Menu
Busca domingo, 21 de abril de 2019
(67) 9860-3221
DOURADOS

MP investiga Câmara sobre pagamento de diárias

04 outubro 2017 - 08h15Por Adriano Moretto

O MPE (Ministério Público Estadual) instaurou inquérito civil para apurar um possível pagamento de diárias indevidas por parte da Câmara de Dourados aos vereadores da atual legislatura. 

A ação é movida pelo promotor Ricardo Rotunno, da 16ª Promotoria de Justiça. 

De acordo com o processo aberto no dia 20 de setembro, o MP fez o pedido para que em 20 dias, a presidente da Casa, Daniela Hall (PSD), encaminhe cópia de todos os procedimentos administrativos realizados no ano e que incorreram em pagamento de diárias, acompanhado pela prestação de contas. 

Além disso, também se solicitou um estudo de impacto financeiro causado na folha de pagamento em razão do pagamento dessas verbas indenizatórias. 


No portal da transparência da Câmara, consta de janeiro a setembro o repasse de R$ 55.295 mil em diárias aos legisladores. 

A assessoria de imprensa informou que a Casa só vai se posicionar sobre o assunto após ser notificada pelo Ministério Público.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Bolsonaro condena ataques no Sri Lanka
MS
Homem é autuado por transporte de pescado ilegal
MS
Bebê nasce na BR-163/MS à caminho de hospital
TRAGÉDIA
Casal morre em acidente de moto próximo a Ponta Porã
BRASIL
Bombeiros resgatam a última vítima desaparecida nos escombros de desabamento na Muzema
CORUMBÁ
Jovem morre afogado em piscina de clube
ESPORTES
Algoz de brasileiro lidera premiações no UFC São Petersburgo
NOVA ANDRADINA
Polícia Militar apreende pistola de ar comprimido com jovens
BRASIL
Contratos de patrocínio da Petrobras passam por revisão, diz Bolsonaro
MUNDO
Sri Lanka: ataques a igrejas e hotéis matam 200 e ferem 400

Mais Lidas

POLÍCIA
Mulher de 41 anos é assaltada e estuprada próximo à feira-livre
DOURADOS
Rapaz é ferido com duas facadas e socorrido ao HV
DOURADOS
Indígena que morreu atropelada na MS-156 tinha 25 anos
POLÍCIA
Casal é preso por tráfico, após entrega de crack, no Cachoeirinha