Menu
Busca segunda, 27 de maio de 2019
(67) 9860-3221
ECONOMIA

Dourados fecha primeiro trimestre do ano com mais contratações do que demissões

24 abril 2019 - 13h50Por Vinicios Araújo

A segunda maior cidade do Estado fechou o primeiro trimestre do ano com saldo positivo na geração de emprego e renda. Segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho), Dourados registrou 338 admissões a mais do que o número de demissões.

O setor que mais contratou no período foi o de saúde, com 128 profissionais para atender a Missão Evangélica Caiuás na aldeia indígena de Dourados. Em contrapartida, quem mais demitiu foi o comércio varejista, na área de vendas. Ao todo foram 115 profissionais desligados dos cargos. 

Em três meses, Dourados registrou 6.028 admissões e 5.690 demissões, resultando na variação positiva.

Em janeiro os dados do Caged surpreenderam com a descrição de um saldo positivo de 4.441 admissões a mais do que o número de desligamentos. O fato, já esclarecido pelo Dourados News, foi resultado da contratação de 4.309 profissionais pela Missão Evangélica Caiuá, Organização Não Governamental que atua na saúde indígena e com sede no município. 

Desse total, apenas 128 foram destinados a mão de obra de trabalhadores na cidade, atuando no polo base e na Casai (Casa de Saúde Indígena). O restante acabou abastecendo outros oito polos a qual a Organização possui convênio fora do Estado. 

No final das contas, os números reais para Dourados no 1° mês do ano apontou saldo positivo de 260 contratações a mais do que demissões. Especificamente, houve registros de 2.091 admissões contra 1.831 desligamentos, a maior parte impulsionada pela demissão de 170 vendedores do comércio. 

Em fevereiro a cidade demitiu 1.911 enquanto contratou 2.111, provocando um saldo positivo de 200 admissões sobre o número de demissões. Os setores que mais desempregaram foram segurança, com a demissão de 46 vigilantes, e comércio, com mais 151 vendedores demitidos. 

Em contrapartida, quem mais contratou foi o setor industrial, no cargo de alimentador de produção, com 180 admissões, e setor administrativo para o cargo de auxiliar de escritório, 111 contratações.

Seguindo a mesma tendência dos dois primeiros meses, março também fechou com saldo positivo de 122 contratações. Foram especificamente 1.826 admissões contra 1.948 demissões. O setor que mais contratou no mês foi a indústria, com 133 admissões para alimentador de linha de produção. 

Por outro lado, as demissões se concentraram no setor de serviços como repositor de mercadorias, trabalhadores agropecuários, açougueiros e auxiliar de escritório

Deixe seu Comentário

Leia Também

TEMPO
Segunda-feira de sol com aumento de nebulosidade em Dourados
UAUUUUU!!
Ellen Roche faz clique só de lingerie e é elogiada por internautas
RIO NEGRO
Ambiental fecha segunda olaria ilegal e autua proprietário em R$ 5 mil
MATO GROSSO DO SUL
Campanha Estadual de Combate ao Feminicídio será lançada amanhã
MS-164
Mulheres são flagradas transportando maconha em ônibus
DOURADOS
Douradenses vão às ruas apoiar medidas de Bolsonaro
MUNDO
Tremor de magnitude de 8,1 graus abala noroeste do Peru
EVENTOS
Semana do Leite terá palestras, doações e discussão sobre a conjuntura da atividade em MS
BRASIL
Projeto garante defesa de animais em casos de desastres ambientais
MÚSICA
Almir Sater faz show gratuito hoje em Dourados

Mais Lidas

ITAQUIRAÍ
Empresário é executado no Sul do Estado
TRÁFICO
Ação conjunta apreende 556 quilos de cocaína em ônibus de turismo religioso
FLAGRANTE
Polícia prende grupo caçando com 19 cães e lanças para abate
ITAQUIRAÍ
Comerciante foi executado com cinco tiros enquanto lavava residência