Menu
Busca quinta, 23 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221
RENÚNCIA DE RECEITA

MP aciona a Justiça cobrando R$ 4 milhões de Tetila

27 outubro 2017 - 10h48Por Adriano Moretto

O MPE (Ministério Público Estadual) ingressou com ação civil contra o ex-prefeito Laerte Tetila, por improbidade administrativa. O pedido de condenação foi feito pelo promotor de Justiça Ricardo Rotunno, titular da 16ª Promotoria de Justiça,  pedindo o reembolso aos cofres públicos do Município em mais de R$ 4 milhões.

Segundo a promotoria, Tetila cometeu irregularidades durante o seu mandato no período de janeiro a dezembro de 2005. A alegação é que houve renúncia de receitas referente à dívida ativa e dispensas de licitações, praticando, assim, ato de improbidade administrativa.

De acordo com o Promotor de Justiça, no dia 13 de fevereiro de 2012, foi instaurado, no âmbito da 16ª Promotoria de Justiça, o Inquérito Civil n° 10/2012/PJPPS/DD, que tinha por objeto apurar indícios de renúncia de receita, bem como de dispensa indevida de licitação, conforme informado na decisão simples n° 02/0428/2009, Processo 10.586/2006 do Tribunal de Contas de MS.

O Promotor de Justiça Ricardo Rotunno afirma que, conforme conclusão do Tribunal de Contas do Estado do Mato Grosso do Sul, para ludibriar a fiscalização, o ex-prefeito realizou a fragmentação das despesas para diminuir-lhe seus valores e, assim, dispensá-las do procedimento de licitação, de forma indevida, além disso, renunciou receitas sem observância das normas legais.

Ainda conforme o MPE, os valores devidos a título de dano ao erário, em razão das dispensas de licitações, foram calculados em R$ 333.064,87 e, em relação à renúncia de receita, o valor apurado soma R$ 4.351.802,25, o qual, conforme a denúncia, deve ser reavido por Tetila.

O Dourados News tentou contato com o prefeito, porém, sem sucesso. A alegação de pessoas próximas a ele era de que estava sem celular e que ele retornaria à reportagem, porém, até a publicação da matéria, isso não aconteceu.

Após o mandato como prefeito, terminando em 2008, Tetila se candidatou e venceu eleição para deputado estadual, ficando por quatro anos na Assembleia, porém, não conseguiu a reeleição em 2014. (Com informações do MPE)

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Confiança do empresário é a maior desde junho de 2010, diz CNI
EVENTO
Turismo do MS é apresentado ao mercado norte-americano
BRASIL
STJ definirá se transportador pode perder veículo em razão do transporte, por terceiro, de mercadoria sujeita à mesma pena
BRASIL
Governo aguarda ajuste do TCU para contratar militares da reserva
MS
Viciados levam polícia até boca de fumo repleta de objetos roubados
BRASIL
Ministério da Saúde descarta caso de Coronavírus no país
DOURADOS
Clube de tiro promove show de comédia de nível nacional pelo segundo mês consecutivo
JANEIRO
Em média, uma pessoa contraiu dengue a cada dois dias em Dourados
STF
Fux extingue processo em que Suzane Richthofen buscava suspender publicação de biografia não autorizada
ESTADO
Mãe será indenizada após esperar liberação do corpo da filha por oito meses

Mais Lidas

UFGD
Aluna branca aprovada em Medicina como indígena aponta engano na inscrição
VILA ROSA
Homem morre após ser atingido por facada no pescoço em bairro de Dourados
EMPREGO
Empresa abre 136 vagas para classificadores de grãos em Dourados e região
CRIME
EXCLUSIVO: Sucessor de Minotauro é trazido para Dourados em meio a crise penitenciária na fronteira