Menu
Busca quinta, 20 de junho de 2019
(67) 9860-3221
RENÚNCIA DE RECEITA

MP aciona a Justiça cobrando R$ 4 milhões de Tetila

27 outubro 2017 - 10h48Por Adriano Moretto

O MPE (Ministério Público Estadual) ingressou com ação civil contra o ex-prefeito Laerte Tetila, por improbidade administrativa. O pedido de condenação foi feito pelo promotor de Justiça Ricardo Rotunno, titular da 16ª Promotoria de Justiça,  pedindo o reembolso aos cofres públicos do Município em mais de R$ 4 milhões.

Segundo a promotoria, Tetila cometeu irregularidades durante o seu mandato no período de janeiro a dezembro de 2005. A alegação é que houve renúncia de receitas referente à dívida ativa e dispensas de licitações, praticando, assim, ato de improbidade administrativa.

De acordo com o Promotor de Justiça, no dia 13 de fevereiro de 2012, foi instaurado, no âmbito da 16ª Promotoria de Justiça, o Inquérito Civil n° 10/2012/PJPPS/DD, que tinha por objeto apurar indícios de renúncia de receita, bem como de dispensa indevida de licitação, conforme informado na decisão simples n° 02/0428/2009, Processo 10.586/2006 do Tribunal de Contas de MS.

O Promotor de Justiça Ricardo Rotunno afirma que, conforme conclusão do Tribunal de Contas do Estado do Mato Grosso do Sul, para ludibriar a fiscalização, o ex-prefeito realizou a fragmentação das despesas para diminuir-lhe seus valores e, assim, dispensá-las do procedimento de licitação, de forma indevida, além disso, renunciou receitas sem observância das normas legais.

Ainda conforme o MPE, os valores devidos a título de dano ao erário, em razão das dispensas de licitações, foram calculados em R$ 333.064,87 e, em relação à renúncia de receita, o valor apurado soma R$ 4.351.802,25, o qual, conforme a denúncia, deve ser reavido por Tetila.

O Dourados News tentou contato com o prefeito, porém, sem sucesso. A alegação de pessoas próximas a ele era de que estava sem celular e que ele retornaria à reportagem, porém, até a publicação da matéria, isso não aconteceu.

Após o mandato como prefeito, terminando em 2008, Tetila se candidatou e venceu eleição para deputado estadual, ficando por quatro anos na Assembleia, porém, não conseguiu a reeleição em 2014. (Com informações do MPE)

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
‘Café com Sicredi’ leva o cooperativismo para a Unigran Decor
JUSTIÇA
Justiça Federal condena ex-proprietário da Capital Mercantil por estelionato e crime contra o sistema financeiro
João Batista Medeiros foi condenado a 5 anos e 6 meses de prisão e poderá responder em liberdade
FUTEBOL
Jogos de hoje definem próximo adversário do Brasil na Copa feminina
SORTUDO!
Apostador de SP ganha prêmio único de R$ 124 mi na Mega-Sena
SHOWBIZZ
De topless, Dani Calabresa curte passeio em praia: "sereiando"
JUSTIÇA
Acusada de matar cunhado por motivo torpe é condenada a 16 anos
ECONOMIA
Interessados em receber precatórios têm até dia 28 para fazer acordo
UNIGRAN
Show à parte, banheiro do quarto infantil impressiona pela riqueza de detalhes
MUDANÇA
Presidente dos Correios decide sair após Bolsonaro dizer que iria demiti-lo
CAMPO GRANDE
Casal briga dentro de carro e confusão termina em acidente

Mais Lidas

RESERVA INDÍGENA
Casal é preso pelo assassinato de tio e sobrinho em Dourados
OPORTUNIDADE
Exército abre inscrições para temporários em MS, MT e GO
DOURADOS
Polícia fecha 'boca' e prende três por tráfico no Jardim Pantanal
DOURADOS
Adolescente é atropelado, sofre traumatismo e corre risco de morte