Menu
Busca sexta, 22 de março de 2019
(67) 9860-3221

LDO será debatida hoje na Câmara de Vereadores

14 junho 2011 - 12h57

A Câmara de Vereadores de Dourados realiza hoje, às 14h, audiência pública para debater a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentária) de 2012, enviada na semana passada pelo Poder Executivo. A LDO tem a finalidade orientar a elaboração dos orçamentos fiscal e de investimentos do Poder Público municipal, incluindo os poderes Executivo, Legislativo e as empresas públicas e autarquias.

Segundo o presidente da Câmara, vereador Idenor Machado (DEM), “Trata-se de uma oportunidade para pensarmos sobre a cidade de Dourados, onde diversos segmentos organizados poderão debater os problemas e desafios de nossa cidade, na tentativa de buscar soluções que sejam de fato contempladas pela Lei de Diretrizes Orçamentárias. Devemos definir as diretrizes e prioridades que queremos para o gerenciamento de nossa cidade e como elas se coadunam com as dificuldades orçamentárias”, afirma.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Camila Alves resgata foto com barriga chapada e diz: "antes das crianças"
AMAMBAI
Homem de 43 anos morre após sofrer mal súbito no local de trabalho
ECONOMIA
Conta de luz pode ter aumento de 15% a partir de abril em MS
JUDICIÁRIO
STF adia julgamento sobre compartilhamento de dados da Receita
CRIME AMBIENTAL
Paulistas são multados em R$ 2,5 mil por transportar pescado ilegal
CAPITAL
Com dores e febril após parto, mulher expele pano durante o banho
LEÃO
Receita recebe quase 5 milhões de declarações do IR em duas semanas
CORUMBÁ
Pai e 2 filhos são presos ao manter depósito de combustível no quintal
CONCURSO
Governo abre seleção profissionais para gestão de recursos hídricos
SAÚDE
STJ autoriza João de Deus a deixar prisão para tratamento médico

Mais Lidas

DOURADOS
Tripla colisão deixa dois feridos em cruzamento movimentado
DOURADOS
Universitária morre no HV quatro dias após acidente de moto
RIO BRILHANTE
Dono de oficina baleado pela manhã morre no Hospital da Vida
OPERAÇÃO PREGÃO
Investigações apontam assinatura de morta em contrato de empresa de refrigeração com prefeitura