Menu
Busca quinta, 19 de abril de 2018
(67) 9860-3221

MS é sexto estado em solução de inquéritos de homicídios

04 janeiro 2013 - 18h45

No ano passado, a Polícia Judiciária de Mato Grosso do Sul concluiu 512 inquéritos de homicídios abertos até 2007. Com isso, o Estado atingiu a Meta 2 do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) com 94,3% de solução dos processos, ficando com a sexta posição do ranking nacional dos estados em conclusão de inquéritos. Os dados foram divulgados pelo Inqueritômetro, da Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública (Enasp).

O presidente da Comissão de Advogados Criminalistas da OAB/MS, Luiz Carlos Saldanha Rodrigues Júnior, representou a Seccional no lançamento da Meta 2 e acompanhou os trabalhos. O criminalista avalia positivamente os números, mas acredita que ainda faltam investimentos nas polícias judiciais.

“Essa Meta mostra o interesse judicial em solucionar os inquéritos de homicídios. Os números do Estado são considerados bons, mas precisamos comparar com os próximos anos para confirmar se houve crescimento nas soluções destes processos”, comentou Saldanha Júnior.

Até dezembro passado apenas os estados do Acre e Piauí atingiram os 100% na resolução de inquéritos de homicídios até 2007. Mato Grosso do Sul conta ainda com 31 processos como este em aberto.

Para Saldanha Júnior, o Estado ainda necessita de investimentos nas Polícia Judiciárias com a contratação de novos profissionais e compra de materiais. “Os números são bons, mas ainda esbarramos na falta de estrutura, pessoal e equipamentos para que os policiais possam realizar as investigações. Ouvimos, por exemplo, delegados de polícia se queixando das condições de trabalho”, comentou o presidente da comissão da OAB/MS.

Arquivamento de inquéritos de homicídios

O Inqueritômetro aponta ainda outro dado importante. Dos 512 inquéritos de homicídios abertos até 2007 e solucionados, 62% foram arquivados em Mato Grosso do Sul. Do restante, 35% foram denunciados e 3% desqualificados.

“O número é alto, mas tais processos foram arquivados a pedido do judiciário ou autoridade policial, para 'amadurecer' o inquérito ou busca de mais detalhes. Arquivar não significa que o inquérito foi abandonado”, explica Saldanha Júnior.

Os dados do inqueritômetro podem ser acessados [clicando aqui](http://inqueritometro.cnmp.gov.br/inqueritometro/home.seam).

Deixe seu Comentário

Leia Também

SÃO PAULO
Tiroteio durante assalto dentro de ônibus deixa 3 mortos e 4 feridos
TRANSPARÊNCIA
Anatel abre consulta para regulamentar serviços de telemarketing
DOURADOS
Filho de apresentadora é preso na rodoviária com dinheiro falso
EDUCAÇÃO
UEMS e UFGD realizam III Seminário de Formação Docente em maio
TRÁFICO
Polícia Militar prende mato-grossense com mala “recheada” de maconha
FUTEBOL
Brasil bate a Argentina por 3 a 0 e fica perto do Mundial feminino
NOVA ANDRADINA
Polícia apreende carreta com 960 caixas de cigarros contrabandeados
ECONOMIA
Frigorífico de Dourados está proibido de exportar frango para a UE
PCdoB
Ministro manda nova ação sobre 2ª instância para o plenário do STF
EVENTO
UFGD convida estudantes para Diálogos sobre Assistência Estudantil

Mais Lidas

ITAPORÃ
Mortos em troca de tiros após assalto eram de Dourados
SEGURANÇA PÚBLICA
Em comunicado, PCC convoca integrantes para “alerta geral”
TENSÃO EM MS
Presos tentam impedir pente-fino na PED, mas agentes fazem ‘limpa’
DOURADOS
Após invadir Ceim, dupla ameaça vigia de morte e rouba equipamentos