Menu
Busca quarta, 17 de julho de 2019
(67) 9860-3221

Murilo quer venda legalizada de carne na Feira Livre

10 janeiro 2013 - 16h35




Em reunião sobre projetos para 2013, prefeito determinou à Semaic as medidas necessárias para regularizar a comercialização de carne na feira da Rua Cuiabá e pediu prioridade para o setor que produz alimentos em Dourados



O prefeito Murilo determinou nesta quinta-feira que a Secretaria Municipal de Agricultura, Indústria e Comércio adote as medidas necessárias para implantar a comercialização de carne na tradicional Feira Livre da Rua Cuiabá. A venda foi proibida há alguns anos por questões sanitárias.



“Precisamos quebrar essa tabu de que não pode vender carne na feira. Em importantes cidades como Curitiba a comercialização é permitida e Dourados tem de retomar essa tradição, dentro da legalidade, seguindo criteriosamente as normais sanitárias que existem para proteger a saúde da população e a qualidade dos produtos”, afirmou o prefeito em reunião com a secretária Neire Colman (Agricultura, Indústria e Comércio).



De acordo com o prefeito, o que não pode é vender carne de forma irregular, “mas vamos tomar todas as providências para legalizar esse tipo de comércio que sempre fez parte da tradição de Dourados”.



Na reunião, que serviu para a secretária e sua equipe apresentarem o balanço das ações de 2012 e os principais projetos para este ano, o prefeito Murilo cobrou empenho da Semaic (Secretaria de Agricultura, Indústria e Comércio e que também agrega o turismo) para incentivar o desenvolvimento da indústria local de alimentos.



“Vamos fazer tudo o que estiver ao alcance da prefeitura para ajudar o pequeno produtor de embutidos e de derivados de leite a se estruturar, obter a inspeção municipal e dessa forma poder produzir e vender seus produtos nos mercados da cidade, competindo de igual para igual com as multinacionais que produzem alimentos”, afirmou o prefeito.



Murilo determinou que a secretária marque uma nova reunião com os representantes de açougues da cidade e agilize com eles a legalização da fabricação própria de linguiça e outros embutidos. “Vamos trabalhar para que Dourados se transforme num centro estadual de industrialização de alimentos, ajudando a pequena indústria e incentivando as multinacionais já instaladas na cidade e outras interessadas em vir para cá”, disse o prefeito.



Na reunião com o prefeito, Neire falou dos principais projetos de sua secretaria para este ano, principalmente nas áreas de agronegócio, turismo, comércio e indústria. Ela falou também do trabalho do Ciat (Centro Integrado de Atendimento ao Trabalhador), que além do encaminhamento para o mercado de trabalho oferece atendimento de Seguro Desemprego, emissão de Carteira de Trabalho e atendimento do Banco da Gente.



“Nosso Ciat já é o maior do Estado em número de vagas e efetivação do trabalhador no mercado de trabalho. Agora nossa meta é transformá-lo no melhor de Mato Grosso do Sul”, afirmou a secretária. O Ciat pertence ao governo do Estado, mas em Dourados é mantido em parceria com a prefeitura e gerenciado pela Semaic.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PRAZO
Tribunal Regional do Trabalho encerra inscrições para Programa de Estágio
CAMPO GRANDE
Três homens em veículo furtado são perseguidos e presos pela Polícia
EDUCAÇÃO
UEMS abre inscrições para Pós em Educação Científica e Matemática
REUNIÃO
Bolsonaro vai à Argentina para participar da cúpula do Mercosul
PARANHOS
"Braço direito" de narcotraficante preso é executado a tiros na fronteira
TEMPO
Quarta-feira de sol com algumas nuvens em Dourados, não chove
SHOWBIZZ
De biquíni em Paraty, Mariana Ximenes suspira: "Pode já querer voltar?"
CAPITAL
Esposa de defensor público é encontrada morta em residência
POLÍCIA
Vítima de tiro do pai, estudante presta depoimento e diz que vai embora
TJ/MS
Coordenadora da Mulher debate violência de gênero em Genebra

Mais Lidas

DOURADOS
Coordenadora de Ceim é exonerada e pais fazem abaixo-assinado para tentar mantê-la
POLÍCIA
Investigação vê indícios de relação entre homicídios no Jardim Pantanal e Guanabara
DOURADOS
Assassinado em conveniência já cumpriu pena por tráfico e lavagem de dinheiro
DOURADOS
Upiran entrega carta de demissão a Délia e aguarda substituto para deixar Educação