Menu
Busca sexta, 05 de junho de 2020
(67) 99659-5905

“Lira” deixa o Sete para disputar a Série B do Brasileiro

17 maio 2011 - 10h03

O treinador do Sete de Dourados, Elói Kruger informou na noite desta segunda-feira que o meia esquerda de oficio Lirodiou Gonçalves, o “Lira” de 28 anos, que havia chegado como mais um grande reforço para o clube na última sexta-feira para o Estadual 2011, solicitou dispensa para ir jogar em um clube que estará disputando a Série “B” do campeonato Brasileiro.

De acordo com Elói Kruger, o jogador que chegou a treinar no último sábado no CT (Centro de Treinamento) do clube junto com os demais jogadores que não foram relacionados para enfrentar o Ivinhema pela 11ª rodada do campeonato estadual, após uma breve reunião agradeceu o atendimento que recebeu junto com a sua esposa na rápida passagem que teve em Dourados e dando as suas alegações sobre seu futuro no futebol, pediu para ser dispensado.

“Entendi o pedido do Lira, pois ele está com 28 anos e não poderia perder esta oportunidade em disputar a Série B do brasileiro. Embora tenha lamentado a sua saída prematura do nosso clube, desejei boa sorte e muitas felicidades a ele no prosseguimento da sua carreira”, disse Elói Kruger.

CARREIRA
Lirodiou Gonçalves, o “Lira” chegou ao Sete de Dourados para atuar na sua função após ser indicado ao técnico Elói Kruger pelo seu empresário, no entanto, antes mesmo de estrear no Estadual, recebeu duas propostas para defender um clube do Paraná ou do interior paulista. “Ele disse que as propostas existem e que juntamente com o seu empresário iria escolher para qual de um dos clubes iria assinar o seu contrato”, disse o treinador douradense.

Com relação a “Lira”, ele tem 1,77, é casado, e começou a carreira no Coritiba Footbal Clube em 1.998, onde se profissionalizou e ficou de 2003 a 2004, quando conquistou o bi-campeonato estadual paranaense e participou de duas taças Libertadoras.

Do “Coxa Branca” como é mais conhecido o clube paranaense, “Lira” foi vendido ao Acadêmica de Coimbra, Portugal, onde ficou até 2006, quando então foi vendido ao Botafogo do Rio de Janeiro, onde foi campeão carioca em 2006.

Do Botafogo, “Lira” voltou a deixar o Brasil, desta feita, indo parar no Kfar Saba de Israel, em 2008, porém não se adaptou ao futebol daquele país.
Ao retornar ao Brasil, “Lira” recebeu convite para jogar no Marcilio Dias, onde conquistou o titulo catarinense em 2009 e participou da Série “C” e em 2010 foi transferido para o Joinville.

Depois de uma temporada em terras catarinenses o meio esquerda foi convidado a fazer parte do plantel do Roma de Apucarana do Paraná onde permaneceu até o final da temporada do campeonato paranaense deste ano, e no início da semana passada recebeu o convite para vir fazer parte do plantel do sete de Dourados, porém a oportunidade de disputar a Série “B” do brasileiro impossibilitou a sua permanência no clube douradense.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
PT faz encontro virtual para sacramentar pré-candidatura de professor à prefeitura
AVANÇO DA PANDEMIA
Brasil registra mais de mil mortes por coronavírus pelo 4º dia seguido
PEDRO JUAN
Encontrado no Paraguai corpo de fazendeiro brasileiro sumido há 5 dias
EDUCAÇÃO
Trabalho remoto segue até o dia 03 de julho nas Unidades da UEMS
VICENTINA
Acidente envolvendo um Uno e um Corolla mata dois jovens
CAPITAL
Ladrão pula muro de motel, aponta arma para funcionária e rouba celular
MATO GROSSO DO SUL
Dia Mundial do Meio Ambiente: Compromisso e respeito da Sanesul
GOIÁS
Bolsonaro vai sem máscara inaugurar hospital, escorrega e cai
JUSTIÇA
Pessoa com deficiência deverá receber suporte para conclusão de CNH
COSTA RICA
Aneurisma cerebral matou jogador de 19 anos, filho de vereadora

Mais Lidas

PANDEMIA
Em disparada, casos de Covid-19 tem novo recorde diário e passam de 400 em Dourados
EPICENTRO
Casos de coronavírus "explodem" e Dourados registra recorde de confirmações
PANDEMIA
Comitê aponta surtos de coronavírus em dois pontos de Dourados
DOURADOS
Conselho aponta riscos de contaminação em massa por coronavírus no HV