que os desafios são muitos, mas com trabalho e planejamento as dificuldades vão sendo superadas. "Assumimos a prefeitura num momento difícil; na cidade e, principalmente, nos distritos. Já se passaram oito meses; a realidade continua dura, mas há um trabalho iniciado, avançamos em alguns setores e, com certeza, o segundo ano será bem melhor que o primeiro", disse.

"Chegamos à prefeitura sem prometer grandes obras, mas arrumar a casa. E isso vem sendo feito. Encontramos muitos prédios públicos com problemas estruturais e, de início, determinamos a recuperação das escolas, dos centros de saúde, das praças de esportes e dos nossos parques", lembrou.

Segundo a prefeita, a administração não pretende continuar pagando aluguel para abrigar serviços públicos. Délia anunciou a construção de mais um bloco, ao lado do CAM (Centro Administrativo Municipal), para abrigar a Secretaria de Educação. "Já temos os recursos garantidos", afirmou, reforçando a ideia de manter todas as secretarias trabalhando juntas.

A prefeita de Dourados também falou sobre críticas que a administração recebe por causa dos buracos de muitas ruas e imputou a situação ao tempo de uso da pavimentação e, também, à qualidade do asfalto. "Quando chegamos os buracos já estavam aí. Já melhoramos a situação um pouco e ainda vamos melhorar muito mais. Com uma diferença: nós cobramos dos responsáveis a execução de um serviço de qualidade. Talvez nosso trabalho demore um pouco, mas, acreditem, vai chegar", observou.

Também lembrou a parceria com o Governo do Estado para a recuperação da malha asfáltica das avenidas Weimar Torres, Marcelino Pires e Joaquim Teixeira Alves, além do recapeamento e adequação da rua Hayel Bon Faker, para melhorar o tráfego na via de entrada à cidade para quem chega do sul.

Ela falou também da ampliação do aeroporto, cujas obras serão executadas pelo Exército, "uma grande parceria que trará benefícios importantes para nossa cidade e região", e anunciou agenda com o governador do Paraná, Beto Richa, com quem irá tratar sobre ramal da Ferroeste para Dourados.

Em seguida, o assessor especial Alexandre Mantovani fez explanações a respeito da realidade financeira da prefeitura de Dourados e esclareceu dúvidas dos representantes de bairros acerca de situações pertinentes à administração municipal.


Deixe seu Comentário

Leia Também

MATO GROSSO DO SUL
Deficientes físicos têm direito a desconto na compra do veículo e no pagamento do tributo
PARANHOS
Operação contra traficantes que abasteciam morros cariocas prende dois em MS
CRIATIVIDADE
Conheça a casa flutuante dobrável desenvolvida para vítimas de terremotos
ATENÇÃO
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana em MS
BALANÇO
Guarda apreendeu quase 2t de drogas na rodoviária de Dourados em 2018
EMBOSCADA
Dupla morta em atentado foi executada a tiros de pistola 9mm
BRASIL
Brasil bate recorde de mortes violentas em 2017
NOVELA
Nova personagem de Letícia Persiles aparece no presente em ‘Espelho da Vida’
TOMA LÁ, DA CÁ!
Comitiva do PSL com dois parlamentares de MS na China é chamada de "semianalfabeta" por "guru" de Bolsonaro
VINGANÇA
Após execução, fronteira entra em alerta para “guerra sangrenta” por domínio do tráfico

Mais Lidas

DOURADOS
Rapaz assassinado em emboscada foi preso por tentativa de furto a caixa eletrônico
NOVA LEI
Multa mínima para quem capturar Dourado na próxima temporada de pesca será de R$ 2,7 mil
INQUÉRITO CIVIL
Denúncia leva MP investigar recursos destinados à Saúde de Dourados
DOURADOS
Seis são apontados por participação em emboscada que matou interno do Semiaberto