Menu
Busca sexta, 18 de janeiro de 2019
(67) 9860-3221

MS registra aumento de 80% de empregos na indústria

19 maio 2011 - 06h48

O setor industrial de Mato Grosso do Sul, composto pelas indústrias de transformação, de extrativismo mineral, de construção civil e de serviços de utilidade pública, registrou crescimento de quase 80% - 78,1% nos últimos seis anos. De acordo com a Fiems, no número de estoque de empregos formais, saltando de 68.269 trabalhadores no ano base de 2005 para 121.612 até abril deste ano. A informação tem como base nos dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério do Trabalho e Emprego.

A expectativa é que o setor industrial deverá ultrapassar o setor da administração pública em 2014, saltando do atual 3º para o 2º lugar entre os setores que mais empregam em Mato Grosso do Sul, com um contingente total próximo a 152 mil trabalhadores ou 22% do total.

Hoje, o saldo total acumulado até abril no Estado é de 576.889 postos formais de trabalho, indicando uma elevação equivalente a 3,83% sobre o estoque total verificado ao fim de 2010. Na mesma comparação, o estoque por setor econômico passou a ser de 147.591 postos formais de trabalho nos serviços, 133.992 empregos na administração pública, 121.612 na indústria, 108.326 no comércio e 65.368 na agropecuária.

##Dourados

Apesar das estatísticas divulgadas pelo Cadastro de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho apresentaram o setor da indústria com saldo de 166 contratações, o mês de abril fechou com índice baixo para a geração de emprego na cidade de Dourados.

A cidade equipara-se a cidades nordestinas, que lideram o ranking de desemprego no país. Hoje, ocupando a segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul, Dourados mais demitiu em abril do que contratou. Ou seja, 2081 pessoas tiveram a carteira de trabalho registrada e 3686 trabalhadores foram despedidos. O saldo negativo é de -1555.

Além do setor da indústria, a que ficou em segundo lugar foi a construção civil com a contratação de 38 trabalhadores. Quanto a área de serviços no mês passado, 2273 empregadores foram demitidos e contratando apenas 522. O saldo negativo ficou em -1751.

O Ministério do Trabalho apontou déficit de empregos em Dourados não somente no mês de abril, mas também nos quatro primeiros meses de 2011 tendo um saldo total negativo de -453. Isto significa que foram contratados 9134 trabalhadoes e demitidos 9587. No ranking do país, Dourados só ficou atrás das cidades de Coruripe, em Alagoas, Sirinhaém, em Pernambuco, e Maceió, também em Alagoas.

A relação dos municípios com melhores saldos no Estado estão: Campo Grande lidera a lista sendo responsável pela manutenção de 922 trabalhadores em novos postos de trabalho. A cidade de Naviraí aparece em segundo, com saldo de 782 vagas criadas no mercado formal. Em seguida Três Lagoas (saldo de 392 empregados); Corumbá (65); Paranaíba (39); Aquidauana (17) e Coxim, com nove trabalhadores em novos postos. A lista leva em consideração apenas cidades com mais de 30 mil habitantes.

##PAÍS

O Brasil criou em abril 272.225 empregos formais, aumentando em 0,75% o estoque de vagas em relação a março. Comparando com abril de 2010 houve redução de 10,7% no número de vagas criadas. (Com informações da Fiems)


Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Isis Valverde arranca suspiros ao posar de biquíno: "verão, seu lindo"
CAPITAL
Idosos perdem mais de R$ 2 mil em golpe do falso sobrinho
COXIM
Jovem picada por cobra na região do Pantanal é socorrida por avião
17º DIA DE GESTÃO
Governador do Mato Grosso decreta estado de calamidade financeira
RIO BRILHANTE
Polícia investiga grupo que fez arrastão em cerca de 30 prédios
CINCO VAGAS
Tribunal de Justiça de Santa Catarina abre concurso a juiz substituto
TRÊS LAGOAS
PMR flagra dupla com mais de R$ 14 mil sem comprovação de origem
PRECAUÇÃO
Fux diz que, se não suséndesse investigação, provas seriam anuladas
SISU
UFGD divulga local de matrícula e lista de vagas por curso e modalidades
INOVAÇÃO
Comarca de Mundo Novo faz depoimento com intérprete de língua indígena

Mais Lidas

VINGANÇA
Após execução, fronteira entra em alerta para “guerra sangrenta” por domínio do tráfico
FRONTEIRA
Ex-candidato a prefeito, tio de narcotraficante é executado em Ponta Porã
DOURADOS
Homem danifica carro por vingança em estacionamento de hipermercado e acaba preso
PARANHOS
Operação contra traficantes que abasteciam morros cariocas prende dois em MS