Menu
Busca quarta, 22 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221

Mulher que matou professora é presa em Dourados

24 agosto 2006 - 11h05

Na manhã de hoje, Paula de Almeida Fidélis, a mulher acusada de matar a professora Kênia Alves de Almeida, de 25 anos, e de ter provocado ferimentos no próprio irmão, Marcos Antonio de Almeida Fidelis, de 28 anos, se apresentou acompanhada pelo advogado no 1º Distrito Policial, obedecendo mandado de prisão preventiva  decretado pela 2ª Vara Criminal da justiça de Dourados.O crime aconteceu na madrugada do dia 3 de julho, na residência do casal localizada à rua Camilo Ermelindo da Silva, no Jardim Europa onde, após uma discussão, Paula efetuou vários tiros contra o irmão e a cunhada, atingindo Marcos e Kênia, sendo que esta não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital Evangélico.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CLIMA
Após sete dias de seca e calor, Dourados tem madrugada chuvosa
ESTADO
Governo dá dicas para concorrer a R$ 300 mil em prêmios do Nota MS Premiada
POLÍCIA
Ciclista tem celular e fone de ouvido levados por dupla de moto
DOURADOS
Mulher assaltada por homens em carro roubado tem bolsa encontrada no banheiro de mercado
NEGÓCIOS & CIA
As aulas estão chegando!
ÁGUA
Sanesul investe na ampliação do sistema de abastecimento em Maracaju
POLÍTICA
Presidente Bolsonaro anuncia criação do Conselho da Amazônia
DOURADOS
Sebrae realiza curso com dicas de como atender melhor o cliente
LOTERIA
Mega-Sena acumula mais uma vez e prêmio vai a R$ 35 milhões
ECONOMIA
Energisa realiza cadastro da Tarifa Social em Dourados até sexta-feira

Mais Lidas

UFGD
Aluna branca aprovada em Medicina como indígena aponta engano na inscrição
EMPREGO
Empresa abre 136 vagas para classificadores de grãos em Dourados e região
POLÍCIA
Mulheres são presas com malas ‘recheadas’ de maconha no Jardim Santo André
POLÍCIA
Participante de fuga em massa no Paraguai é recapturado em MS