07/05/2012 09h42

Loteamento “Novo Parque Alvorada” bate recorde de vendas

 

Carlos Ferraz
 

Carlos Ferraz

Com a transformação do município em uma Cidade Universitária, o crescimento imobiliário de Dourados é notório, mas poucos empreendimentos oferecem infraestrutura e qualidade de vida necessária à população. Um diferencial neste ramo é o Grupo Saad Loresini, que escolheu Dourados para desenvolver seus negócios e traz agora uma visão atual do setor, com modernas técnicas de construção civil.

Um dos diretores do grupo Alexandre Lorensini, está surpreso com o volume espantoso de vendas do novo empreendimento lançado em Dourados, o “Novo Parque Alvorada”, localizado entre o loteamento Santa Fé e o Parque Alvorada, nas proximidades do Cerrado Brasil.

A direção do grupo Lorensini percebeu a necessidade de empreendimentos mais funcionais como os já existentes em grandes cidades, como lotes prontos para morar; terrenos com rede de água ativa; ruas Asfaltadas de 8 a 12 metros de largura; meio fio de cimento polido; rede de água pluvial instalada e com bueiros; rede isolada trifásica de baixa tensão; rede isolada compacta trifásica de média tensão; rede compacta Enersul postes circulares e acesso rápido ao centro da cidade.

A Central de Vendas do grupo Lorensini está localizada na Avenida Guaicurus, próximo ao Cerrado Brasil, em Dourados. Os interessados pelo conceitual empreendimento podem falar com um dos vendedores. A forma de pagamento é flexível e acessível.

Ou se preferir, entre em contato através do telefone (67) 3423-1299, ou acesse a página WWW.saadlorensini.com.br e clique no item "Fale Conosco" do menu no topo dessa página, preencha o formulário, que em breve nossa equipe entrará em contato com você.

Lorensini disse que com o crescimento, o município deve adquirir um nível maior de desenvolvimento sócio-econômico. Quando você vai por exemplo a Campo Grande, vê ruas largas, bairros bonitos e que aqui antes não tinha. Agora não dá para falar que Dourados não tem, diz.

Com a entrega de mais este empreendimento, fica a curiosidade e expectativa para os próximos. “O empresário, deixa claro sua vontade de continuar investindo em Dourados e garante que terá sempre a melhor qualidade”.

 

Sobre o Grupo Saad Lorensini

Inovando no mercado imobiliário, o Grupo Saad Lorensini tem como foco o investimento em loteamentos na região de Dourados.

A qualidade, estrutura completa em redes elétricas, pluvial, asfalto e arborização são características marcantes dos terrenos da Saad Lorensini, desta forma trata-se de investimento certo e lotes prontos para moradia.

Trabalhamos muito para o crescimento e desenvolvimento de Dourados.

Venha para a Saad Lorensini e conheça "A marca de um bom negócio"!

(20) Comentários

Gostamos muito da matéria! Parabéns! Muito bem elaborada!
E pra quem procura investimentos em loteamentos abertos, fechados ou loteamentos industriais na região de Campinas, Piracicaba e Ribeirão Preto a Cemara Loteamentos tem a opção correta pra você. Podemos tanto tirar suas dúvidas a respeito do assunto, como apresentar ótimas oportunidades que cabem no seu bolso! Acesse nosso site! http://www.cemara.com.br

 
Cemara Loteamentos em 11 de outubro de 2012 - quinta às 08:46

Gostamos muito da matéria! Parabéns! Muito bem elaborada!
E pra quem procura investimentos em loteamentos abertos, fechados ou loteamentos industriais na região de Campinas, Piracicaba e Ribeirão Preto a Cemara Loteamentos tem a opção correta pra você. Podemos tanto tirar suas dúvidas a respeito do assunto, como apresentar ótimas oportunidades que cabem no seu bolso! www.cemara.com.br

 
Cemara Loteamentos em 23 de agosto de 2012 - quinta às 05:12

Acho que tem gente reclamando de barriga cheia, críticas não construtivas não valem pra nada ;) se for pra criticar, fale algo possível e próximo a nossa realidade galera. Sim dourados está quase uma cidade de universitários, não aceita? Muda ;) bj

 
Anônima em 28 de junho de 2012 - quinta às 20:10

Triste é ver a ignorância se pronunciando! Obviamente alguns comentários são pertinentes sim!Cconcordo quando dizem que o mercado do aluguel está inflacionado, que realmente haverá um momento em que essa supervalorização de aluguéis e imóveis chegará ao fim e consequentemente haverá um colapso; o mercado imobiliário estagnará e muita gente que investiu apostando num ganho estupendo, terá grande chance de se decepcionar ou até perder dinheiro. Agora considerar tolice adiquirir um imóvel pra morar é no mínimo irracional. Na minha opinião, quem pretente morar em casa própria, não deve levar em consideração opinião de leigos, pesquise e se informe com profissionais da área! " Achômetro" não é um temômetro confiável. Eu também estou aguardando a minha oportunidade, com paciência é claro rsrs Boa sorte a noa todos!!!!

 
NEUZA em 24 de junho de 2012 - domingo às 19:38

Palhaçada no valor de 60 à 75 mil só o terreno!!! tá louco, pobre nem da pra passar na frente.

 
Vinícius Kruguer em 22 de junho de 2012 - sexta às 00:43

realmente concordo com algumas declarações comentado nestes email mais ném todas são verdadeiras.temos clientes com renda até três salario que conseguiram MCMV,é que muitas pessoas não entendem que só podem comprometer 30% da renda mais o MCMV,continua firme e forte.só para lembrar 38 milhões de Brasileiros entraram na classe média.realmente os imóveis estão inflacionados em Dourados/MS,porque os próprios proprietarios inflacionam e não as imobilliaras.Suce$$$$$$$$$$$$$$$$$$$o a todos.

 
Cosmo Alexandre de Lima em 09 de maio de 2012 - quarta às 11:10

Olha, eu fiz a simulação de financiamento e considerei terreno 60k + casa 60k = 120k. Eu teria que descolar 30k de entrada, financiar 90k em 30 anos começando a pagar 900 reais mensais!!! Quer saber, vou pagar aluguel, pois pagar financiamento por 30 anos é equivalente a alugar. E posso achar casa para alugar no asfalto por 700 reais... E outra, quando enjoar do lugar posso me mudar a qualquer momento... Infelizmente essa é a única opção para quem tem R$ 0,00 para dar de entrada no MCMV!!!

 
Julio Mazzeu em 09 de maio de 2012 - quarta às 01:38

Anonimo, você falou tudo, infelizmente é isso que vai acontecer. Eu ia financiar pelo programa MCMV, mas não tem condições mais, quem fez isso no inicio, maravilha, hoje não tem como. Como disse o Paulo, terreno era em torno de 20 mil, e o governo financiava no máximo 80 mil pelo programa, com 60 dava para construir uma casa legal até. agora com terreno a 60, o governo financia 100, com 40 não se constrói quase nada, uma pelo valor dos materiais de construção e outro pela mão de obra. Agora vou esperar até a bolha, que com certeza vai acontecer e comprar a vista de algum desesperado.

 
Mauricio em 08 de maio de 2012 - terça às 16:59

tem casa por aí de dez a quinze mil mas só porque é em bairro pobre aí nem compra
é só deixar a vergonha de lado e parar de ficar pagando aluguel pros outros, (dinheiro que não tem volta). pensa nisso.

 
wagnão em 08 de maio de 2012 - terça às 16:19

Sr. Carlos Ferraz ficou explicito que a sua matéria ficou tendenciosa. No mais, vamos em frente....

 
joao donizete em 08 de maio de 2012 - terça às 13:09

Bom... Eu quero um casa de graça, quero uma bolsa família, um vale gás, quero minha conta de energia reduzida, quero vale viagem quando minha esposa estiver grávida, quero asfalto de graça, quero uma geladeira nova. Esqueci de alguma coisa? Penso que sim, pois são tantos "vales". O governo tenta manter-se no governo, pois o PODER é tudo para eles. Não interessa se é de esquerda ou de direita, são todos iguais.

 
André Dinardi em 08 de maio de 2012 - terça às 09:29

Caros amigos, fiquem de olho nesses investimentos.
Se pensar em fazer aquisição para contruir a própria morada, é recomendável. Agora se pensa em investir para capitalizar o dinheiro, essa pode não ser a melhor idéia. O mercado imobiliário em Dourados está atingindo o ponto de saturação. Indicadores do mercado já mostra um declinio em valor de aluguel na cidade. Isso indica que a procura por imóvel para alugar já diminui. O motivo desse declinio é: a estagnação na implanatação de novas inustria na região. Outro fator é a estabilidade das residencias para universitários que já passou seu pico de crescimento.
A partir de 2014 esse mercado, ou seja, toda a economia nacional pode sofrer uma recessão, pois o projeto minha casa minha vida já apresenta oferta maior que a procura (de pessoas com o perfil do programa), e o grande movimento de reforma ou construção de estádios para a copa do mundo vem atraindo muitos trabalhadores e movimentando todo omercado de fornecedores de materiais.

A Menssage é: fiquem atentos, para não investir alto agora e ver a bolha imobiliária acontecendo no segundo semestre de 2014.......

Abraço e sucesso em vossas escolhas.

 
Anonimo. sds em 07 de maio de 2012 - segunda às 22:38

Ana Paula voce esta certa o projeto minha casa minha vida é uma propaganda enganosa do governo .primeiro voce tem que comprovar uma renda no minimo de 3 salarios,depois voce tem q abrir conta na caixa de 600,00 so pra fazer o cadastro ai quando voce é aprovado no financiamento tem que gasta no minimo 2000,00 em documentaçao.sem falar na burocracia dos documentos exigidos.isso p/a compra de uma casa bem simples e pequena .e depois fica pagando taxa de manutençao de conta p/ pode depositar as parcelas.parece piada mas é assim mesmo.

 
dilma lima em 07 de maio de 2012 - segunda às 22:07

Realmente o bairro em si vai ficar muito bom, casas bonitas e tal, mas a questao do valor é bastante alto, em 2010 o terreno nessa area da cidade era por volta de R$20.000,00 agora ta apartir de R$ 60.000,00 podendo aumentar para R$75.000,00...em suma, NAO É PARA POBRE... povo brasileiro que votou na Dilma por causa do minha casa minha vida caiu do cavalo pq agora pessoa de baixa renda nao consegue entrar no programa nem por reza brava.

 
paulo em 07 de maio de 2012 - segunda às 17:27

esse emprediemento e uma boa para quem tem dinheiro agora para quem esta procurando terreno para o minha casa minha vida nem adianta ir la ve pois o valor do terreno e o preço do financiamento total.srsr e ta dificil achar terreno para esse programa todos os donos de imobiliarias colocam os valores do terrenos la em cima , para quem for financia , nao tem condição de comprar, terreno mais obra , ai acaba caindo nessas casas conjugadas que vale uma nota e o terreno e um aperto,,, i

 
luis em 07 de maio de 2012 - segunda às 17:20

GENTE, PARA DE BRINCADEIRA ESSE PESSOAL FALA QUE ESSAS CASAS É PRA GENTE DE RENDA BAIXA... COMO SENDO QUE FUI TENTAR FAZER O FINANCIAMENTO PELO PROJETO MINHA CASA MINHA VIDA E PEDIRAM 10 MIL E DEPOIS MAIS TREZE MIL DE ENTRADA ... AGORA ME FALA QDO QUE POBRE PODE PAGAR ESSE VALOR.... ALGUÉM ME FALA ONDE TEM CASAS QUE PARCELA A ENTRADA COM PARCELAS DE 400,00 OU 500,00 QUE TO DENTRO NA HORA ...... OK

 
ANA PAULA em 07 de maio de 2012 - segunda às 15:48

Me parece que nao esta bombando tado assim.

 
marcos em 07 de maio de 2012 - segunda às 15:07

Propaganda em forma de noticia??? imparcialidade total!!

 
Lucas em 07 de maio de 2012 - segunda às 11:52

cidade universitaria?ta de brincadeira,desde qdo dourados e uma cidade universitaria,gente caia na real,tao usando isso para superfaturar alugueis e preco de lotes

 
valdiney-campo grande em 07 de maio de 2012 - segunda às 11:49

Uma falha nesses empreendimentos é não exigir uma padronização e limitação para construções em areas que deveriam ser residencial, a construção das famosas kitnets onde as janelas ficam voltadas para os terrenos vizinhos tiram a privacidade das familias e dificultam a elaboração de projetos residenciais. A incorporadora deveria atentar-se a estes detalhes.

 
Alfredo em 07 de maio de 2012 - segunda às 11:23

Envie seu Comentário

Antes de escrever seu comentário, Atenção! O DouradosNews não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
* Obrigatório
 
2011 © - Dourados News - Todos os direitos reservados.
As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.
Desenvolvido por: Lobo Tecnologia&Internet
Tel. (67) 3423-5060 - 55 (67) 3421-6196
Rua Hilda Bergo Duarte, 462 - 1º Andar - Sala 01 - Edifício Dinho
Cep. 79.806 - 020 - Centro - Dourados - MS.