Menu
Busca quarta, 23 de outubro de 2019
(67) 9860-3221
DOURADOS

Mortes no trânsito caem 29% e prefeitura diz que ações têm ajudado

14 setembro 2017 - 16h20

A prefeita Délia Razuk destacou a melhoria dos índices no trânsito em Dourados com ênfase no trabalho da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) potencial contribuinte para esta boa notícia. Os dados divulgados pelo setor de estatísticas do Detran (Departamento de Trânsito de MS) correspondem ao período de janeiro a agosto de 2017, em comparação com o ano passado, e apresentam diminuição de acidentes e vítimas.

Segundo o relatório, nos primeiros oito meses deste ano, a redução foi de 19% em relação aos acidentes no geral, se comparados com o mesmo período de 2016, sendo 318 ocorrências a menos. Em relação às vítimas fatais, no período analisado, a redução é de 29% ou 12 óbitos a menos em relação a 2016. O total de vítimas, que considera vítimas fatais e feridos também caiu, de 1000 para 811, ou 19%.

Para a prefeita Délia Razuk, a Prefeitura de Dourados é participante nas ações que fomentam qualquer melhoria do trânsito e este tem sido o trabalho. "Sempre ressalto o orgulho que tenho do trabalho que a Agetran apresenta apesar de toda a dificuldade existente. Sabemos que um bom trânsito reflete positivamente no dia a dia dos cidadãos, na saúde pública, na imagem do município e desempenhamos todo um trabalho pensando nisto. Que estes sejam frutos permanentes", disse.

A prefeita fez questão de lembrar que toda a sociedade é participante do trânsito e cada um precisa fazer a parte que lhe cabe, e a Prefeitura tem se esforçado. Sobre tais responsabilidades, o diretor-presidente da Agência, Carlos Fabio Selhorst, pontuou que do ponto de vista da educação para o trânsito, a Agetran tem ministrado palestras nas escolas do município e em empresas. "A formação do caráter consciente em relação ao trânsito é fundamental", disse.

Carlos Fábio falou sobre os índices e ressaltou que o trabalho continua. "Estamos felizes. Mas todo o trabalho tem sido feito em conjunto com a Polícia Militar, a Guarda Municipal. Temos intensificado a fiscalização, também estamos refazendo a sinalização horizontal nas ruas de maior movimento e fortalecendo a reposição de placas. É um caminho árduo que tem sido trilhado. Que estes números continuem baixando", pontuou.

A Agetran já promoveu ainda, nos 8 meses da atual administração, a instalação de pelo 4 semáforos em ruas de grande movimento, algumas que apresentavam problemas crônicos e eram solicitação da comunidade há algum tempo. "Sabemos que o trânsito engloba uma série de atores e fatores. Mas do ponto de vista da organização, sinalização e educação, temos mantido atividades", disse.

Os dados divulgados pelo Detran chegam perto da abertura da Semana do Trânsito, promovida pela Agetran entre 16 e 25 de setembro. Com o tema ‘Minha Escolha Faz a Diferença’, a campanha busca mostrar aos cidadãos que, seja pedestre, ciclista, motociclista ou condutor de automóvel, todos têm que cumprir regras e agir de modo a preservar a vida dos outros e a própria.



Deixe seu Comentário

Leia Também

JUDICIÁRIO
STF retoma nesta quarta julgamento sobre prisão após 2ª instância
CIRURGIAS PLÁSTICAS
Juiz manda prender médico Rondon, condenado por mutilar pacientes
INFORME PUBLICITÁRIO
Loja de materiais de construção traz caminhões com pisos direto da fábrica e aquece a briga pelo cliente
TEMPO
Quarta-feira de sol com algumas nuvens em Dourados; não chove
CHAPADÃO DO SUL
Motociclista morre após ser atingido por carro e arremessado contra muro
ÓLEO
Senadores pedem declaração de emergência ambiental no Nordeste
AMAMBAI
Homem é suspeito de esfaquear a filha após ser denunciado por estuprá-la
PRAZO
Submissão de trabalhos para Jornada de Linguística vai até o dia 30
NOVA ALVORADA
Pastor evangélico é esfaqueado dentro de igreja após culto
EDUCAÇÃO
Enem para privados de liberdade registra mais de 40 mil inscritos

Mais Lidas

HAYEL BON FAKER
Homens são presos fazendo sexo em via pública em Dourados
DOURADOS
Três são presos após ‘batida’ em ‘boca de fumo’ no Jardim Pantanal
DOURADOS
“Se não pagar vocês não vão dormir, não vão ter paz”, ameaçou professora indígena presa por extorsão
DOURADOS
Suspeito de extorsão em área de conflito, policial é levado ao Presídio Militar da capital